sexta-feira, 4 de setembro de 2015

Aylan Kurdi


Dias atrás postei aqui um texto sobre o encontro do meu filho com o mar. Foi um momento muito especial e difícil de traduzir em palavras. Mas ontem, no fim do dia, me deparei com a notícia do menino Aylan e sua família. Fiquei tão triste que minha primeira reação foi levantar da cadeira para dar um abraço forte no meu filho. Crises humanas como esta que gerou esta tragédia fazem qualquer crise política/econômica como a que estamos enfrentando parecerem bobagens. Não consigo fazer muito por estes imigrantes, deixo aqui estas homenagens feitas por artistas do mundo todo...





11 comentários:

  1. Olá, UB.
    Num mundo onde se fala muito em dinheiro, poder, individualismo exacerbado, é bom refletirmos sobre as nossas vidas e a tragédia humana dos deslocados.
    Há mais deslocados hoje em dia do que na segunda guerra mundial. É uma tragédia sem tamanhos.
    A crise de refugiados é profunda e tende a se agravar, principalmente com o aumento dos refugiados climáticos. A cena é realmente muito forte. Mais de 30 mi crianças morrem todos os dias por fome e doenças tratáveis no mundo, e as pessoas acham que vivem em crise, ou vivem no pior dos mundos. É um problema de empatia pelo próximo. Enfim, não há muito o que dizer sobre um episódio como esses, que infelizmente é muito comum, mas apenas lamentar, sofrer, e de alguma forma ter forças para tentar ser uma pessoa melhor nesse mundo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sô!
      Realmente a empatia foi forte em grande parte por causa do meu filho, e é muito triste o fato do mundo ainda ser um lugar tão difícil para grande parte da população. Com tantos avanços na medicina, engenharias e outras ciências ainda estamos engatinhando no trato dos conflitos humanos.
      Abraço!

      Excluir
  2. Uó, eu chorei muito com essa situação. Fiz o mesmo que você, com meu filho. Olho para ele e agradeço a todo instante a Deus pela vida do meu filho.
    Infelizmente a crueldade de alguns seres humanos faz com que muitos inocentes tenham suas vidas ceifadas de forma tão dura. Meus sentimentos à família desse anjo, e para as centenas de milhares de famílias que perderam seus entes queridos nessa fuga por um futuro melhor, em busca de paz!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fiquei muito consternado, imagino que muitos no mundo inteiro ficaram, esta morte não pode ser em vão.
      abraço!

      Excluir
  3. Verdade Uó.

    Sejamos disciplinados financeiramente, mas mantenhamos nossas convicções filosóficas e espirituais sempre em dia.

    Cena marcante essa. Que seja uma bandeira para o mundo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ficamos aqui lamentando porque nossas ações estão caindo mas quantas pessoas neste mundo não estão sofrendo por coisas bem piores né S. Guarda?!

      Excluir
  4. Exemplo de que uma imagem vale mais do que mil palavras...
    Mas o problema é tão intrincado que é difícil até mesmo saber por onde começar a analisá-lo.
    Na verdade, não podemos esquecer que o grande culpado é a "falta de humanidade" do EI e outros grupos radicais que acabam empurrando milhares de famílias para fora de suas pátrias, por medo da morte ou simplesmente por total falta de perspectiva de uma sobrevivência digna.

    A isso se soma interesses econômicos óbvios dos países europeus cujos migrantes buscam refúgio. Interesses legítimos, diga-se de passagem, pois se "o mundo todo" for para lá, não tem como dar conta. Mas ao mesmo tempo isso me lembra os judeus tentando escapar da perseguição nazi e se deparando com as fronteiras dos países estrangeiros fechados...
    Complicado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente isto é apenas a ponta do iceberg Anom, as origens deste problema estão longe de serem resolvidas. Complicado.

      Excluir
  5. Bem triste Uo!
    Eu também fiquei comovido com essa história!
    Não tenho um BIzinho como você tem(Uozinho), mas tenho um irmão novo que também me lembrou esse garoto.
    Infelizmente podemos fazer muito pouco para ajuda-los.
    Acredito que a vida do garoto não foi em vão, a foto chocou o mundo e graças a ele muitas outras vidas virão a ser salvas pela EU que terá de ceder ao menos um pouco para a pressão internacional!
    Grande Abraçoo!

    ResponderExcluir