sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Setor Siderúrgico: Comprar, Manter ou Vender?


No dia de hoje a cotação das ações ordinárias da Metalúrgica Gerdau atingiram o fundo da crise de 2008 como pode ser visto no gráfico abaixo. Assim como no setor de mineração, estamos verificando no setor siderúrgico uma contundente retração nos preços dos produtos (aço e minério) o que reflete diretamente no preço das ações das companhias.


Singapura - Os contratos futuros do vergalhão de aço na bolsa de Xangai caíram para uma mínima recorde na última quarta-feira, com o sentimento no mercado de aço ainda negativo após um feriado de uma semana na China, colocando pressão na recuperação dos preços do minério de ferro.

A letargia do setor imobiliário da China, em uma economia que desacelera, reduziu a demanda por aço no maior consumidor mundial, diminuindo o consumo doméstico este ano.

O crescimento do setor de serviços da China enfraqueceu levemente em setembro diante do menor número de novos pedidos, mostraram dados de uma pesquisa privada nesta quarta-feira, reforçando sinais de desaceleração na segunda maior economia do mundo.

O contrato de vergalhão mais negociado na bolsa de Xangai, com entrega em janeiro fechou com queda de 1,3 por cento, a 2.513 iuanes (409 dólares) por tonelada, depois de tocar a mínima de 2.507 iuanes mais cedo na sessão. A cotação foi a menor para o contrato mais ativo desde que a bolsa lançou o produto em 2009.

No mercado à vista de minério de ferro na China também houve queda nesta quarta-feira, após uma recuperação durante o feriado do Dia Nacional, entre 1 e 7 de outubro, quando operadores estrangeiros apostaram em uma onda de compras para recomposição de estoques pela siderúrgicas chinesas, quando elas retomassem as atividades.

O minério com 62 por cento de teor de ferro caiu 0,25 por cento nesta quarta, para 79,80 dólares por tonelada, após atingir 80 dólares na terça, maior cotação desde 19 de setembro, segundo dados do Steel Index.

Houve uma enxurrada de negócios na plataforma globalORE, de Cingapura, na última semana, com carregamentos da Austrália sendo vendidos a preços maiores, ajudando o índice de referência a recuperar-se da mínima de cinco anos, de 77,50 dólares por tonelada, registrada em 30 de setembro.

Fonte: Exame

Brasília - Depois de uma melhora em julho, o nível de utilização da capacidade instalada da indústria de transformação do país atingiu 80,5% em agosto, abaixo do indicador de julho, de 81%, informou ontem a Confederação Nacional da Indústria (CNI). Em agosto de 2013, a utilização do parque fabril era de 82,3%. Os dados estão dessazonalizados.

As horas trabalhadas também registraram queda, de 0,8% em agosto ante julho, e de 5,7% na comparação com o mesmo mês de 2013. De janeiro a agosto, o indicador apontou uma queda de 2,7% em relação ao mesmo período do ano passado.

A CNI também registrou uma piora de 0,8% no nível de emprego do setor industrial em agosto ante julho. Em relação a agosto de 2013, houve um recuo de 1,7%. No entanto, entre janeiro e agosto deste ano, comparado a igual período de 2013, o nível de emprego cresce 0,3%.

O faturamento do setor de transformação apresentou uma alta 1,1% em agosto ante julho, mas registrou um recuo de 8,8% na comparação com agosto do ano passado. Nos primeiros oito meses do ano houve redução de 2,7% no faturamento das empresas. A massa salarial, por sua vez, subiu 0,3% em agosto na comparação com julho e 0,5% em relação ao mesmo mês de 2013. No acumulado do ano, houve um crescimento de 3%.

Ritmo - Em agosto, a indústria operou com ritmo abaixo do registrado em julho, quando a atividade havia crescido e interrompido uma série de quatro meses de retração. A queda da atividade foi percebida nas horas trabalhadas na produção e na utilização da capacidade instalada, conforme os indicadores industriais de agosto. A indústria operou em agosto 1,8 ponto percentual abaixo do nível de agosto do ano passado. Comparando a média de janeiro a agosto com o mesmo período de 2013, há uma queda na capacidade instalada de 1,5 ponto percentual.

Como resposta à atividade fraca, avaliou a CNI, as empresas continuam a demitir. O indicador de emprego teve em agosto a sexta queda consecutiva em relação ao mês anterior. A Confederação destacou que, embora o faturamento tenha crescido 1,1% em agosto ante julho, na comparação com agosto de 2013 sofreu uma forte queda, de 8,8%. "Ou seja, as altas de agosto e julho não foram suficientes para recolocar o indicador no patamar em que se encontrava há um ano", disse a CNI no documento Indicadores Industriais.

Fonte: Aço Brasil

19 comentários:

  1. Po Uó, parou com os posts e só vai ficar copiando e colando de outro lugar.

    Parece aquele Fabio Portela, quando dá pra escrever é pra vender livro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não vendo nada, e pensei ser útil divulgar algumas aos colegas informações que leio. Pena.

      Excluir
  2. Compra porra!!!
    Mas nao pode borrar a cueca.
    Ter paciência.
    Se Aecio ganhar vai foguetar....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nao acho que tenha que esperar subir pelo aecio, mas tem que comprar pelo simples fato que é um negocio ciclico e esta no ciclo de baixa com muito pessimismo, estao é hora de comprar

      Excluir
    2. O que Gerdau e Usiminas tem a ver com Aécio?

      Excluir
    3. O que vc tá comprando Aônimo?

      Excluir
  3. Eu estou comprando VALE.
    Compro, e cai. Ai compro mais.


    ResponderExcluir
  4. Preferia o layout anterior, além de melhor visual era mais prático que esse novo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo. Esse layout está muito ruim.
      Volta para o antigo, por favor.

      Excluir
    2. O que vocês não gostaram em específico?

      Excluir
  5. Setor de siderurgia tenho uns fundos de ações do BB, imagina o prejuízo que estou, por enquanto vou deixando lá........já que fiz a besteira, o prejuízo é mais de 50%.

    ResponderExcluir
  6. Acredito que mesmo com o cenário atual irão continuar a lucrar, talvez menos, mas mesmo assim tem espaço na minha carteira por que muitas empresas nem lucro dão.

    Estou comprado(ando) em vale5 e USIM5... Usiminas vai ficar um pouco de canto por causa dessa putaria na administração da empresa. Estava pensando que finalmente tinham dado um jeito com a ternium no controle e com bons trimestres.. e começa essa palhaçada de novo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Usiminas é loucura. Gerdau é a menos piorzinha, rs

      Excluir
    2. Sim, Concordo Uorrem que a Gerdau seja melhor administrada e tenha melhores numeros no momento.

      Mas tambem nao concorda que isto ja esta precificado? Infelizmente ainda nao possuo conhecimento o suficiente sobre valuation etc. Entretanto a unica coisa que tenho certeza e' que nao existe algo tao simples como:

      A empresa e' boa ou nao.

      Acredito que sao empresas diferentes com caracteristicas diferentes.

      Grande abraco

      Excluir
    3. Na dúvida, melhor fugir de todas as siderurgicas...

      Excluir