quarta-feira, 2 de março de 2016

Tags: , , ,

Profissão Trader e Plano de Trade


Veja meu novo site Aqui 

Tentarei responder neste post algumas questões que me foram feitas a respeito da Profissão Trader. Deixarei também em aberto os comentários para colegas que quiserem contribuir para este tema, principalmente para aqueles que já são profissionais.

A pergunta mais corriqueira é: "Trade dá Dinheiro"? Obviamente dá dinheiro, se não desse não teríamos uma mesa de operações como esta da UBS mostrada abaixo.


Mas como tudo na vida, é preciso se profissionalizar. Isto não quer dizer que você precisa frequentar uma universidade de economia, ou fazer um curso a distância, ou ler uma biblioteca de livros. Logicamente nenhuma informação ou estudo são em vão, mas a profissionalização à qual me refiro está mais relacionada a definir um Plano de Trade e colocar este plano em execução, com dedicação, observações, correções de desvio, padronizações, avaliações de indicadores, etc. Neste ponto você deve ter lembrado do Ciclo PDCA, e ele se aplica perfeitamente ao que estou falando...


A Profissão Trader ainda é mal vista aqui no Brasil. Muitos nem a consideram como profissão. Outras já se consideram 'Trader' pelo simples fato de comprar e vender uma ação e obter lucro com a operação. Para se ter uma ideia de como esta profissão ainda é pouco explorada aqui no Brasil, veja abaixo a comparação de números de profissionais no Brasil, Colômbia e E.U.A.


É um mercado que caminha a passos lentos aqui no país, um mercado muito pouco explorado e com um potencial enorme de crescimento. Talvez o brasileiro não tenha perfil para esta profissão já que somos famosos por ser o povo do 'jeitinho'. Dar um jeito em uma situação até que funciona em muitas profissões, mas na profissão Trader não funciona.

A profissão Trader é um pouco diferente das demais. Um engenheiro por exemplo (sou engenheiro) sabe que se ele chegar no seu escritório pela manhã, executar seu trabalho e fechar o expediente no final do dia, terá garantido o seu sustento diário. Faça mal ou faça bem o seu trabalho, receberá no final do mês o salário acordado com seu empregador.

O profissional Trader se assemelha muito mais a um empreendedor na medida em que ele aloca um capital de risco inicial, seja próprio ou de terceiros, executa um plano esperando alcançar um retorno que poderá vir ou não. Com o agravante de que poderá até perder o capital inicial ou parte dele. Digamos então que o Trader realiza "empreendimentos" diários no mercado.

Só para fechar este assunto da profissão que é bem amplo e polêmico, é bom deixar claro que o cidadão aspirante a trabalhar com operações de compra e venda de ativos no mercado financeiro deve ter em mente o campo de atuação. Pode-se tornar um Trader independente que opera dentro de casa de chinelo e pijama ou pode se tornar um operador de uma instituição financeira como esta da foto acima que usa terno e gravata. Um Trader independente terá resultados que dependerão só dele. Já um operador institucional terá um salário fixo e bônus no fim do ano de acordo com seus resultados obtidos. Há vantagens e desvantagens em cada situação, caberá ao aspirante visualizar o que é melhor para si.

Plano de Trade

Fiz toda esta introdução para chegar no assunto principal deste post. Conversando ontem com um colega do Facebook, chegamos a esta questão: "Como Montar  um Plano de Trade?"


Como eu mesmo disse na conversa aí acima, é importante que antes de você iniciar suas operações no mercado um Plano de execução seja definido. E não quer dizer que este plano será seguido à risca se mudanças, correções serão necessárias ao longo do processo, mas começar esta empreitada sem este plano é quebra na certa.

Para montar o Plano de Trade, algumas questões principais deverão ser respondidas pelo iniciante, são elas:

1 - Quero ser um Trader independente ou um Trader Institucional?

2 - Quero "viver" de Trade?

3 - Quero "trocar" a minha profissão atual pela profissão Trader?

4 - Quero apenas fazer uns trades aqui e acolá para aumentar meu patrimônio?

5 - Quanto tempo diário tenho disponível para operar no mercado?

6 - Qual meu capital de risco poderei (e devo) alocar para margem das operações?

7 - Se eu quebrar no primeiro momento, poderei tentar novamente?

8 - Tenho perfil psicológico para esta profissão?

9 - Qual será meu posicionamento técnico, irei criar meus próprios setups ou seguir analistas de mercado?

10 - Qual será minha conduta operacional na medida que as operações forem evoluindo positivamente?

Para este post não ficar muito longo e cansativo, não irei responder estas perguntas hoje. Estou apenas abrindo a discussão e lançando pontos de questionamento importantes que todos os iniciantes precisam ter claros em mente antes de entrar na roda da fortuna e do infortúnio. Dialogue com si próprio. Se já tentou e deu errado procure analisar as falhas. A melhor forma de aprender é errando. Um erro nada mais é do que uma nova chance de recomeçar melhor (mensagem sublimar, rs).

Espero que este post tenha sido útil para você, para mim está sendo, algumas destas questões eu mesmo ainda não respondi com exatidão. Na verdade são questões que precisam estar sendo revisitadas de tempos e tempos. Mas não deixe de refletir a respeito antes de começar ou recomeçar, é muito importante ter um objetivo de vida bem definido, e por trás de todo objetivo deve existir um plano, e por trás de todo plano existem inúmeras questões que devem ser respondidas.

25 comentários:

  1. Olá Uo. Blz?
    Vc é trader institucional?
    Aqui no Brasil é bem difícil ser trader individual. Altas taxas de corretagem, custódia, IR, home broker lentos...
    Do outro lado nós temos traders de alta frequência...
    Abraco.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou não IM, e nem pretendo ser, estou mt satisfeito em trabalhar de chinelo e sem camisa, rs
      Talvez me torne um trader independente algum dia, mas por eqt minha profissão é mesmo engenheiro, na verdade analista de T.I.

      Excluir
    2. Isso aí é tudo desculpa de perdedor. A corretagem em futuros é baixíssima e há ferramentas profissionais de qualidade por preços acessíveis, como o Profitchart.

      Excluir
    3. 95% dos que tentam acabam virando perdedores, é dificil sim, mas nao por causa de taxas e plataformas, mas sim por causas psicológicas.

      Excluir
  2. Olá Uo!

    Post interessantíssimo, já estou ansioso pelos próximos.

    Se uma dica eu posso dar em relação aos daytraders é: Daytrade é profissão, não adianta querer trabalhar numa profissão e ser trader durante alguns minutos, e olha que eu já fiz muito isto.

    Como bem citado, o primeiro passo para ser trader é saber perder dinheiro, controlar os riscos. Quanto eu posso perder no dia? Na semana? No mês?

    Você tem que ser metódico mesmo. Exemplo: Vou começar com capital de R$ 20.000,00, operando uma empresa somente. Se eu perder 2% do capital, só volto a operar no mês seguinte.

    As piores perdas que tive, com trades, foram aqueles baseados na raiva, no momento de um stop, tentar “buscar o prejuízo” a qualquer custo ...

    O dinheiro que você perdeu num trade, nunca será recuperado. Mesmo se você faça outro trade vitorioso na sequência, é outro dinheiro ...

    Ps.: Não sabia que você era parceiro de profissão (T.I).

    Ps. 2: A maneira mais rápida de atingir a IF pra mim, seria virar um daytrader ... Trabalhar de casa seria sensacional.

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Viver!
      Concordo com suas ponderações.
      Ah sim, estou na área de TI de 1990, sou um dos dinossauros, época do "bit lascado", usei disquete de 5 e 1/4 para armazenar meus programas, os PCs nao tinha HD, a tela era toda verde. rs
      Eu ainda não sou Trader mas já trabalho em casa desde 2009, talvez pare um dia de fazer projetos de TI e fique só no mercado financeiro, quem sabe.
      Abraço!

      Excluir
  3. Excelente post.

    Vou responder todas perguntas antes de me meter nas operações.

    Muito válido, e muito, mas muito claro tua explanação sobre o assunto.

    Parabéns

    ResponderExcluir
  4. Muito bom. A maioria dos aprendizes vem pro mercado sem nenhum plano.
    Meu objetivo é ter isso como profissão, mas reconheço que está muito distante, em questão de experiência e também de capital, pois além de consistência lucrativa é preciso um capital largo e reservas para largar outras fontes de renda, como um emprego fixo.
    Recentemente descobri o Forex. Já tinha ouvido falar, mas nunca tinha ido atrás, de fato. Ele me atrai por dois motivos primordiais: roda 24 horas por dia, só para aos fins de semana, me permitindo operar com menos dedicação de tempo e menos pressão para tomar decisão em pouco tempo, me permitindo, por exemplo, operar tempos gráficos como 1 hora ou 4 horas e pelo motivo de permitir treino com volumes financeiros ainda menores que 1 mini índice, por exemplo. Tenho treinado com uma posição cujo pior stop técnico seria a perda de cerca de 40 centavos de dólar.

    Mas tem gente aí que vive só de trade no mercado nacional eu acho isso psicologicamente mais difícil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maluco, eu fui um dos que começou sem plano nenhum, acho que na verdade todos começam se planos, queremos só ganhar dinheiro e mais nada, e a realidade aparece em questão de dias.
      Forex eu passo longe, justamente por rodar 24 horas por dias. Quero ficar no mercado no máximo 6 horas por dia, senão fico maluco, rs.

      Excluir
  5. UB... Parabéns pelo post. Excelente!
    Me encheu os olhos de lágrimas quando citou "trabalhar de pijama e chinelos"... Kkkkkk
    Já fazem 10anos que levanto para trabalhar as 4h da madruga... Kkk
    Mestre UB, quero iniciar nesse mundo trader mas tenho somente R$6mil disponível. Como iniciar com tão pouco?
    Desculpa minha ignorância mas não quero trabalhar mais 20anos para me aposentar e depender da merreca do governo.
    No início do ano me apresentaram o Tesouro-direto, peguei o que sobrou da participação de lucro (PLR) da empresa que trabalho (R$5mil) e comprei tesouro-ipca 2019 e tesouro selic 2021.
    Me fale grande Mestre, me dê uma direção... Rs
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Arri, trabalhar de pijama e chinelo é uma dádiva, eu só não trabalho de pijama porque não tenho nenhum, mas geralmente estou de short e sem camisa, rs. O que me cansa hoje são apenas as viagens a trabalho e ter que depender de sócios. Se um dia eu parar de viajar e depender só de mim então estarei mais satisfeito.

      Sobre seu capital, eu aconselho a empregar no DT no máximo 2% do seu capital total. Se der tudo errado vc vai perder só 2% do seu patrimônio. Porém, para começar fazer DT, um capital inicial de uns 2,5k é necessário. Então, pela minha logica, vc precisaria ter um patrimonio de pelo menos 125k antes de começar a operar.

      Excluir
    2. Ou o cara pode pegar esses 5k e usar como aprendizado, arriscando o mínimo possível, mas já esperando que um iniciante tem grande chances de perde 100% desse capital investido. Tem que estudar bastante antes de começar operar pra saber com exatidão todos os riscos envolvidos, começar ganhado no começo é muito difícil

      Excluir
    3. Se eu tivesse só 5K disponivel nao arriscaria. Esperaria acumular os 125k pra começar, eqt isto ia estudando na demo.

      Excluir
  6. Um excelente site para aprender a ser trader é o:
    http://www.senhormercado.com.br
    Quais livros vc leu para aprender a ser trader??? Vc poderia escrever um post sobre eles???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom, primeiramente não aprendi a ser trader, estou em processo, rs
      Depois falo sobre os livros que já li, mas nenhum serviu pra muita coisa, rs.

      Excluir
    2. O Senhormercado.com.br ajuda bastante com seus livros, mas o autor aparenta não curtir muito day trade ele curte mais positon trade

      Excluir
  7. Uó, de onde você tirou esse número de Traders no Brasil? Acho 800 profissionais um valor muito baixo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tirei de uma apresentação do pessoal da XP. Mas são numeros já antigos.

      Excluir
  8. Uo o marcinho tá montano em cima docê lá no além da poupança sô

    ResponderExcluir
  9. Paciência e persistência se o cara não tiver nenhuma das duas acaba ficando pelo caminho.

    ResponderExcluir
  10. Boa tarde amigos, tenho lido muito sobre o assunto e cada dia mais tenho certeza de que essa é a profissão que quero para minha vida.
    Acabo de me formar em gestão Financeira, onde tive varias matérias e informações dos professores sobre o mercado.
    Sei que só informações não bastam, cada hora aparece uma informação adicional, estou recebendo uns emails da ATOM sobre o treinamento Trade que primeiro ensinam você a operar depois se você for bem pode operar com o dinheiro deles recebendo de 40% a 60% dos lucros com as operações, talvez para um desempregado como eu seja uma boa, o que vcs acham?

    http://vidaloucasa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não encaro Trade como profissão, acho muito desgastante, mas tem gente que lida bem com isto. Precisa ver se é o seu caminho.

      Excluir