sábado, 29 de março de 2014

Tags: ,

Evolução dos Gastos Mensais de um Casal de Classe Média


Eu e a Investidora Zul (minha esposa) começamos registrar nossos gastos no terceiro mês de casamento para termos um controle maior sobre nossas finanças pessoais. De lá para cá esta atividade tornou-se um hábito em nossas vidas, hábito bem saudável para o bolso diga-se de passagem.

Penso que somos um casal atípico pois a maior parte dos casais que vejo por aí não têm este hábito. O que contribui muito para isto funcionar aqui em casa é o fato de termos as finanças em comum, tudo que recebemos cai em uma conta única e tudo que gastamos sai desta mesma conta. Não há separação de nada e isto elimina uma série de conflitos presentes na vida de outros casais.

Neste mês de março completamos 5 anos de registro de gastos em planilha e por isto resolvi fazer um consolidado gráfico de todos estes anos para ter uma noção do que está acontecendo nas finanças do casal.

Somos pessoas de origem humilde e de hábitos simples, temos um estilo de vida relativamente frugal e nossas despesas estão muito bem controladas já que gastamos menos de 50% do que recebemos. No passado já fui um gastador nato, torrava o salário do mês e não sobrava nada, mas hoje estou muito mais contente com a vida que levo.

Muitas pessoas calcam a felicidade no poder de compra e isto é um erro terrível. Alguns gastos realmente agregam como viagens e atividades culturais (teatro, shows, museus, etc), mas vejo pessoas por aí cometendo grandes equívocos no que diz respeito ao direcionamento dos seus rendimentos.

Abaixo é apresentado o gráfico dos mensais nestes 5 anos. A linha azul mais grossa indica o gasto mensal apurado na planilha de controle. A linha laranja apresenta a tendência dos gastos que no caso é ascendente. A linha azul mais fina apresenta a média móvel de 12 períodos, ou seja, a média dos gastos nos últimos 12 meses.

Neste gráfico é possível concluir que a tendência dos gastos do casal é de crescimento, não poderia ser diferente já que temos no mínimo o efeito da inflação incidindo nos valores. Um efeito muito presente na vida de todo casal é o do aumento do padrão de vida, mas neste quesito estamos andando pela contramão do mercado pois nosso padrão de vida não aumentou, pelo contrário, diminuiu já que mudamos da zona sul da cidade para a zona norte onde a vida é muito mais barata. O ponto positivo deste gráfico é a média móvel atual esta abaixo da linha de tendência nos últimos meses, o que confirma que algumas medidas de controle que adotamos à partir do ano passado estão fazendo efeito agora.


À seguir temos o gráfico de alimentação que inclui despesas com restaurante, bares, padaria e lanchonetes. Como temos uma inflação de alimentos galopante nos últimos anos a linha de tendência não poderia ser diferente, mas nos últimos meses diminuímos muito as saídas para comer fora pois dieta de grávida é algo muito rigoroso. Isto fez com que a média móvel caísse abaixo da linha de tendência.


O próximo gráfico apresenta os gastos com nosso querido carrinho e despesas com transporte coletivo, táxi, avião, barco, etc. Também temos uma linha de tendência ascendente mas com inclinação menor do que as anteriores. Este gráfico apresente três picos ocasionados por manutenções mais pesadas no automóvel da família. Geralmente todo ano ocorre uma manutenção deste tipo mas nada que pese muito no orçamento.


Abaixo temos o gráfico das contas do mês, a tendência me deixou um pouco preocupado nestes últimos meses. Aqui no Brasil temos serviços de telefonia, internet e energia cada vez piores e cada vez mais caros. Temos que rebolar para obter as melhores tarifas e os melhores custos, mas nem sempre dá certo.


A seguir temos o gráfico de entretenimento e viagens. É fácil ver que na vida de um casal grávido baladas e viagens são quase zero, rs. De vez em quando pegamos um cineminha mas o entretenimento do casal tem sido mesmo dentro de casa. Os picos deste gráfico correspondem a viagens ou pequenos passeios realizados, nada muito caro como viagens à Paris para fotografar na torre e colar no Facebook.


Como somos de famílias humilde temos o hábito de ajudar nossos pais. Abaixo é mostrado o gráfico de gastos com familiares. Já ajudamos mais no passado mas em função de gastos com a gravidez reduzimos um pouco esta ajuda neste momento. Mas nada que dificulte a vida deles.


Os gráficos com formação e profissão foram relativamente baixo nestes anos. Fizemos curso de inglês e outros cursos esporádicos. Este gráfico ostra claramente que o casal não está investindo em carreira, isto é um ponto de atenção.


Aqui está a única tendência negativa do gastos. No ano de 2012 optamos por sair do aluguel e ir morar na casa dos pais da Investidora Zul. Isto fez com que a linha de tendência de gastos com moradia ficasse negativa. Neste ano estamos realizando algumas reformas na casa em função da chegada do neném mas nada que vá impactar nesta linha descendente. 


Apesar de sermos um casal muito econômico somos relativamente generosos na hora de presentear familiares e amigos. O gráfico abaixo mostra isto. Temos uma linha de tendência também crescente mas nos últimos meses estamos diminuindo os gastos deste tipo em função da gravidez. É possível ver que a média dos últimos meses está abaixo da linha de tendência.


Abaixo está o gráfico mais pesado e com a maior inclinação de tendência . As despesas com saúde nos últimos dois anos aumentaram muito em função dos tratamentos de fertilização in vitro que o casal realizou e que podem ser verificados nos dois picos da curva. Ainda teremos gastos pesados com parto e outras despesas de gravidez, mas esta curva deve começar a estabilizar no próximo ano.


Que supermercado e açougue estão bem inflacionados todo mundo sabe, e o gráfico abaixo mostra claramente esta tendência. Nos ultimos meses os gastos se elevaram em função de alguns produtos especializados para a dieta da grávida, esta será uma curva mais complicada para estabilizar pois mais uma boquinha está chegando na casa, rs.


Finalmente o gráfico de despesas com vestuário, salão de beleza, academias... Um gráfico até bonito de se ver já que a tendência tem pouca inclinação. Provavelmente teremos um aumento desta inclinação nos próximos anos em função das roupinhas do filho.


Bom fim de semana a todos!

45 comentários:

  1. Excelente trabalho com os gráficos, Uó!

    Acredito que vocês são um casal atípico não apenas no controle dos gastos, mas também no planejamento.

    Digo isso porque, analisando os casais com quem me relaciono, constato neles a sua absoluta falta de prioridade com objetivos de longo prazo.

    A impressão que se tem é de que eles trabalham com o único propósito de pagar gastos passados, como a reforma anual do apto/casa, viagem de férias em 36x, troco na troca do carro usado... e por ai vai.

    Muitos dessas despesas, inclusive, feitas com o objetivo de 'não ficar para trás' dos demais conhecidos. Triste, já que terão de trabalhar muito mais para adquirir as mesmas coisas - e a maioria sequer sabe disso.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado LdL.
      Pois é, vivemos em uma sociedade em que tudo é para ontem, e o futuro fica na mão de Deus.

      Excluir
  2. Muitos parabéns ao casal...

    mas porra vc's ganham ~20k , e não viajam não?!! Não conheceram Europa, USA, asia ?! nada!?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 20K?!
      Eu já fui ao Paraguai em uma excursão, rs.

      Excluir
  3. UO, minha grande admiração pela sua pessoa e pelo casal. Grande exemplo. O sucesso está em agir correto, errar pouco. Parabéns! Abraço! BAGUAL original.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu, vc só precisou ir morar com sogro/sogra porque meses antes vc andou gastando fortunas com familiares.

      Caso de vida ou morte, ok. Mas virar muleta para família sua ou dela é errado.

      Aviso logo : morar com sogro/sogra/pai/mãe estando casado tem prazo, com mais de 9 meses é merda certa.

      Excluir
    2. Anon, no mundo existem sogros e sogros, sogras e sogras, casais e casais... acredito que este tipo de convivência não seja possível para a maioria pois as pessoas são cheias de vontades e desejos de liberdades, mas cada um conhece seus limites, e se priva no presente de certas liberdades para alcançar no futuro uma liberdade mais duradoura. A convivência aqui tem sido benéfica para ambas as partes até o momento, monitoro diariamente as relações e comportamentos, e no menor sinal de conflito providências devem ser tomadas, que seja retornar novamente ao aluguel.

      Excluir
  4. Parabéns uo. Você controla bem seus gastos. Mas faço minhas as palavras do anônimo acima, embora ressaltando que entendo particularidades existentes. Cuidado para as ajudas não virarem uma obrigação para com a família.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Seu Guarda, uns 3 anos atrás esta atitude era impensável na minha forma de pensar, mas um contexto específico me levou a propor à esposa este cenário que tem funcionado bem até o momento. No caso da ajuda à família hoje não existe uma obrigação, é de boa vontade, digamos que é um retribuição aos pais.

      Excluir
  5. Uo, parabens por compartilhar sua experiência.
    Todos temos praticamente os mesmas dificuldades e desafios, nesse Brasil nada é fácil.
    Tbm controlo os gastos de minha familia e o crescimento dos custos com alimentação, saude, educação é uma constante. A inflação para a classe media operária deve ser muito mais alta do que apontada nas estatisticas do Governo. Importante é seguir em frente poupando sempre que possível.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um desafio constante Rollex, e além de termos a variável Governo ainda temos que ficar de olho na variável 'nós mesmos', pois temos a tendência ao caos, daí a necessidade do controle.

      Excluir
  6. Parabéns pelo controle e que sirva de exemplo para as famílias no Brasil.

    ResponderExcluir
  7. Cara, muito legal isso. Acho mais valioso que muitas pesquisas por ai.
    Isso daria uma boa matéria na Veja/Exame hehe

    Vou tentar fazer isso tambem. Estou casando agora em junho.
    Tem como compartilhar o modelo da sua planilha?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Viver, obrigado!
      Me manda um email que respondo com uma cópia da planilha.
      Abraço

      Excluir
  8. UO

    parabéns pelo controle. Essa ideia da planilha foi maravilhosa. Quisera eu ter essa organização para fazer uma dessa para mim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Portuga, obrigado, mas que tal começar em abril? nunca é tarde, rs.

      Excluir
  9. Parabéns pela esposa, pode estar certo que vc vai longe com ela.As mulheres de hj só querem farra e vida boa e não estão nem aí com as finanças, que continuem sempre assim.
    ANDERSON

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Anderson, a esposa realmente me ajudou a entrar nos trilhos, rs.

      Excluir
  10. Sua esposa também tem esse TOC de fazer gráficos pra tudo?! Casal perfeito!

    Huahuahua

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkk, tem não troleta, pelo contrário, morre de pavor disto tudo, suas preocupações são outras...

      Excluir
    2. a única coisa que ela faz é anotar os valores, nada mais, nem gosta de ficar entrando aqui no blog.

      Excluir
  11. Encontrar mulher disposta a isso é uma bênção, ein?! Parabéns Uó, e valeu por compartilhar isso aí, dá uma base pra projetar meu futuro! kkkkkkkkkkkkkkk
    Abração!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cada casal tem uma realidade, mas fazer benchmarking sempre é saudável.

      Excluir
  12. Pooorra Uorem, agora sim matou a pau, parabéns!

    Eu já tava prestes a "criticar" (crítica construtiva, não me entenda mal) o blog pelo tom demasiado austero de ultimamente... mas esse tipo de post bem pessoal é bem mais interessante pra mim. Diria que essa comparação é benéfica para entender uma série de aspectos relacionados a finanças pessoais.

    Abs, vlw
    Vinícius

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa Vinícius, realmente tenho feito muitos post técnicos, e está maçante tanto ao leitor quando à escritor aqui, rs, assim que terminarem os balanços voltarei fazer posts mais leves, restam só uns 15, rs.

      Abraço!

      Excluir
    2. Ah, Vinícius será o nome do meu filho que nasce daqui 3 meses, rs.

      Excluir
  13. Conheço um casal com um perfil muito próximo a esse.

    No caso, eles administram as finanças da seguinte forma. 01-Todos os meses (incluindo quando tem férias, 13o. Hora extra, etc) soma-se a renda do casal e divide por 2. A primeira metade é destinada exclusivamente para investimentos, o homem exerce maior influencia na tomada de decisões dessa conta. A outra metade da renda é destinada para os gastos de manutenção da casa, incluindo viagens e compra de eletrodoméstico, etc, nessa segunda conta a mulher exerce liderança e tem maior controle dos gastos.

    ResponderExcluir
  14. Sr. Uorrem, há alguma página que faça uma compilação dos dividendos do mês para facilitar minhas análises, ou eu tenho que entrar em uma a uma das paginas das empresas por mim investidas a fim de ver se haverá ou não pagamento de dividendos e JCPs?

    Grato, Mr. X

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mr. X, não conheço, mas para que quer acompanhar isto desta forma?

      Excluir
  15. Uma outra questão, Sr. Uorrem.

    Gostaria de estudar sobre investimentos fora do país, pois tenho medo de que possam prender meu dinheiro nas aplicações aqui, e assim penso em manter 15% do meu patrimônio aplicado fora do país, longe das mãos ardilosas do governo comunista que aqui se instala de forma camuflada.

    Sabe me indicar alguma fonte de estudo, ou opções para tal aplicação no exterior (legalizada, declarada, mas que esteja inalcançável aos anseios do des-governo brasileiro)?

    Obrigado, Mr. X

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mr. X, também estou por fora desta questão, vou ficar devendo.

      Excluir
  16. E se me permite uma última questão, Sr. Uorrem.

    Naquela sua tabela de ações monitoradas, quais que o senhor destaca no setor de alimentos e no setor das exportadoras?

    Atenciosamente, agradecendo de antemão e desculpando-me pelo abuso de 3 questionamentos, Mr. X

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alimentos: MDIA3 e BRFS3
      Já exportadoras ainda não tenho um parecer, vou pensar.

      Excluir
  17. Parabéns! Esse controle está excelente, trabalho de profissional!!!
    Já tentei fazer esse tipo de controle duas vezes com a minha esposa, deu tudo errado, por fim consegui resolver o problema deixando ela responsável por algumas despesas da casa, uma solução de contorno que caiu muito bem para administração da saúde financeira da família, apesar de não ser tão profissional o resultado foi bom.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal Surfista, cara casal tem sua realidade, um mínimo de controle sempre é bom.
      Obrigado e abraço!

      Excluir
  18. Un discours de mariage rédigé en bon français, foncez!

    my web site discours gratuit

    ResponderExcluir
  19. Valeu por indicar essa parte aqui, Uó. Gostamos muito. Temos um controle bastante rigoroso também. Assim que tivermos uma oportunidade tentaremos destrinchar nossa planilha assim também. Valeu!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estamos fazendo um post tentando demonstrar que manter o controle de gastos com uma planilha de orçamento não é tarefa tão difícil quanto muitos acreditam. Pelo contrário!
      Como vc faz um controle na mesma linha que seguimos, gostaríamos de saber o seguinte: qual o número total de lançamentos na planilha de vocês até o fechamento de janeiro/16? Há quantos meses vocês fazem o controle? Obrigado!

      Excluir
    2. Controlamos há 8 anos. É fundamental!

      Excluir
  20. Parabéns pelas planilhas, eu só queria esclarecer, os números em cima são os valores em reais referentes aos meses?

    ResponderExcluir