quinta-feira, 24 de março de 2016

Manhattan Connection: Jazz de Minas para o Mundo!



Desde a década de 60, com o movimento Clube da Esquina, Minas Gerais conquistou um lugar de destaque na música brasileira. Este movimento marcou toda uma geração e até hoje é cultuado por pessoas de todas as idades. Teve início quando  jovens músicos começaram a se encontrar na cena musical da capital mineira. O som produzido fundia as inovações trazidas pela Bossa Nova a elementos do jazz, do rock’n’roll, de música folclórica dos negros mineiros e alguns recursos de música erudita e música hispânica.


Inicialmente representado por Milton Nascimento, Wagner Tiso, Fernando Brant, Márcio Borges, Nivaldo Ornelas, Toninho Horta e Paulo Braga, a turma mineira foi agregando uma constelação de instrumentistas e compositores. Nos anos 70, esses artistas tornaram-se referência de qualidade na MPB pelo alto nível de performance e disseminaram suas inovações e influência a diversos cantos do país e do mundo.


Hoje o cenário musical mudou e os expoentes da nova geração de músicos mineiros está fortemente representado pelas bandas de pop-rock Pato Fú, Jota Quest e Skank. A última, na minha humilde opinião, a melhor banda brasileira da atualidade. Estas bandas costumam lotar ginásios e estádios pelo país a fora com um som dançante e inteligente.

Manhattan Connection

Após 23 anos utilizando a mesma vinheta, o programa Manhattan Connection ganhou um novo tema e com DNA mineiro. Com uma pegada de jazz bem marcante, The Manhattan Connection' s theme ganhou a interpretação da cantora Lívia Tucci e a participação dos músicos Bruno Vellozo (baixo), Felipe Villas Boas (guitarra) e Fernando Delgado (bateria). A composição é de Rodrigo Guimarães co-autor ao lado do pianista José Namen. É Minas Gerais mais uma vez exportando música de alta qualidade.


Desejo uma boa páscoa a todos os leitores.

Abraço d'Uó!

2 comentários: