domingo, 13 de março de 2016

Investimentos Além da Poupança


O personagem da série Blogueiros Notáveis deste mês é o colega Além da Poupança. Este é sem dúvida um dos blogueiros que mais contribuem com a blogosfera financeira (talvez o que mais contribuiu até hoje). Através do seu blog, ele fornece conteúdos ricos em informações para o pequeno investidor. Os assuntos vão desde simulações de investimentos até comentários detalhados de livros. Vamos conhecer um pouco mais este blogueiro (por ele mesmo)...

Minha história em investimentos começou quando criança. Sempre tive curiosidade sobre aplicações. Não sei se é por causa da convivência com uma família que sempre estava sobrevivendo no limite do cartão de crédito e que estava acostumada a pegar empréstimos, ou se porque eu sempre fui bom em matemática. Mas desde criança, sabia que ao se colocar dinheiro na poupança este dinheiro rendia, e sabia os conceitos dos juros compostos. Não sabia que o termo era “juros compostos”, mas sabia que havia a possibilidade de se ter uma grande quantidade de dinheiro, do qual parte da renda eu poderia viver, enquanto a outra parte eu poderia reaplicar.

Não venho de família abastada. Pelo contrário. Era raridade eu ter algum dinheiro comigo. Aprendi desde cedo a gastar sabiamente o dinheiro que eu ganhava. Gastava pouco com doces e coisas do gênero, e quando eu gastava, fazia o dinheiro durar por um bom tempo.

Com o tempo fui crescendo, até conseguir o meu primeiro emprego. Ganhava um salário mínimo, e sempre precisava pegar nem que sejam 30 ou 40 reais do cheque especial. Sabia que era completamente prejudicial, mas infelizmente meus gastos, por mais que fossem controlados, passavam um pouco o salário. Com isso aprendi uma coisa: é fácil cair na armadilha das dívidas. Eu que era muito controlado, solteiro, escapava por um triz todo mês, imagina quem tem uma família para sustentar, sem uma madura consciência financeira.

Diante dessa berlinda, precisei tomar providências. Estudei arduamente sozinho, e passei em um concurso público. O salário aumentou consideravelmente, e de aperto passei para a situação de fartura. Conseguia guardar todo mês cerca de 40% do minha remuneração, que depositava religiosamente todo mês na minha poupança. Isso se passava no início de 2008.

Nunca confiei em bancos. Por consequência, sempre desconfiei do que os bancos ofereciam. Relutava quando ouvia sobre CDB, CDI, Previdência privada e Título de Capitalização. E meus olhos estavam atados ao meu sonho de criança: ter um montante grande o suficiente na poupança no qual os juros me sustentassem.

Entrava e acabava mês, estava fervoroso na minha estratégia, até que aconteceu um fato que mudou completamente meu modo de pensar.

Um figurão de onde eu trabalhava fez uma palestra sobre investimento, mais especificamente à ações, com uma pitada de Tesouro Direto. Ele apresentou gráficos históricos de diversas ações, falou sobre Bluechips, linhas de tendência, e outros métodos gráficos. Comentou brevemente também que o Tesouro Direto é um investimento interessante. Houve um estalo na minha cabeça. Descobri que havia outra formas de ganhar dinheiro sem contratar serviços bancários. Aprendi que havia algo Além da Poupança.

Após a palestra, fiquei maravilhado com a possibilidade de obter ganhos mais rápidos. Peguei o nome do livro que o palestrante utilizava, comprei e devorei cada linha. Consegui programas que auxiliavam na Análise Técnica. Ao mesmo tempo em que estudava, observava dia a dia o que acontecia com a bolsa de valores, que estava no auge da crise de 2008, praticamente no fundo. Depois de algumas simulações, fiquei confiante e me aventurei na compra e venda de ações.

Fiquei na compra e venda de 2008 até meados de 2010, época que estava para ser transferido para outro estado, além de estar enamorado com minha atual esposa. Comparei minha performance com a do índice da bolsa. Enquanto o iBovespa estava recuperado, meus investimentos em ações estavam estacionados. Após um ano e meio, eu estava no zero a zero.

Demorei a perceber que tinha alguma coisa errada. Aproveitei minha mudança para outro estado e me desliguei da bolsa. Muitos desistiriam ao saber que até a poupança ganhou de seu investimento pessoal em ações. Mas como sou muito persistente, resolvi estudar outras formas de investimento.

Fiquei durante o fim de 2010 navegando por diversos blogs na internet à procura de um sistema simples, porém que traga retornos respeitáveis. Testei muitos sistemas diferentes, fiz diversas simulações, e finalmente encontrei um do qual me identifiquei.

Resolvi investigar melhor o sistema de Investimento Gradual em ações. Como eu achava estressante acompanhar frequentemente as cotações da bolsa, esse sistema me garantiria liberdade e tranquilidade para investir. O requisito é o investimento em boas empresas, que possuem uma margem de segurança adequada. Precisei aprender a selecionar as empresas que entrariam para minha carteira. Nunca me baseei pelo que os analistas de corretoras recomendavam. Sou de fazer minhas próprias análises, colhendo os frutos ou assumindo a responsabilidade dos meus erros. E não adiantou, precisei estudar contabilidade para entender o significado dos balanços empresariais.

De um livro básico de contabilidade, passei a livros de análise fundamentalista, de biografias de investidores, de investimentos em small caps e de operações com opções. O que começou com um simples livro, se transformou em uma coletânea de algumas dezenas deles.

Hoje tenho 25 anos, casado, e não tenho filhos (continua casado e já tem um filho). Como precisei ser transferido, estou morando de aluguel, o que exige de mim um controle de gastos maior do que antes. Meu objetivo é comprar uma casa própria, mas sem pressa. Ao contrário do que muito brasileiro acha, não vejo o aluguel como um dinheiro jogado fora. Por isso, invisto em ações e caso apareça uma boa oportunidade de comprar um imóvel, faço a transação. Enquanto não aparece, vou seguindo religiosamente minha estratégia.


Agora que vocês já conhecem um pouco mais deste blogueiro notável, destaco abaixo seus melhores posts segundo minha opinião...

Último Post: Livro e sorteio – Como ficar rico comprando imóveis em leilões

Planilha de Controle: Planilha de acompanhamento de rendimentos mensais

Opinião

O que aprendi após cinco anos de mercado de ações
Meu método de precificação – Teoria e prática
As ações deveriam render mais que outras classes de investimento?
O caso Mesbla e suas lições
Qual a importância do pequeno investidor para o mercado de ações e para as empresas?
Seja um pitecofóbico. Fuja dos micos da bolsa!
Empresas boas x Empresas ruins
Não tenha medo do mercado de ações
Aportes mensais te ajudam a perder para o mercado
Cuidado com as dicas quentes
O número mágico da independência financeira

Simulações

Simulação de modalidades de aportes – CIEL3
Simulação de aportes dobrados - BBAS3
Simulação de compras periódicas – BBDC4
Simulação de compras periódicas – CMIG4
TD x FII - Uma breve simulação de compra

Análise de Fundamentos

Análise e opiniões - Alpargatas e Grendene - Conclusão
Análise e opiniões - BRFS3 e MDIA3 - Mais gráficos e conclusão

Análise de Livros

Livro - O Tao de Warren Buffett
Livro - Warren Buffett e a Análise de Balanços
Livro - Os Segredos de George Soros & Warren Buffett
Livro – O jeito Warren Buffet de investir
Livro – Pai Rico Pai Pobre
Livro – O jeito Peter Lynch de investir
Livro – Investindo em ações no longo prazo

Conceitos Básicos

Ações preferenciais – Origem e esclarecimentos
Quiz do mercado de ações - Respostas
Saiba mais sobre o mercado fracionário
Dividendos. Um fim, não necessariamente um meio
Informações sobre o Tesouro Direto
Entenda a variação dos títulos
Calculando de forma correta seus investimentos - Parte 1
Calculando de forma correta seus investimentos - Parte 2

15 comentários:

  1. Parabens Uo.

    AdP, ao lado do BonsDividendos, foram importantes para mim em conhecimento.

    Lia bastante o Inv Troll também.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hoje acho o blog do AdP ao lado do seu os dois melhores! Parabens a ambos!

      Excluir
    2. Dois gigantes da blogosfera financeira.

      Excluir
  2. Uma bela homenagem, com estilização de logo e ótimas referencias.

    ResponderExcluir
  3. Uo,

    Po bacana mesmo ... dei uma olhada ali nas simulações .. muito bacana... conteúdo realmente de qualidade ..

    ResponderExcluir
  4. Uau! Parabéns pela entrevista! Além da Poupança é um grande blogueiro, com grande informações. Aprendo muito no blog dele!

    Parabéns!

    ResponderExcluir
  5. Muito bom, acho de grande valia ter varios blogs no qual compartilha suas experiencias e alem das dicas.Entrando na onda de FIIs esse mes da um outro olhar p futuro.
    Prbs

    ResponderExcluir
  6. Sensacional blogueiro, e muito justa homenagem...

    ResponderExcluir
  7. Ambos com excelentes blogs.
    Parabéns!

    Abraço

    ResponderExcluir
  8. Parabéns... O além da poupança é um ótimo blog, sempre com coisas novas nas postagens. Abraço U.O

    ResponderExcluir
  9. Grande Uo, o mineiro de minas. Obrigado pela postagem e pela homenagem.
    Abraços e sucesso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mineiro de minas ?

      Excluir
    2. Não há de quê, parabéns pela grande contribuição à blogosfera.
      Aproveitando o comentário, estão falando mt bem na nossa querida Alupar...
      https://www.youtube.com/watch?v=aJsUQSxWN5I

      Excluir
  10. Obrigado a todos que comentaram!
    Grande abraço!

    ResponderExcluir