quarta-feira, 27 de abril de 2016

Tags: , , , , , , , , , ,

BVMF3: Crescimento, Patrimônio, Receita, Lucro, Margem, ROE, Caixa e Dívida


Ontem publicamos aqui a história e a composição acionária da BM&F BOVESPA - Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros. Hoje iremos detalhar a evolução do patrimônio, receita, lucro, margem, ROE, dívida e caixa da empresa.

No quadro abaixo temos o crescimento dos principais múltiplos fundamentalistas. A coluna "12 Tri" apresenta o crescimento percentual do trimestre 4T2015 em relação ao trimestre 4T2012. A coluna "8 Tri" apresenta o crescimento percentual do trimestre 4T2015 em relação ao trimestre 4T2013. A coluna "4 Tri" apresenta o crescimento percentual do trimestre 4T2015 em relação ao trimestre 4T2014. A coluna "Último Tri" apresenta o crescimento percentual do trimestre 4T2015 em relação ao trimestre 3T2015.


Patrimônio, Receita, Lucro, Margem e ROE

O quadro abaixo apresenta a tabulação dos valores de patrimônio, receita e lucro coletados nos últimos 5 anos. Em azul estão os valores obtidos dos relatórios trimestrais e em preto os valores acumulados calculados.


O gráfico abaixo apresenta a evolução do lucro trimestral. As barras em azul apresentam o lucro trimestre a trimestre. A linha laranja apresenta o lucro acumulado em 12 meses, ou seja, a soma dos lucros dos 4 últimos trimestres.


O gráfico abaixo apresenta a evolução da margem e do ROE. A margem nos dá a relação entre o lucro acumulado nos 12 últimos meses e a receita acumulada no mesmo período. O ROE nos dá a relação entre o lucro acumulado nos 12 últimos meses e o patrimônio da empresa.


O gráfico abaixo apresenta a evolução do patrimônio e da receita em 12 meses. É um importante indicador analisar se um aumento do patrimônio da empresa está sendo acompanhando por um aumento da receita.


Dívida e Caixa

O quadro abaixo apresenta a tabulação dos valores de caixa e dívida coletados nos últimos 5 anos. Em azul estão os valores obtidos dos relatórios trimestrais e em preto/vermelho os valores acumulados calculados.


O gráfico abaixo apresenta a evolução das dívidas de curto e longo prazo da empresa. É possível notar um ligeiro aumento nos últimos trimestres.


O gráfico abaixo apresenta a evolução das dívidas totais e do caixa. Notem que mesmo com o aumento das dívidas a empresa ainda apresenta caixa positivo.


O gráfico abaixo apresenta a evolução do caixa líquido em relação ao patrimônio e ao lucro dos 12 últimos meses.


Sabemos que esta empresa, apesar de ser um monopólio nacional, não tem apresentado crescimento nos últimos anos, fato este que pode ser explicado pela cenário econômico deteriorado e pela pouca cultura do brasileiro em investir na renda variável. Porém, temos agora a aquisição da CETIP e possivelmente uma melhora futura da economia se ocorrer uma transição de governo. Neste contexto, gostaria de conhecer a opinião dos colegas a respeito.

7 comentários:

  1. Uó,

    O que você achou dos dados fundamentalistas dela e, principalmente, de sua governança corporativa?

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom, a empresa tem lucros consistentes, porém não estão aumentando. Tem dívidas mas o caixa está positivo. É monopólio, um positivo. Se a economia melhorar ela vai junto. Estou de olho.

      Excluir
  2. UO, parabéns pelo trabalho!
    De acordo com essa avaliação, vc pretende ser sócio desta empresa?

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já sou sócio pois tenho CETIP, rs. A questão é se continuarei aportar nela.

      Excluir
  3. Olá Uó,
    Não vejo a BM&F Bovespa apresentando um crescimento exponencial do seu lucro, devido ao fato de que o brasileiro não é afeito ao investimento e muito menos ao investimento em renda variável. Há de se fazer um trabalho de marketing muito agressivo, semelhante aquele que até pouco tempo atrás tinha como o Pelé o garoto propaganda, só que nesse época a situação macroeconômica não ajudou como não ajuda até o presente momento.
    Esse trabalho é de "formiguinha", temos que primeiramente ensinar educação financeira nas escolas, depois desmitificar essa imagem de que bolsa é igual cassino, nossos governantes têm que se mostrarem responsáveis financeiramente, as empresas têm que parar de prejudicar o minoritário, "insider" punidos, desburocratizar o processo de investimento, para aí termos um crescimento no número de investidores.
    Espero estar vivo para participar dessa realidade (o que acho muito difícil).

    www.nzofinancas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente bolsa no Brasil é "coisa de doido" para 99% da população. Mas isto pode mudar um dia.

      Excluir
  4. so existe uma solução imediata pro crescimento da bolsa brasileira

    Acabar com a previdência pública

    ResponderExcluir