segunda-feira, 23 de março de 2015

Tags: ,

Trocando Ativos por um Passivo...


Nunca vendi tanta ação como hoje. Motivo: compra de um automóvel. O plano original era acumular o dinheiro em renda fixa para executar a compra no final do ano mas resolvi aproveitar o momento de crise no setor para encontrar uma boa opção de compra. Aproveitei também que muitas ações estão testando topo. Primeiro automóvel que comprarei, o atual foi presente do pai.


51 comentários:

  1. E para que serve, em última análise, o dinheiro senão para dele usufruirmos? Parabéns Uó! Qual foi o carro escolhido? Zero ou "semi-novo"? Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda estou decidindo entre zero e semi-novo. O que sugere?

      Excluir
  2. Meu Deus, vai ter que pagar imposto de renda, não tem poupança ou algo assim ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só paga IR quem tem dinheiro.
      Amo pagar IR. Quanto mais pagar, melhor.

      Excluir
    2. Não irei pagar um tostão de IR nestas vendas, tenho um residual de prejuízo a compensar que se arrasta desde 2012.

      Excluir
  3. Fala Uó,

    Eu não teria vendido as ações, afinal, elas são a nossa aposentadoria. Enfim, agora que já está feito, não há como voltar atrás. Boa compra de carro para você!

    PS: Viu o resultado da KEPL3? Simplesmente fantástico!

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha aposentadoria não são minhas ações I.L, são meus FIs, as ações são para crescer e depois queimar.
      Vi sim, fiz 4 compras nela antes do resultado, mas 1 compra eu torrei hj com uns 15% de lucro.

      Excluir
    2. UB,

      Entendi... Já eu fujo dos FIIS igual o diabo foge da cruz, rs. E as ações de dividendos, nem elas entram para a aposentadoria?

      Abraços.

      Excluir
    3. IL, não temos mais boas ações de dividendos neste país, se voltarmos a ter quem sabe né? Mas com certeza não pretendo queimar todas as ações compradas ao longo da vida, e as de dividendos podem ficar de herança para o filho.

      Excluir
    4. Uó,

      Como não? A VIVT3, por exemplo, vai pagar quase TRÊS reais por ação nos próximos meses.

      Abraços.

      Excluir
    5. De 300 ações vc tira umas 5 que prestam. Mas no setor de telefonia prefiro não aportar...

      Excluir
  4. Já diria certo sábio. Se seu dinheiro não está comprando felicidade, você está gastando ele de maneira errada :)
    Parabnéns Uó. Você merece!

    ResponderExcluir
  5. Respostas
    1. Qual seria a melhor escolha na sua opinião considerando 40.000 e um bom porta-malas?

      Excluir
    2. Já falei: New Fiesta, ainda que usado

      Excluir
    3. Nunca gostei de Ford. O que vc indicaria na demais marcas tirando Ford e Fiat? Um sedã 0km até 42.000?

      Excluir
    4. Muito provavelmente eu vou de New Fiesta... até o fim do ano, se Deus quiser!

      Excluir
    5. Pois é! Pensei na mesma coisa quando vi o seu post! kkkkkkkkkkkk...

      Excluir
    6. Honda fit ou city

      pode ser semi-novo. Comprei um fit 0k no ano passado por 51 pra esposa, completo, modelo antigo (na mudança do modelo)

      Só tenho Honda há uns 10 anos

      Tenho amigos que tem Nissan Versa e adoram

      Melhor custo beneficio

      Excluir
    7. Obrigado pela dica E.I., mas desta vez vou comprar um zero mesmo, e o orçamento não permite um modelo destes. Vou deixar para a próxima.

      Excluir
  6. Uma pena você se ver obrigado a vender alguns ativos para comprar o carro, mas sei que é por uma boa causa.

    Logo você refaz essas posições, tenho certeza.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é LdL, também não gostei muito de vender não, vou tentar refazer os percentuais até o fim do ano.

      Excluir
  7. UO, por que vc não compra um Fluence, nem que seja semi-novo,

    Abraço!
    Bagual

    ResponderExcluir
  8. Isso que eu chamo de rifada de ações em série !
    Será que o Oráculo de Omaha faria o mesmo? Sabia que ele andou de fusca até atingir os 20 milhões?
    Seja feliz com a nova aquisição!
    Abraço
    Bagual

    ResponderExcluir
  9. Eu compraria um Corolla Fielder usado em bom estado, excelente para família.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou com uma preguiça danada de comprar carro usado, tem que ficar levando mecânico, olhando vários carros, é complicado...

      Excluir
  10. Acredito que seu emocional devia estar em um estado alterado no momento da venda, já fiz isto uma vez, quando fui comprar minha casa, a diferença é que vendi a carteira toda, com uma baita dor no coração, mas valeu a pena pois precisava do imóvel mas não foi fácil passei dias olhando o homebroker vazio hehehe, mas logo que pude voltei. Só não disse se saiu em todas no lucro, no meu caso não tomei um ferro em gerdau hehehe. Abraço

    Son of gun

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No geral teve um lucro de uns 5.000, mas já tava na hora de me ver livre de Gerdau.
      Não tive outra opção, estou zerado na renda fixa.
      Mas sei que um dia vou fazer a mesma coisa para comprar uma casa, mas será como hoje, não venderei nem metade.

      Excluir
  11. Escrevi errado, o correto, é que tomei um ferro legal em Gerdau nas outras foi com ganho ou pequena perda, para te falar a verdade nem contabilizei os valores , mas tudo bem. No seu caso saiu no lucro sem problema e como eu era necessidade, então vale a pena. Mas o duro era olhar o homebroker vazio, tinha itsa4 comprada a 5 reais, que é uma das minhas posições que mais gosto, acho nunca mais vou vela-la a esse preço. Sds

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Excelente preço na ITSA. Neste patamar nunca mais veremos mesmo, rs.
      Gerdau ferrou muita gente mesmo, setor tá fraquinho demais,
      Abraço!

      Excluir
  12. Uó, se não tinha outra opção, então paciência, tinha que vender mesmo.

    Qual foi o critério de escolha? vendeu um pouco de cada ou escolhei as que estavam mais próximo ao topo. Eu me preocuparia em vender prioritariamente as ruins, mantendo as boas intactas

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa,
      Vendi as do topo e algumas que já estava querendo vender, Gerdau por exemplo. Vendi boas no topo e ruins tb.

      Excluir
  13. Uó....trabalho muito bem feito!!! É pra isso que servem os estudos, os erros e acertos: pra acumular patrimônio e poder comprar algo que necessita sem recorrer a financiamentos e juros. E convenhamos, não é nada bom viajar e andar por aí com um corsa wind carregando seu maior bem! Escolha um carro que tenha facilidades para carrinho de bebê, relativamente novo (0 km ou com no máximo 10 mil), que não seja beberrão, de marca confiável e com boa revenda. Analisando esses padrões, vai cair nas marcas Volks, Chevrolet, Honda, Toyota, Ford e Hyundai (sem falar em outras que não estao nesse limite de valores). Outra coisa muito importante é ver também a rede de concessionarias da sua cidade. Porque mesmo a marca sendo boa, as vezes a concessionária é um lixo e te da dor de cabeça quando precisar.
    Outra dica: se for seminovo, tem que estar dentro da garantia de fábrica! Abraço e boa compra

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Henrique, obrigado pelas dicas, irei seguir cada uma.
      Abraço!

      Excluir
  14. Uo vou falar de novo : carro só japonês.

    Ou então troque o corsinha por outro de mesmo nível (6 por meia dúzia).

    Mais uma vez : carro é japonês e ponto!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Japonês agora tá fora dos meus limites financeiros, mas daqui uns anos quem sabe...

      Excluir
    2. essa é facil... japones com otimo potamalas é o da Nissan. Sentra

      Excluir
  15. Puxa queimou geral...é o fim do Indice UÓ?

    ResponderExcluir
  16. Quando tinha 24 anos, vendi metade de minha carteira para comprar um carro. Estava assumindo um emprego que necessitada de uso do veículo próprio, em cidade diversa. Não pude levar o carro de minha mãe.

    Não se preocupe. Com trabalho e poupança, recupera fácil.

    Abraço!

    Servidor Independente - Paulo Araújo
    http://servidorindependente.blogspot.com.br/2015/04/meu-investimento-desvalorizou-o-queeu.html

    ResponderExcluir