domingo, 16 de dezembro de 2018

Eike Batista Hoje

Acabei de ler hoje o estupendo livro "Eike Batista - Tudo ou Nada" da jornalista Malu Gaspar. Esta não é uma biografia qualquer, trata-se de um verdadeiro relato do que se passa nos bastidores do mundo corporativo e da indústria de IPOs do mercado financeiro brasileiro.

A história principal, como todos já sabem, é a ascensão e queda do empresário Eike Batista, mas lendo este livro você irá conhecer um pouco mais sobre as ligações nada transparentes entre o mundo empresarial e o mundo político. Verá também como um seleto grupo de empresários e banqueiros ganharam milhões de dólares com as empresas X na bolsa de valores.

Não é um livro que você lerá em uma sentada, é uma obra extensa e detalhada em muitos aspectos, mas se você se propor a ler um capítulo por dia irá beber as quase 600 páginas em menos de duas semanas. É uma leitura longa mais muito saborosa. Recomendo fortemente para quem vive o mercado financeiro no dia-a-dia como eu.


Livros na fila para serem lidos após "Tudo ou Nada"

O império X desmoronou, Eike Batista disse que foi duro voltar para a "classe média". Atribuiu seus infortúnios ao grupo de executivos que o cercaram. Acredita piamente que as projeções do Dr. Oil foram um golpe mortal nos seus planos de se tornar o homem mais rico do mundo. Depois de ter alardeado para Deus e o povo que os campos tubarões estavam repletos de petróleo, veio a notícia derradeira: "Não tem óleo Eike!".

Com a queda da OGX caiu também a OSX. A OGX virou Dommo Energia. A LLX virou Prumo Logística. A MPX, talvez a menos problemática de todas, virou Eneva. Esta última, inclusive, coloquei recentemente no meu portfólio de ações (paguei 11,90 por ação). A MMX foi comprada pela Anglo American, que reclama na justiça ter sido enganada pelo Mr. X. Já a CCX é um mistério.

Ao ler o livro da Malu, consegui ter uma ideia muito clara de como surgiu cada uma destas empresas no Power Point do Eike. Tenho que admitir que o Sr Batista é muito bom em idealizar negócios e vender para investidores. Rodou o mundo, bateu na porta de centenas de fundos internacionais. Alguns compraram as ideias, outros não.

O livro relata ainda situações pitorescas da vida do mega empresário, como esta:

O livro revela que Eike chegou a batizar um projeto da mineradora MMX como Sagitarius, em “homenagem a uma boate de striptease de Belo Horizonte’’. E mais: há quatro anos, a queda por mulheres jovens e bonitas teria deixado o empresário numa posição delicada, quando a advogada Flávia Sampaio, com quem é casado, teria descoberto seu fetiche por prostitutas e o chantageado. Desconfiada das ausências do então namorado, Flávia foi ao escritório do empresário e acessou — com a ajuda de uma amiga funcionária de informática da empresa — o computador da secretária de Eike, onde teria encontrado “catálogos virtuais, com fotos de garotas de programas de diversos locais do Brasil”. Segundo o livro, Flávia encontrou mensagens das meninas e dos agenciadores perguntando se o “cliente” gostara do atendimento. Em troca do silêncio, Flávia teria sido instalada num apartamento na orla de Ipanema. Em outubro de 2010, ganhou também uma clínica de beleza para administrar, que consumiu R$ 15 milhões e fechou em 2012, sem dar lucro. Advogado de Eike, Sérgio Bermudes nega que o cliente tenha sido chantageado: — Ele está lendo o livro e ficou chocado com a grande quantidade de inverdades. Ele não foi chantageado pela mulher dele, mãe do filho. Nunca houve isso. Fonte 

Se é verdade eu não sei, mas onde há fumaça há fogo. Esta boate New Sagitarius aqui em BH é conhecida como destino certo dos altos executivos que por aqui passam. Outro episódio curioso que o livro relata foi a "consultoria" que Eike Batista contratou de uma esotérica. No auge da crise do grupo, o empresário tentou de tudo, e uma das dicas da consultora foi mandar mudar a rotação do sol que estampa o logotipo da holding.

O diagnóstico foi claro: o sol que reluz nas marcas de todas as empresas do grupo estava girando para a esquerda. Obviamente, segundo a consultora, isso teria que ser alterado. E foi. Na sexta-feira, um comunicado interno explicou: – A logomarca das empresas do grupo EBX passou por um ajuste. E rogou aos funcionários que ninguém perca tempo: – Na intranet você já encontra as novas logos e o arquivo para trocar a assinatura de e-mail. A colaboração de todos é essencial neste processo. Para os olhos de um leigo, contudo, a mudança é praticamente imperceptível. Então, ficamos combinados assim: os raios solares emitindo luz ao contrário têm o condão de fazer estragos bilionários nos resultados de um grupo empresarial.". Fonte


Como podemos perceber, não adiantou mudar a rotação do sol. Foi tanta "energia negativa" que o empresário chegou a ser preso tempos depois por suspeitas de ligações com o Cabral. Diz ele que eram apenas bons amigos, emprestava o jatinho Gulfstream apenas por camaradagem. Eike Hoje aguarda em liberdade o próximo julgamento. Disse recentemente ao repórter Cabrini que a principal vítima da queda do grupo X foi ele mesmo. Chegou até a chorar ao dar a entrevista. Mas ainda continua faturando alguns milhares de dólares mensalmente, graças a consultorias que vem dando a empresários em busca de suce$$o.

quinta-feira, 13 de dezembro de 2018

-LINX3 +CAML3: Realocação na Carteira de Ações

Realocação na carteira de longo prazo: diminuindo exposição na Linx e aumentando na Camil. Nada a ver com fundamentos ou realocação entre setores (ambas empresas continuam promissoras e com bons fundamentos), apenas diminuindo a exposição na Linx que dobrou nos últimos 3 meses e aumentando na Camil, ação esta que o mercado ainda não encontrou mas encontrará em breve, rs. Confira as últimas notícias sobres as duas empresas:

Linx


A Linx, líder e especialista em tecnologia para o varejo, acaba de anunciar sua mais nova solução, o Linx Pay. A oferta tem como objetivo garantir mais flexibilidade e precisão aos varejistas no recebimento de pagamentos tanto no ambiente físico quanto em lojas virtuais, sem abrir mão da segurança. Este é o primeiro lançamento da Linx Pay Hub, unidade de negócio especializada em serviços financeiros que foi criada recentemente para simplificar conexões e acelerar negócios.

Pensada para ser a oferta de pagamento mais completa do mercado, a Linx Pay é um pacote de serviços que disponibiliza ao varejista soluções 100% integradas às plataformas de gestão da Linx que vão desde a captura, gerenciamento e liquidação de transações, até emissão de cupons fiscais, gateway de pagamentos, entre outros. Dentre os principais diferenciais do lançamento está a função ‘split de pagamento’, com a qual o lojista consegue repassar os custos a seus fornecedores no ato da transação - operação que atualmente costuma demorar dias e é feita manualmente -, antecipação customizável de recebíveis, na qual o varejista poderá acionar a Linx e, dependendo do caso, poderá receber o valor até no mesmo dia. 



Desde que anunciou sua entrada no mercado de meios de pagamento em meados de outubro, as ações da Linx subiram mais de 90% – um dos casos de re-rating mais instantâneos da Bolsa. Agora, o mercado está tentando entender quanto de fato vale a oportunidade e se a ação tem potencial para continuar subindo.

Para o BTG, por exemplo, a resposta é um sonoro 'sim'. Os analistas do banco aumentaram o preço-alvo do papel de R$ 22 para R$ 36, depois de chegar a um valor justo de R$ 14 por ação apenas para o Linx Pay, a divisão que concentra as soluções de pagamento. E isso numa estimativa conservadora.Na análise mais otimista – em que todas as previsões da Linx para o Pay se tornam realidade – o BTG chega a um preço-alvo de R$ 71 por ação, com a divisão de pagamento sozinha valendo R$ 49/ação.

A Goldman Sachs também se debruçou sobre os números da fintech, e o resultado foi mais conservador: o banco atribuiu um preço-justo de R$ 30/ação, em linha com o valor da empresa na Bolsa. A diferença: em seu cenário-base a Goldman considerou que o Linx Pay capturaria apenas 30% de seu mercado potencial e que o ‘take-rate’ seria ainda mais baixo, de 0,6%.

Num evento com investidores promovido pela Goldman na semana passada, a direção da Linx sinalizou que o Linx Pay começou com o pé direito. "Eles estão animados com os resultados iniciais e disseram que, desde o lançamento, tiveram uma taxa de 80% [na conversão de clientes abordados]", escreveram os analistas do banco.

Já o Credit Suisse atribuiu um valor ainda maior para a fintech de pagamentos: segundo o banco, a Linx Pay sozinha vale R$ 18 por ação – mais da metade do valor justo total atribuído à empresa, de R$ 35. O CS considerou um ‘take-rate’ de 0,7% e R$ 37 bilhões em transações em 2021.

Para além do potencial do negócio de meios de pagamento, a Linx se tornou um alvo óbvio para as grandes adquirentes, que tem buscado completar sua oferta de serviço para fidelizar os clientes – o que contribui para a alta do papel.

Fonte

Camil


A Camil Alimentos anunciou a aquisição de 100% da SLC Alimentos Ltda. Dona das marcas Namorado, Butuí, Bonzão e Americano, a SLC Alimentos registrou faturamento líquido de R$ 512 milhões (2017) e foi avaliada em R$ 308 milhões. A empresa atua na industrialização e comercialização de arroz, feijão e lentilha e está presente nas cinco regiões do Brasil, além de exportar para mais de 20 países. Segundo nota oficial da Camil, a compra da SLC Alimentos está alinhada com a estratégia de crescimento da companhia, que consiste em ampliar a liderança no mercado brasileiro de arroz e feijão e realizar aquisições estratégicas que agreguem escala ao modelo de negócios. Representa ainda uma oportunidade de crescimento nos mercados das regiões Sul, Sudeste e Nordeste, bem como adiciona ao portfólio da Camil Alimentos marcas com relevância de mercado, aumentando a competitividade no segmento Ocupação.

"Temos um histórico consistente de crescimento tanto de maneira orgânica como por meio de aquisições estratégicas. Desde a abertura de capital, realizada em 2017, estávamos em busca de uma companhia que complementasse a atuação da Camil e agregasse participação em mercados estratégicos. Temos marcas líderes, nas quais investimos continuamente. Faz todo o sentido adquirimos uma marca relevante como Namorado", afirma Luciano Quartiero, CEO da Camil Alimentos. A aquisição da SLC Alimentos também inclui as cinco unidades fabris - localizadas em Alegrete (RS), Capão do Leão (RS), Jaboatão dos Guararapes (PE), Paraíso do Tocantins (TO) e Tatuí (SP) - além de seis centros de distribuição em Brasília (DF), Conceição do Araguaia (PA), Caucaia (CE), Jandira (SP), Porto Alegre (RS) e Simões Filho (BA).



Na primeira aquisição desde seu IPO, a Camil acaba de comprar a SLC Alimentos, dona das marcas de arroz e feijão Namorado, Butuí, Bonzão, e a quinta do País em faturamento e volume. A aquisição dá à Camil — que opera com a marca homônima no mercado premium — uma segunda marca de combate, a Namorado.

Hoje, a Camil opera uma marca de combate nacional — a Pop — e tem fortes marcas regionais que vieram com aquisições: o arroz Carreteiro (no Rio), Saman e Pai João (em Pernambuco e no Ceará) e o Bom Maranhense (adivinha onde). A Namorado, um pouco mais premium, tem presença nacional e deve permitir à companhia trabalhar mais pontos em sua curva de preço.

O namoro com a SLC era um caso antigo: as duas empresas já haviam conversado diversas vezes mas nunca chegaram a um acordo. A SLC pertence à família Logemann, que também controla a SCL Agrícola, e faturou R$ 512 milhões no ano passado, com um EBITDA de R$ 32 milhões.

Com a aquisição, a Camil passa a ter pouco mais que o dobro do volume do segundo colocado no mercado de arroz, a catarinense Urbano. A aquisição quadruplica a presença da Camil na região Sul (onde seu share vai de 1% para 4%), dá à empresa cinco pontos percentuais valiosos na Grande São Paulo (onde vai de 32% para 37%) e estabelece um posto avançado no coração do Brasil, a partir de uma fábrica em Tocantins capaz de atender todo o Centro Oeste e parte do Nordeste.

A Camil enfrentou problemas mais urgentes: logo depois do IPO, sobreveio uma tempestade perfeita, quando os preços do arroz, feijão e açúcar caíram simultaneamente. A deflação no preço dos alimentos penalizou a ação — que ainda negocia abaixo dos R$ 9 do IPO — e forçou a Camil à velha escolha de Sofia: preservar margens ou volumes?

No IPO da Camil, há pouco mais de um ano, o CEO Luciano Quartiero disse que a estratégia de crescimento teria três pilares: consolidar a presença nos mercados onde a companhia já atua; entrar em novas categorias como café e massas, que têm alto giro e muita sinergia com os negócios existentes; e ampliar sua presença na América Latina.

“Eu optei por defender margem,” Quartiero disse ao Brazil Journal. “Foi uma decisão dura de ser tomada, mas ainda acho que foi a correta. O mercado todo sofreu, mas a Camil sofreu menos que todos os concorrentes.”

Fonte

segunda-feira, 10 de dezembro de 2018

Conhecer a História do Queen? Não Veja Bohemian Rhapsody!

Finalmente fui ao cinema ver Bohemian Rhapsody. É impressionante a bilheteria que este filme está tendo nos cinemas brasileiros. Em época de Anita e Pablo Vitar, pensei que ninguém mais se lembrava mais de bandas como esta. O filme está em cartaz há semanas e ainda continua atraindo público, é difícil ver isto acontecer no Brasil. Noto o interesse pelo filme principalmente no meu site Web Informado, pois fiz um post sobre o filme alguns meses atrás e a média de acessos tem sido em torno de 1.500 page views diários desde que estreou nos cinemas.


Mas confesso que não estava muito interessado no filme, por isto demorei tanto tempo para ir. Algo me dizia que este filme me traria alguma decepção, que de fato ocorreu. Para quem é fã do Queen e principalmente para o fã brasileiro, o filme soou quase como um sacrilégio. Freddie Mercury deve ter se contorcido na sepultura. O mais intrigante é que Brian May e Roger Taylor participaram ativamente do filme, chegando ao ponto de pedirem para demitir o primeiro diretor, e mesmo assim deixaram passar erros grotescos de cronologia da banda.

Mas tudo bem, o cinema tem licença poética não é mesmo? Sendo assim, se você não viu o filme ainda, não espere conhecer a história do Queen neste filme, há muitos documentários melhores por aí. O erro que mais me chamou atenção foi o fato do show do Rock in Rio se passar nos anos 70 no filme, sendo que na realidade o show foi em 85. É engraçado ver o Freddie relatando para sua namorada como a multidão cantou a música Love of My Life, e este relato no filme ocorre quando Freddie estava sem bigode, e se você for ver o show real verá o Freddie cantando com seu famoso bigodão.


Se você fizer uma pesquisa na internet verá diversos sites relatando os erros do filme, mas um erro em particular você não verá nestes sites, acho que só eu notei este erro, ou talvez tenha me enganado. Talvez um fã do Queen que more no Rio poderá me confirmar esta observação. Este erro ocorre quando é apresentada uma cena onde Freddie Mercury está hospedado no Rio, logo após o show do Rock in Rio. Nesta cena, ele está em um quarto de hotel, acompanhado de dois "amigos", e aparece na janela do quarto a imagem de uma praia. A praia mostrada neste filme é a de Ipanema, pois aparece ao fundo o morro Dois Irmãos. Não encontrei esta cena do filme na internet para mostrar aqui mas a visão é como esta da imagem abaixo:


Visão da praia de Ipanema

Contudo, todos nós sabemos que o Freddie se hospedou no Copacabana Palace, ou seja, além de terem adiantado o show do Rio em pelo menos uns 7 anos, também mudaram a praia onde o cantor se hospedou.


Visão da praia de Copacabana a partir do Copacabana Palace

Mas detalhes são detalhes, apesar destes erros, valeu o preço do ingresso só pela última cena do filme que reproduz com riqueza de detalhes o show Live Aid. Este é de fato o ponto alto do filme, confesso que escorreu uma lágrima vendo esta cena. Rami Malek chegou bem perto do Freddie, seria exigir muito do ator uma performance mais real. Outro Freddie Mercury nunca existirá. Difícil comparar com a encarnação de Ray Charles pelo ator Jamie Foxx, este sim um dos melhores filmes biográficos que já vi até hoje.


Freddie Mercury no Copacabana Palace 

Para finalizar, relembre a antológica entrevista que Freddie Mercury concedeu a Gloria Maria. Uma verdadeira aula histórica de como não entrevistar uma lenda do rock. 

domingo, 2 de dezembro de 2018

Zero Coca-Cola

Depois que o indivíduo passa dos 40 anos e começa a ter uns "piripaques" é que ele finalmente acorda para a alimentação saudável. Nunca fui um bebedor de refrigerantes mas vez ou outra me via bebendo uma Coca-Cola, geralmente em festas de crianças que não servem cerveja ou tomando uma cuba livre em uma noitada. Mas resolvi cortar definitivamente a Coca-Cola há algum tempo. Outro dia até fui tomar uma cuba livre mas me deu dor de barriga e larguei o drink no meio. Interessante como o corpo se adapta rápido a uma mudança de estilo de vida.

Certa vez li uma matéria sobre os hábitos alimentares de Warren Buffett. Para ele, o segredo é alimentar-se “como um menino de 6 anos”. Mas nesta alimentação estão incluídos muita batata chips, sorvetes e cinco latas de Coca-Cola por dia. "Pesquisei e descobri que a faixa etária de menor mortalidade é a de crianças de 6 anos. Por isso, como e bebo o que elas comem”, disse o megainvestidor que já está quase nos 90 anos de idade.

Quando ele está em sua mesa na sede do fundo Berkshire Hathaway, em Omaha, ele bebe Coca-Cola normal. Em casa, ele prefere a Cherry Coke. Buffett explicou: “Se eu comer 2,7 mil calorias por dia, um quarto é de Coca-Cola. Eu bebo pelo menos cinco latas por dia. Faço isso todos os dias, três durante o dia e duas a noite.” Buffett precisa ser estudado pela ciência, tanto sua mente de investidor quanto seu corpo que recebe uma carga tão grande de Coca-Cola e se mantém de pé.


O fato de Buffet ter bilhões em ações da Coca-Cola seria apenas coincidência?

quinta-feira, 29 de novembro de 2018

Sites e Blogs de Finanças Mais Acessados do Brasil em 2018

Atendendo a pedidos, estou descontinuando o ranking da finansfera com a utilização do Alexa. A patir de agora, passo a usar apenas o SimilarWeb que já vinha utilizando em outro ranking. Contudo, não usarei os indicadores de posicionamento. Caso queiram ver o ranqueamento através destes indicadores, favor consultar o ranking Sou Poupador. Utilizarei apenas o número de visitas estimadas para ranquear. Claro que é uma medida imprecisa, mas os indicadores também o são. E para não fazer a mesma coisa que o Sou Poupador se propos a fazer, não utilizarei tais indicadores.

Estou adicionando outros sites ao ranking, agora não se restringe mais ao universo paralelo da finansfera. É um ranking mais amplo. Acho que desta forma, algumas pessoas que estavam incomodas com meus sites sempre liderando o ranking ficarão mais contentes. Infelizmente o SimilarWeb não pegou as visitas estimadas da maioria dos blogs, incluindo este que vos fala, mas como falei acima, vocês poderão consultar o ranking do Sou Poupador pois o SimilarWeb informa os indicadores para mais blogs. Se algum blog ou site ficou fora da lista favor informarem.

domingo, 25 de novembro de 2018

Último Ranking da Finansfera de 2018

A duas primeiras posições do ranking da finansfera ficaram inalteradas (está difícil desbancar estes dois sites hein?! rs). O Pobre Poupador conseguiu subir 1 posição tomando o lugar do Investidor Internacional. O Viver de Dividendos perdeu duas posições dando lugar ao Viagem Lenta e ao Valores Reais.

Na oitava posição, aparece meu novo site de investimentos, um projeto ainda embrionário que tem tudo para crescer mais nos próximos meses. Na nona posição, aparece nosso twitteiro mais atuante e fã de cosplay Investidor Inglês. Na décima posição, aparece o Resenha Virtual.

Quem se destacou foi o KBInvestimentos que subiu 24 posições e agora é o décimo primeiro. Este blog que vos fala também subiu muito e agora ocupa agora a décima segunda posição (é o blogspot mais bem colocado no ranking). Outros que subiram foram: AdP, Antipoda, Seu Madruga e Simplicidade. O excelente blog AposenteAos40 manteve a posição inalterada.

sábado, 24 de novembro de 2018

Seu Sucesso Depende de Foco nos Objetivos

Este é um post em homenagem ao saudoso colega blogueiro Investidor Troll. Aliás, tenho que confessar que sinto saudade daquela finansfera "old school". A blogosfera de finanças cresceu muito e hoje não é mais possível acompanhar as discussões em todos os blogs. Antigamente dava para ir de um em em para saber o que estava acontecendo. Hoje a comunidade se fragmentou dado a quantidade de blogs em atividade, mas alguns bons blogs de antigamente não estão mais na ativa como o do Troll, do DiFinance, do Economicamente Incorreto, dentre outros. Estes três eram um dos blogueiros que promoviam as discussões mais acaloradas. Da velha guarda ainda temos os bons blogs do AdP e do Corey que ainda conseguem manter um certo ritmo de postagens. Não podemos também esquecer do Viver de Renda e do Valores Reais que foram os pioneiros (relembre aqui a timeline da finansfera).


Lembrem-se sempre: todo sucesso depende de foco. Bom fds a todos!

sexta-feira, 23 de novembro de 2018

Promoção de Fritadeira Air Fryer na Black Friday?!

A semana da Black Friday é historicamente excelente para quem monetiza sites e blogs com publicidade. Como as varejistas inundam a internet com propagandas das ofertas, é normal que os sites apresentem um CPC acima do normal. Nesse período até o fim do ano no Natal, os valores de CPC costumam aumentar bastante por conta da concorrência e pela busca do melhor espaço publicitário. Se você não sabe o que significa CPC, trata-se do valor cobrado por um clique em um anúncio.

E por que o CPC aumenta? Simples: como os espaços publicitários (sites e blogs) não aumentam da noite para o dia, a concorrência para os anunciantes torna-se maior pois no período existem mais anunciantes em busca de espaço publicitário que se manteve praticamente inalterado. É a velha lei de mercado da oferta e demanda.

Neste contexto, o desafio dos profissionais de marketing digital é tentar pagar o menor CPC, para que as campanhas não fiquem muito caras. Por outro lado, o desafio dos donos de sites e blogueiros é tentar exibir anúncios com maior CPC possível, para faturar mais com os anúncios.

Confesso que até hoje não realizei nenhuma otimização nos meus anúncios. Me falta conhecimento e tempo para realizar testes. Mas conheço pessoas que conseguem aumentar seus ganhos com técnicas de segmentação de anúncios. O que tenho feito é algo mais simples, tenho procurado gerar conteúdo com temas cujo CPC é historicamente alto, como finanças por exemplo. Outros temais com CPC baixo como humor devem ser evitados.

A semana foi de fato muito boa para os sites. Com o aumento do CPC, consegui faturar acima de 100 dólares nos 5 dias da semana. Hoje está sendo o dia com maior CPC, chegou a ficar o dobro do normal no início da tarde. Mas agora no final da tarde diminuiu um pouco. Não posso divulgar aqui meu CPC, é contra as normas do programa Google AdSense, mas pelo valor acumulado no dia de hoje você pode ter uma noção de quão bom é ter sites em época de black friday.


Como ainda são 6 horas da tarde, e as promoções vão até o fim do dia, acredito que hoje será um dia para faturar algo em torno de 130 dólares. Dinheiro mais que suficiente para eu fazer minha compra nesta Black Friday. Não sou consumista, sou extremamente pão-duro. Levo uma vida frugal com pouquíssimos luxos. No ano passado, comprei um celular de 70 reais, mas nesta Black Friday vou gastar um pouquinho mais. Estou comprando esta fritadeira elétrica. Isto se meu cartão de crédito deixar pois até agora não liberou o pagamento.


Fiquei monitorando o preço há meses, até que caiu de agosto pra cá, mas no dia de hoje não teve promoção em nenhum site.


O objetivo desta fritadeira não é fazer batata frita e sim banha de porco a partir de toucinho. Aqui em casa não estamos mais usando óleo vegetal para cozinhar, adotamos a velha e boa banha. Além desta panela, comprei um protetor solar na drogaria perto de casa, este sim entrou na Black Friday, desconto de 20 reais.


E você comprou alguma coisa nesta Black Friday? Encontrou alguma oferta real?

quarta-feira, 21 de novembro de 2018

Movimentação na Carteira de Ações: -EVEN3 +CARD3

Reduzindo posição na EVEN3 ao preço de 5,30 e aumentando posição na CARD3 ao preço de 7,03.


A CSU é empresa líder no mercado brasileiro de prestação de serviços de alta tecnologia voltados ao consumo, relacionamento com clientes, processamento de transações eletrônicas, com soluções completas de programas de cartões de crédito e meios de pagamento eletrônicos, gestão e terceirização de data center, soluções customizadas de loyalty, e-commerce, vendas, cobrança, crédito e contact center.


A Even atua no segmento de empreendimentos residenciais e comerciais, de maneira concentrada nas regiões metropolitanas dos Estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais, São Paulo e Rio Grande do Sul.

terça-feira, 20 de novembro de 2018

O Triângulo do Bitcoin

O mercado de criptomoedas vive dias de turbulência. Enquanto todo mundo esperava o famoso "rally de natal", ocorreu justamente o contrário, mas a literatura técnica já "previa" este movimento.


Triânglo rompido no gráfico histórico do bitcoin

O que é o Triângulo Descendente?


Na análise gráfica, um triângulo descendente é um padrão gráfico que representa um momento de consolidação do preço. Geralmente o triângulo de baixa é formado por no mínimo dois fundos em uma mesma faixa de preço e dois topos descendentes.

Na região dos fundos é traçada uma linha horizontal que funciona como suporte. Ligando os topos é traçada uma linha diagonal descendente que funciona como resistência do padrão. Após traçar as linhas é possível verificar melhor a formação do triângulo.

O triângulo descendente é considerado uma figura baixista, visto que há uma força maior por parte dos vendedores pressionando o preço na linha horizontal. Desta forma, há uma maior chance de ocorrer o rompimento do suporte do padrão.



Padrão Gráfico Triângulo Descendente

A projeção do rompimento é o objetivo de baixa que o preço pode atingir após romper o suporte. Basta pegar a altura da base do triângulo e logo após o rompimento projetá-la abaixo do suporte, visando ter uma ideia até que ponto o movimento do preço pode chegar.

O rompimento do triângulo é considerado válido quando há pelo menos um fechamento abaixo do suporte. Quanto maior for o número de vezes que a linha horizontal de suporte for tocada, mais significativo tende a ser o rompimento, aumentando assim a chance de atingir a projeção de baixa.

Fonte: Dalton Vieira

segunda-feira, 12 de novembro de 2018

Como Ganhar Dinheiro na Internet com a Técnica do Posicionamento Antecipado

No post sobre o case "Eleições" (relembre aqui), o colega Frugal me perguntou quantos dólares recebi com AdSense nos sites. Fiquei devendo esta resposta pois estava planejando fazer um post a respeito. Sempre que envolve valores penso duas vezes antes de publicar pois não gosto de divulgar dados. Mas como um dos objetivos deste blog é incentivar outros colegas blogueiros da finansfera a usar seus sites como fonte de renda extra, então vou divulgar o resultado dos dois últimos meses.


Como pode ser visto na figura acima, o faturamento de setembro foi de 2.347 dólares e o faturamento de outubro foi de 2.591 dólares. Para alcançar esta renda extra, dediquei em média 3 horas do meu dia a 2 sites durante 2 anos. Hoje tenho 5 sites no ar, mas 90% do faturamento vem dos sites principais que são o Abacus Liquid e o Web Informado. Os outros sites são projetos embrionários.

Acredito que em quatro anos poderei dobrar esta renda mas o crescimento daqui para frente será mais lento, pois precisarei dedicar mais tempo a um grande projeto que estou começando na minha empresa de T.I. Penso em dedicar 1 hora por dia para os sites, tempo suficiente para fazer um post por dia. Como são 5 sites, conseguirei fazer um post por semana em cada site. Mais que suficiente.

A mensagem final que deixo aos colegas é apenas uma: persistência! Todo sucesso na vida depende de esforço, nada cai do céu, e mesmo trabalhando duro, o resultado pode demorar. Muitos desistem no meio do caminho, por falta de persistência, mas estou deixando aqui meu relato para provar que funciona e vale a pena. Basta usar algumas técnicas simples e ter dedicação para gerar conteúdo.

No post anterior já havia falado de uma das técnicas que tenho usado e que está funcionando: "posicionamento antecipado". Se você não leu então sugiro ler. É uma técnica simples e que funciona. Com ela, você poderá se posicionar antecipadamente a certos eventos que poderão trazer grande quantidade de acessos ao seu site. Assim, seu faturamento irá aumentar substancialmente.

Vou tirar uns dias de folga e viajar, volto semana que vem, enquanto isto, os sites continuarão faturando. Esta é a graça de ganhar dinheiro na internet, é quase uma renda passiva, quase uma independência financeira. Não é totalmente passiva pois exige esforço para criar e manter, mesmo que você se ausente alguns dias e continue faturando. Mas não tem nada melhor que ganhar dinheiro sem se preocupar com chefes, clientes, prazos, mercado. É algo só seu, um empreendimento, que você poderá, inclusive, deixar de herança para seus dependentes, sem imposto sobre herança.

sábado, 10 de novembro de 2018

Marketing 3.0 e a Transição do Vinil para o Download

Seguindo a ideia do Pai Rico lá no Twitter, estou compartilhando aqui os livros que estou lendo no momento e deixando como sugestão de leitura. E você, quais livros estão na sua cabeceira atualmente? Compartilhe com os leitores...

Marketing 3.0



O termo "Marketing 3.0" é um conceito elaborado por Philip Kotler no seu livro “Marketing 3.0 - As Forças que Estão Definindo o Novo Marketing Centrado no Ser Humano”. Segundo o autor, Marketing 3.0 é o estado mais avançado do marketing, que modifica a relação entre mercado e consumidor. Se antes o marketing considerava os consumidores como uma massa passiva ou um alvo a ser atingido, nesta fase eles são vistos simplesmente como seres humanos, com toda sua complexidade e suas preocupações sociais. Kotler desenvolveu outros dois conceitos: Marketing 1.0 e Marketing 2.0. Então, para entender melhor o conceito, vamos antes entender o termos anteriores:

Marketing 1.0: Foco no Produto

O Marketing 1.0 surgiu num ambiente de escassez de produtos e ausência de concorrência, no início do século 20. Nesse contexto, o marketing não precisava estudar o público-alvo ou criar diferenciação para a marca. Naquela época, a função do marketing era simplesmente apresentar produtos e massificar sua venda para a população. A comunicação era padronizada para todos os consumidores, considerados uma massa homogênea e passiva.

Marketing 2.0: Foco no Consumidor

A sociedade evoluiu e o consumidor passou a ter gostos, necessidades e escolhas e amadureceu em relação ao marketing. Enquanto isso, diferentes marcas começaram a surgir e geraram concorrência no mercado. E assim surgiu o Marketing 2.0. Nessa fase, as empresas perceberam a necessidade de olhar além do seu produto - era preciso conhecer os consumidores para atender suas necessidades e desejos. Surgiu então a estratégia de segmentação de mercado. A partir dessa segmentação, a empresa pode definir o público-alvo das suas estratégias de produto, praça, preço e promoção (os 4Ps do marketing), que iriam diferenciá-la dos seus concorrentes.

Marketing 3.0: Foco em Valores

Se antes as empresas estavam no topo da hierarquia do mercado, a web colocou o consumidor no poder. Hoje, ele pode consultar o Google a qualquer momento, interagir nas redes sociais, consultar opiniões de outros consumidores e alcançar milhares de pessoas na web. Com todo esse acesso à informação e possibilidade de expressão, o consumidor deixou de ser apenas um alvo que será atingido pelas marcas. Ele amadureceu, entendeu o seu poder no mercado e quer ser ouvido.

André Midani: Do Vinil ao Download


Sempre estou lendo dois livros em paralelo, um técnico e outro "não técnico" como um romance, uma ficção ou uma biografia. No momento, estou lendo o livro do Midani. Para quem gosta de música, é uma leitura saborosa...


Um dos nomes mais importantes da indústria fonográfica do país, participante ativo do nascimento da bossa-nova, da tropicália e do rock nacional, André Midani reúne em sua autobiografia vários momentos que presenciou e protagonizou. A Nova Fronteira relança este mês “André Midani – do Vinil ao Download”, onde o executivo de empresas como Odeon, Phonogram e WEA conta como a sua vida e episódios da história mundial (foi testemunha do Dia D) e do Brasil (ditadura militar) se misturaram.

Bom fim de semana e boas leituras!

quinta-feira, 8 de novembro de 2018

CIEL3: Pior Que Tá Não Fica!



Segundo reportagem do Investing, analistas avaliam que os resultados da Cielo (CIEL3) devem piorar antes de melhorar e a própria empresa já vê este cenário no curto prazo.

“O recuo dos yields de receita não é novidade, mas o terceiro trimestre foi o primeiro momento no qual a Cielo atribuiu a questão principalmente aos menores preços, além de ter deixado claro que a tendência é de uma intensificação nos próximos trimestres”, aponta a avaliação.

O Bradesco entende que a competição vai se acirrar e a guerra de preços também irá afetar os yields dos concorrentes.

“A companhia já deixou claro que vai intensificar a competição através de menores preços para continuar líder nos segmentos, mas isso deve trazer uma pressão sobre os resultados”, destaca a análise.

O time de analistas do banco composto por Rafael Frade e Maria Julia Castro optou por cortar em 14% a estimativa de lucro por ação para o final de 2019. Com isso, o novo preço-alvo projetado é de R$ 16 (de R$ 19). A recomendação é neutra.

“Acreditamos que os ajustes que realizamos refletem melhor a estratégia mais agressiva da Cielo, e isso também nos mantém mais conservadores sobre o setor na questão da lucratividade que deve continuar pressionada por uma competição cada vez mais acirrada. No entanto, os resultados de pré-pagamento podem, potencialmente, trazer uma melhora nos números da companhia”, concluem.


A competição enfrentada pela Cielo está cada vez mais intensa. Novos entrantes, como PagSeguro, Stone e GetNet (agora parte do Santander), foram responsáveis por uma perda de fatia no mercado de 53,7% em 2014 para 51,5% atualmente. Boa parte dos gastos com marketing vêm no sentido de neutralizar a competição e aumentar a base de clientes.

A Cielo (CIEL3) divulgou ontem o balanço referente às operações do terceiro trimestre de 2018. O lucro líquido da maior empresa de meios de pagamento do país atingiu R$ 812,8 milhões no período – queda de significativos 20,4% com relação ao mesmo período de 2017.

Em linha com a expectativa do mercado, a receita líquida operacional chegou a R$ 2,96 bilhões – analistas consultados pela Bloomberg estimavam R$ 2,97 bilhões. A variação foi de apenas 1,1% com relação ao terceiro trimestre de 2017.

Já o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) veio abaixo do esperado: R$ 1,15 bilhão, frente estimativa de R$ 1,28 bilhões. No mesmo período do ano passado, este indicador veio em R$ 1,3 bilhão – houve, portanto, queda de 11,2%.

Houve aumento significativo nas despesas com marketing na comparação com o mesmo período de 2017 (R$ 67,2 milhões ante R$ 55,2 milhões, variação de 21,7%). Segundo a Cielo, esse aumento “está substancialmente relacionado aos investimentos com campanhas de marketing, lançamento de novos produtos e ações comerciais”.

quarta-feira, 7 de novembro de 2018

Edifícios Mais Luxuosos do Rio

Aluga-se Apartamento no Prédio Mais Caro do Brasil...

Semana passada tirei uns dias de folga e fui passear com a família no Rio de Janeiro. Fiquei hospedado em um hotel em Copacabana a dois quarteirões da praia, o objetivo era deixar o Uozinho brincar à vontade na praia já que ele só tinha ido uma vez e nem se lembrava mais. Enquanto ele estava lá brincando na areia, fiquei observando aqueles prédios da Av. Atlântica tentando imaginar o valor de um apartamento ali. Retornando a BH, por curiosidade, andei pesquisando sobre estes edifícios da orla de Copacabana, Ipanema e Leblon. Descobri então que o prédio mais luxuoso do Rio e também do Brasil está localizado na Av. Vieira Souto. Se chama Edifício Cap Ferrat. Entre moradores e ex-moradores deste edifício estão André Esteves (BTG Pactual), Júlio Bozano (Bozano Simonsen) e Arthur Sendas (Sendas). Em 2014, um apartamento neste prédio estava sendo negociado por R$ 70 milhões. Pesquisando na net, encontrei um apartamento disponível para aluguel neste edifício, o valor mensal é de módicos 140 mil reais (link aqui). Algumas fotos:






Confira a seguir os edifícios mais caros do Rio:

Edifício Juan Les Pins 

 


Edifício Juan Les Pins - Av. Delfim Moreira nr 458, Leblon.

É considerado o prédio mais chique, mais elegante e mais caro de todo o Leblon. Construído pela Sérgio Dourado Empreendimentos Imobiliários por volta de 1974 (o prédio portanto tem 36 anos de idade) ainda hoje, apesar do decurso do tempo, continua sendo um ícone do luxo no Rio, só perdendo prestígio e status para seu "arqui-rival" o CAP FERRAT.

Situado na Av. Delfim Moreira nr 458, esquina com Cupertino Durão, o JUAN LES PINS é um residencial com apartamentos enormes (um por andar) e com uma piscina privativa em cada um deles. Conta com três elevadores, sendo um social, outro para banhistas e um terceiro apenas para os empregados

A história de sua construção é envolta em polêmica. Toda a orla de Ipanema e Leblon tinha um gabarito extremamente restritivo, somente sendo permitida a construção de prédios baixinhos. Contudo, um prefeito carioca de nome Marcos Tamoio flexibilizou a legislação a fim de permitir a construção de grandes hotéis. E logo depois dos hotéis, o controvertido prefeito também flexibilizou o gabarito para construção de prédios residenciais. Diziam na época que o apartamento de cobertura do JUAN LES PINS em que o Marcos Tamoio passou a residir teria sido um "presente" da Sérgio Dourado pela liberação do gabarito na orla de Ipanema / Leblon.

Sérgio Dourado, para quem não é do Rio, foi imortalizado por Tom Jobim numa famosa canção, que parodiava a letra da música "Carta do Tom" (ao Vinícius). Leiam a letra da paródia.

Carta Do Tom
Composição: Antonio Carlos Jobim / Chico Buarque

Rua Nascimento Silva, 107
Eu saio correndo do pivete
Tentando alcançar o elevador

Minha janela não passa de um quadrado
A gente só vê Sergio Dourado
Onde antes se via o Redentor

É, meu amigo
Só resta uma certeza
É preciso acabar com a natureza
É melhor lotear o nosso amor "


Edifício JK

 


Edifício JK - Avenida Vieira Souto, 206 – Ipanema 

O texto abaixo foi retirado da Revista Piauí, edição de novembro/2007. Os autores são a dublê de escritora e socialite DANUZA LEÃO (doravante simplesmente DL), e o arquiteto paulista FERNANDO SERAPIÃO (doravante simplesmente FS).

"A legislação carioca da época em que o Edifício JK foi construído só permitia edifícios em Ipanema com pilotis e mais quatro andares. No JK, no número 206, o maior apartamento ocupa os dois últimos pisos mais a cobertura. Há diversos edifícios do mesmo tamanho e perfil na Vieira Souto (outro interessante é o número 350, que foi desenhado por Álvaro Vital Brazil), mas o JK é o único edifício residencial da orla que foi desenhado por Oscar Niemeyer. Se estivesse em Nova York, seria o equivalente a uma town house no Upper East Side, de frente para o Central Park e desenhada por Philip Johnson, um dos papas da arquitetura moderna.

Se a legislação foi sábia ao demarcar um gabarito baixo - o que poupou Ipanema de ter, para o bem ou para o mal, o destino de Copacabana -, ela também restringiu a criatividade dos arquitetos. No JK, baixou o santo de Mies van der Rohe para conter a voluptuosidade do projetista que acabara de desenhar Brasília. O que se vê no pequeno prédio é só a essência: um prisma de vidro, de 20 metros de largura x 14 de altura, suspenso por pilotis com três apoios centrais. E só. A assinatura de Niemeyer - suas famosas curvas - está um tanto quanto escondida. Uma abertura sinuosa e uma escada escultórica interligam, visual e fisicamente, os dois últimos andares do prédio. Se os reflexos ajudarem, o curioso do calçadão consegue enxergar o gesto de Niemeyer.

O prédio foi construído por Sebastião Paes de Almeida, presidente do Banco do Brasil e ministro da Fazenda (interino) de JK. Paes de Almeida emprestou um apartamento para o ex-presidente morar, o que causou a JK um processo por corrupção, do qual foi inocentado. Por isso, Juscelino não guardava boas lembranças do edifício." FS

"Em junho de 1964, Juscelino pretendia pedir asilo numa embaixada antes de partir para o exílio. Começaram entendimentos para que se refugiasse na residência do embaixador da Espanha. Seria muito prático, já que ambos moravam no mesmo edifício da Vieira Souto. A Espanha não tinha com o Brasil acordo que permitisse asilo político, mas o embaixador Jaime Alba Delibes, depois de consultar seu governo, recebeu JK. Dias depois Juscelino embarcou para Madri, iniciando um exílio - interrompido por dois breves retornos - que duraria até 9 de maio de 1967.

Nos últimos anos, os mais famosos moradores do prédio foram Caetano Veloso e Paula Lavigne, que entregaram a reforma do imóvel a Claudio Bernardes. Com a separação, em 2004, o baiano instalou-se a 100 metros da mulher e dos filhos, num flat com um décimo do tamanho - suíte, quarto, cozinha e banheiro - no Apart-hotel Residence Service, onde mora também seu ex-sogro, o advogado Arthur Lavigne."

Edifício Franklin Sampaio 



Edifício Franklin Sampaio - Av. Prefeito Mendes de Morais nr 808, São Conrado

Construído no início da década de 70, ele é um dos prédios mais velhos do bairro de São Conrado. Apesar de ter aproximadamente 40 anos de idade, o Edifício Franklin Sampaio não perdeu a pose e continua pontificando como um dos mais luxuosos residenciais do Rio de Janeiro. Localizado dentro de um dos melhores e mais lindos campos de golfe do Brasil, o Gávea Golf Club, o prédio destaca-se na paisagem da orla do bairro.

Edifício Apolo 11



Edifício Apolo 11 -  Av. Delfim Moreira nr 12

Ele foi listado pelo Paulo César Ximenes, dono de uma das mais conceituadas empresas de corretagem de imóveis de luxo do Rio, como sendo o terceiro edifício mais caro para se morar em toda a Cidade Maravilhosa.

Com apenas 5 andares, e destinado à residência de somente 3 únicas famílias (o apartamento do terceiro andar abrange também os dois últimos andares), o APOLO 11, pela sua excepcional localização (Delfim Moreira quase esquina com Borges de Medeiros), número reduzidíssimo de moradores, e tamanho generoso das plantas dos apartamentos (cada apartamento padrão tem 537 metros quadrados), é inequivocamente um residencial TOP do Rio.

Edifício Chopin



Edifício Chopin - Av. Atlântica, nr 1782, Copacabana.

Ele não possui os maiores, nem os mais caros apartamentos de Copacabana. No entanto, não há no bairro prédio residencial mais famoso e mais festeiro. Claro que estou me referindo ao Chopin, endereço dos mais glamurosos, exclusivos e badalados do Rio de Janeiro, situado na Av. Atlântica nr 1782, exatamente ao lado do Hotel Copacabana Palace.

Falar do Chopin é falar das mais concorridas e disputadas festas de reveillon do Rio de Janeiro. O condomínio, que não possui salão de festas, chega registrar a cada dia 31 de dezembro, acreditem, mais de 3.000 (três mil) não-moradores entre convidados, garçons e seguranças nas várias celebrações de virada de ano. É lá que a aristocracia carioca, os globais ou os pretendentes à globais, os famosos e poderosos, as new-celebrities (BBB´s), os ricos e os novos ricos, as socialites de carteirinha, os bicheiros, os políticos e suas (ou seus) amantes se encontram no dia 31 de dezembro, para celebrar o Ano Novo.

As grandes vantagens de se morar no Chopin são, além da visão para o marzão de Copacabana, vista eterna para a piscina mais famosa do Brasil: a do Hotel Copacabana Palace. Aliás, sobre o tradicional hotel carioca, graças a um acordo de cavalheiros, todos os moradores do Chopin têm direito a usufruir dos serviços e dependências do hotel como clube e playground, desde que paguem uma taxa anual. Assim, além de poderem usar a piscina e a fantástica quadra de tênis que fica em cima do teatro, os “sócios” ainda penduram as contas para o fim do mês nos suntuosos restaurantes Cipriani e Pérgula, no badalado Bar do Copa, no tranquilo Piano Bar, no sofisticado Copacabana Palace Spa e no exclusivo salão de cabelereiro Care Palace.

Edifício Zanubio



Edifício Zanúbio - Av. Rui Barbosa, nr 394, Flamengo.

A Rui Barbosa já foi o endereço preferido de nove entre dez famílias cujos sobrenomes soavam como grife. Nos anos 50 e 60, quando o Rio fervia em nababescos eventos sociais, a avenida cintilava. E a expressão maior do luxo e da ostentação na Rui Barbosa era (e ainda é) o Edifício Zamúdio.

Construído por Dr. Antônio Sanchez de Larragoite, dono do império de seguros Sul América S/A, conta com um apartamento por andar e possui os maiores apartamentos padrão de toda a avenida, apartamentos estes que possuem 7 (sete) quartos. Dr. Larragoite ao construir o prédio reservou para si os 3 últimos andares. Como de praxe, o apartamento contava com elevador privativo para levá-lo direto da portaria ao primeiro piso de seu imóvel, além evidentemente de uma piscina privativa, situada no último andar. O nome do prédio homenageia a aldeia onde Dr. Larragoite nasceu.

O Zamúdio abrigou durante décadas o crème de la crème da sociedade carioca, além de membros do jet set internacional. Entre seus moradores mais ilustres, além do próprio Dr. Antônio Sanchez de Larragoite estavam o Príncipe Dom João Maria de Orléans e Bragança, a Princesa egípcia Fátima Scherifa Chirine (casada em primeiras núpcias com o Príncipe de Alexandria Hassan Omar Toussoun e, após o divórcio, mulher do último rei do Egito Farouk I), além de Dona Niomar Moniz Sodré Bittencourt, dona do jornal CORREIO DA MANHÃ e fundadora do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro.

Edifício Ana Carolina



Edifício Ana Carolina - Avenida Delfim Moreira, nr 816, Leblon.

Ele é TOP entre os TOPS. Foi relacionado pelo corretor de imóveis especializado em mercado imobiliário de luxo Paulo César Ximenes entre os 10 mais caros prédios para se morar em toda a cidade do Rio de Janeiro.

Debruçado sobre o mar do Leblon, com generosas varandas com piscina em cada uma delas, o edifício Ana Carolina possui os maiores apartamentos de todo o bairro do Leblon (apartamentos maiores inclusive do que o super badalado edifício Juan Les Pins), todos com área privativa de 685 (SEISCENTOS E OITENTA E CINCO) metros quadrados e 5 (cinco) vagas de garagem.

Construído na década de 80 pelo banqueiro Jorge Paulo Lehman, então dono do Banco Garantia, e pelo dono da Construtora Mauá, o prédio não teve um único apartamento ofertado ao mercado, sendo cada uma das unidades cedidas a membros das famílias que o construíram.

Edifício Tancredo Neves

 


Edifício Tancredo Neves - Av. Atlântica, nr 2016, Copacabana

Este prédio em particular me chamou atenção em Copacabana. Por eu ser mineiro, o passado deste prédio me mostrou histórias curiosas. Veja a seguir a transcrição de duas reportagens sobre este edifício publicadas no jornal Estado de Minas:

República de políticos mineiros reinou em Copacabana durante décadas
No entra e sai dos apartamentos da orla articulou nos bastidores pactos que afetaram a história do país

Era o início dos anos 1960. A capital do país acabava de ser transferida do Rio de Janeiro para Brasília. Mas para um grupo de importantes políticos mineiros o centro do poder permanecia na capital da Guanabara, mais especificamente em Copacabana, em particular a tradicional e luxuosa Avenida Atlântica. Seria assim ainda por muitas décadas. Foi lá, na Princesinha do Mar, que uma confraria de mineiros articulou, selou pactos, integrantes se desentenderam e, alcançando ou não acordos, chegaram a resultados que afetaram profundamente a política em Minas e no Brasil. Foi mesmo ao estilo da conversa ao pé do ouvido, no entra e sai dos apartamentos na glamourosa avenida, em encontros regados a café, pão de queijo, biscoito de polvilho, que se travaram os embates de ideias e de estratégias para a conquista ou reconquista dos palácios.

“Hoje, os milicos estão comigo na cabeça”, saudou Juscelino Kubitschek, referindo-se ao fato de que, naquele dia, 21 de abril de 1968, era comemorado o oitavo aniversário de Brasília. JK, que morava no Rio, chegara para o almoço na casa do amigo Joaquim Mendes de Sousa, ex-deputado federal do PTB por Minas Gerais. O endereço aonde acabara de chegar era velho conhecido do ex-presidente da República, fundador de Brasília e senador cassado: Avenida Atlântica, 2.016, 10º andar. Ali, no 4º andar, também vivia o ex-udenista Magalhães Pinto, que fora governador de Minas e, em 31 de março de 1964, ajudara a patrocinar o golpe militar. Ainda no mesmo prédio, no 8º andar, estava Tancredo Neves, derrotado por Magalhães nas eleições de 1960 ao governo de Minas, e que, logo após a renúncia de Jânio Quadros em agosto de 1961, tornara-se primeiro-ministro na rápida e forçada experiência parlamentarista brasileira.

JK também viveu lá no renomado bairro carioca. A princípio, na Rua Sá Ferreira, 38, 7º andar, mudando-se depois para a Atlântica, 2.038, 9º andar. Assim como ele, o colega de PSD, José Francisco Bias Fortes, ex-morador da Sá Ferreira, instalou-se na Atlântica, só que bem adiante, no número 4.112. Ainda na orla de Copacabana, na direção oposta, número 1.440, a poucos quarteirões de Tancredo e de Magalhães, vivia José Aparecido de Oliveira, udenista que não apoiou o golpe e perdeu, em 10 de abril de 1964, o mandato de deputado federal, também por força e obra do Ato Institucional número 1 (AI-1). Havia outros mineiros por ali: o senador e ex-ministro Eliseu Resende e os ex-governadores de Minas Rondon Pacheco e Benedito Valadares.

“Passei grande parte de minha vida no Rio de Janeiro, e as minhas férias em Barbacena”, revela Maria da Conceição Bias Fortes Pereira da Silva, que, em sua juventude, foi secretária do pai, o ex-governador José Francisco Bias Fortes. “Recebíamos lá em casa JK, Benedito Valadares, muitos, muitos políticos”, lembra, em seus 82 anos, com precisão de datas. “Em geral, os políticos mineiros dormiam cedo. Era o caso do meu pai. Não de JK. Nós o chamávamos de pé de valsa, porque, além de gostar muito de dançar, ele sempre dizia: ‘Dormir, só quatro horas chega’. O resto era vivendo”, conta Maria da Conceição. “A noite em casa era sempre uma prosa armada até as 22h30, com muito café, pão de queijo e biscoito de polvilho”, recorda.

Os anos que se seguiram ao golpe militar de 1964 foram difíceis para mineiros como JK e José Aparecido de Oliveira, ambos com os direitos políticos cassados. Enquanto JK tentava articular em silêncio, sob a vigilância da ditadura, junto inclusive a ex-adversários da UDN, uma frente ampla que pregava a reabertura democrática, a casa de José Aparecido se tornara point de intelectuais, artistas e jornalistas. “Era um entra e sai interminável”, lembra a mulher dele, Maria Leonor. Casos do período, não são poucos.

A data é fevereiro de 1969. O Ato Institucional número 5 (AI-5) havia sido decretado em 13 de dezembro de 1968 e o país vivia sob a mão pesada do aparato repressor do regime militar. O Antonio’s, no Leblon, era o clube de intelectuais e boêmios. O “encontro marcado” era, em geral, com uísque e críticas veladas à ditadura militar.

Numa dessas incursões, o inflamado jornalista e escritor Otto Lara Resende subiu em uma cadeira, discursou contra os militares. Um dos quatro inseparáveis mineiros à mesa, para fazer troça, saiu-se com esta: “Cuidado, Otto. Aqui ao lado tem um general que te observa”, lembra Maria Leonor. Sem perder a pose, Lara Resende continuou o discurso subindo o tom: “E, para que ninguém tenha dúvidas quanto à minha posição, declaro que me chamo José Aparecido de Oliveira”. Na sequência, anunciou: “Que privilégio morar na Rua Guimarães Rosa!”, dando o endereço errado do amigo. José Aparecido, que estava longe dali, em sua casa na Atlântica, não pôde deixar de rir, quando lhe telefonaram do bar, contando a história.

Fonte

Passado está vivo na orla carioca onde influentes políticos mineiros tomaram decisões

O passado ainda vive nos corredores e portarias dos edifícios da orla carioca onde influentes políticos mineiros tomaram decisões importantes para o país. Não faltam histórias e lembranças aos vizinhos e funcionários mais antigos da nata mineira do poder. O Golden Gate, construído no fim da década de 1940, por exemplo, recebeu o carinhoso apelido de “edifício dos mineiros”, porque lá viveram simultaneamente o presidente Tancredo Neves e o ex-governador de Minas Magalhães Pinto. Havia ainda vizinhos importantes, como o ex-proprietário do Unibanco Walter Moreira Salles e a amante de Juscelino Kubitschek por 18 anos, Maria Lúcia Pedroso, uma jovem senhora loura, casada com o deputado José Pedroso, que só não parava o trânsito porque costumava sair sempre de carro.

Ao lado do prédio com entrada de mármore, tapete vermelho e fachada arredondada – que amplia a área interna dos apartamentos de cerca de 650 metros quadrados, transformando as varandas numa espécie de jardim de inverno – subiu o Silver Gate, quase 15 anos depois. Ali morou JK e sua Sarah, quando ele ainda era presidente. Construído pelo mesmo engenheiro, o edifício tem o mármore mais escuro e detalhes no guarda-corpo. O apartamento é um pouco maior, mas a estrutura dos imóveis é basicamente a mesma: grande salão à frente, cozinha e área de serviço no meio e os cinco quartos nos fundos, no canto mais silencioso. O condomínio custa R$ 3.250.

Pagam-se aproximadamente R$ 15 mil pelo IPTU e certamente é um dos metros quadrados mais caros da Cidade Maravilhosa. O Golden Gate, por causa do presidente, mudou de nome anos depois. O número 2.016 da Avenida Atlântica ganhou homenagem a Tancredo, que tinha em seu apartamento obras dos pintores Di Cavalcanti e Guignard, além de um grande abacaxi como luminária no hall de entrada. Numa obra de revitalização, a síndica retirou a placa de metal e a família Neves chiou. “Foi deselegante”, comenta uma moradora. Hoje há outra placa instalada próxima à entrada, mas sem tanta pompa como no passado.

Tancredo morava no 10º andar e Magalhães Pinto, no 4º, em imóveis que ainda pertencem aos parentes. A família Pedroso, que vendeu o apartamento, também costumava receber nomes importantes, como o presidente Artur da Costa e Silva. As reuniões, porém, aconteciam em outro apartamento, onde não havia tantos holofotes. A discrição mineira era importante naquele momento e o elevador, que leva o visitante direto ao luxuoso imóvel, servia como redoma. “As reuniões políticas iam até a madrugada.

Os homens se fechavam com uísque e charuto, e suas mulheres iam passear no Copacabana Palace. Um dia, só desligando o ar-condicionado para acabar com o encontro deles. Tudo saiu dali: alianças, decisões e traições”, conta sorridente a mulher de um político da época.

A quase dois quarteirões dali, em direção ao Leme, janelões de vidro fumê marrom guardam as memórias dos eventos do embaixador José Aparecido de Oliveira no apartamento de 480 metros quadrados, também de frente para o mar. Ministro da Cultura no governo de José Sarney e secretário do presidente Jânio Quadros, José Aparecido era anfitrião de jantares e festas no Palacete Atlântica, que nunca passavam da meia-noite. Quatro empregados, sempre os mesmos, cuidavam dos canapés e pratos finos. A bebida importada, segundo funcionários, vinha de uma delicatessen do bairro.

“Já fizeram festas para 50 pessoas, encontros reservados para grupos políticos ou jantares para artistas”, conta o porteiro Abinadabe Azevedo de Oliveira, de 33 anos. “Já vi por aqui as atrizes Lucélia Santos e Fernanda Montenegro, quando o embaixador era ministro, na década de 1990. O presidente de Portugal, Mário Soares, era muito amigo dele e veio muitas vezes passar o réveillon. Lembro quando o prefeito Cesar Maia veio jantar e o presidente Itamar Franco se apresentou para mim e pediu para interfonar”, diz o rapaz, apaixonado por política.

Em 2002, uma reunião fechada no apartamento de José Aparecido teria definido a aliança em apoio a Aécio Neves. O apartamento hoje está alugado. O valor, comenta-se pelos corredores, atinge a cifra de R$ 15 mil. A venda não sai por menos de R$ 4 milhões, apesar de o prédio estar precisando de reformas. Abinadabe tem uma grande admiração por José Aparecido e diz, orgulhoso, que fez trabalhos de confiança no apartamento que o embaixador comprou do ex-deputado Magalhães Pinto, quando o Banco Nacional ainda funcionava.

“Era tudo muito chique. Ele tinha uma biblioteca, o teto da sala era rebaixado como uma moldura e o quarto da filha, onde fiz reparos elétricos, tinha uma parede toda pintada pelo cartunista Ziraldo. Tinha a caricatura da família e imagens da fazenda deles no interior do Rio. Havia bancadas de mármore na cozinha e uma mesa grande de madeira maciça, acho que de carvalho”, conta o porteiro.

Segundo Abinadabe, que trabalha no edifício há 16 anos, José Aparecido era um homem “bom e educado”. “Em 1999, a esposa de outro porteiro estava grávida e a criança tinha um problema sério no coração. O embaixador conseguiu que o parto da moça fosse no Hospital do Coração, em São Paulo, onde a menininha foi operada assim que nasceu. Não era política. Ele ajudou de coração.”

Os funcionários mais antigos do edifício onde morou o ex-governador de Minas Gerais Hélio Garcia, na Avenida Vieira Souto, em Ipanema, também falam do enorme coração do político mineiro. “A dona Joana, que trabalhou com a família durante anos, ganhou dele um apartamento no Leme. Ele sempre foi muito atencioso com todos e custeou os estudos da filha dela, que hoje é militar. Em dias de festa, ele mandava comida para a gente aqui na portaria, a mesma que os políticos comiam lá em cima nas reuniões. E era bem generoso com a caixinha do fim de ano”, conta um porteiro que pediu para não ser identificado. O apartamento hoje está fechado e raramente uma das três filhas aparece por lá.

Fonte

Sei que este post deve ter sido inútil para a maioria dos leitores deste blog, mas caso queira conhecer mais sobre este edifícios e seus ilustres moradores indico este forum de onde tirei os textos para montar este post.

terça-feira, 6 de novembro de 2018

Para Aonde Vai o Bitcoin?

Posso estar errado - e geralmente estou mesmo - mas o mercado de criptos está se preparando para mais um ciclo de alta. Daqueles violentos, virulentos e borbulhentos (efeito bolha) que vimos ano passado. Desde fevereiro deste ano, estou transferindo todos os dólares que recebo do Google para Bitcoins e Litecoins. Já foram 6 aportes no total. Como é um dinheiro proveniente de renda extra então nem me preocupo em colocar em algo tão arriscado e incerto. O plano é vender 1/3 da posição por volta de 12 mil dólares e vender mais 1/3 em torno de 19 mil dólares. O restante vender quando chegar em 90 mil dólares, kkk.


Gráfico do Bitcoin: Cada Vez Mais Bonito.

sábado, 20 de outubro de 2018

A Vez das Micocaps

O colega BPM escreveu hoje sobre a "mico" cap FJTA (veja aqui). Este papel tem chamado atenção do mercado desde a semana anterior ao primeiro turno, quando a ação começou uma escalada de alta alucinante. Felizmente eu estava posicionado mas pulei fora nos 5 reais. Para mim era fim da linha, mal sabia eu que o papel não estavam nem no meio do caminho. Mas o mico do momento nem é a FJTA, o papel que mais subiu nos últimos dias foi a AZEV com incríveis 800% de alta. A Bolsa de Valores está em festa, contei uns 50 papéis com alta de mais de 25% neste mês. A maioria são "mico" caps e micro-caps. Não é algo anormal, este é um tipo movimento que se verifica dias após uma grande alta da Bolsa. Primeiramente a Bolsa sobe com as blue chips, dias depois o fluxo de capital começa a ser direcionado para as small caps.

segunda-feira, 8 de outubro de 2018

Como Consegui 1 Milhão de P.V. no Período Eleitoral

Época de eleição é um período de ânimos exaltados. Com o advento do fenômeno das redes sociais, que deu voz a todo mundo, o cidadão agora passa, no mínimo, duas horas por dia discutindo política em plataformas como Whats App, Facebook e Twitter. Todo mundo tem algo a falar, todo mundo tem um argumento forte, todo mundo quer contestar, todo mundo quer mudar o mundo. Contudo, este período é também um momento em que muitas dúvidas surgem na cabeça das pessoas, um momento em que muita fake news circula por todo lado, e um momento em que muitas pessoas recorrem aos buscadores para encontrar informação útil e confiável.

Neste contexto, prevendo uma oportunidade de alavancar os rendimentos com os sites, decidi que passaria o mínimo de tempo discutindo política nas redes sociais mas, em contrapartida, utilizaria todo meu tempo livre para gerar conteúdo relacionado às eleições. Uma estratégia muito simples, até óbvia, mas que para funcionar precisaria ser implementada com uma certa técnica que "desenvolvi". Bom, vamos ao resultado:


Explosão de acessos ao site Abacus Liquid no dia das Eleições

Como pode ser visto na figura acima, o ponto máximo ocorreu ontem, quando o Abacus Liquid obteve 123 mil acessos (o recorde anterior ocorreu no último dia de entrega do IR deste ano). Época de imposto de renda sempre é boa para meus sites, pois é um assunto que abordo muito, mas  acreditei que poderia repetir o resultado e talvez até melhorar, e funcionou.


Como pode ser visto no twitt acima, o Abacus conseguiu superar a marca de 1.000 usuários online no final da manhã de ontem. Foi a primeira vez que isto ocorreu, e para não travar os acessos ao servidor, precisei intervir no CloudFlare para colocar o nível de cache no máximo. (Se você ainda não usa o Cloud, deveria instalar urgentemente, além de ser grátis, é uma excelente forma de manter seu site com ótima performance, mesmo em momentos de estresse de acessos).

Bom, o objetivo deste post é compartilhar a estratégia para conseguir resultados como este. Já andei compartilhando esta estratégia lá no grupo do AdSense e no grupo de SEO, mas acho que poucos colegas blogueiros frequentam estes grupos. A estratégia é muito simples: basta você abordar um tema que terá muitos acessos no futuro, isto é, você precisa se adiantar em relação ao evento. No caso das Eleições 2018, a maioria dos posts eu criei ainda em 2017, e neste ano apenas fiz pequenas atualizações.

Outra dica importante é em relação à escolha dos temas. Alguns assuntos possuem concorrência muita elevada, e dificilmente você conseguirá ranquear, mesmo fazendo o post com muitos meses de antecedência, no período do evento você perderá muitas posições. Desta forma, você precisa trabalhar em assuntos com menor demanda. Sei que é um desafio encontrar tais temas, mas só com a experiência e com muitos testes você conseguirá aprimorar esta técnica, é quase uma "empiria".


O Abacus Liquid teve um crescimento de tráfego de 107% nos últimos 30 dias.


O Web Informado teve um crescimento de tráfego de 30% nos últimos 30 dias. 

No Web Informado, criei apenas 2 artigos relacionados às eleições, se você digitar "memes candidatos 2018" e "candidatos com nomes engraçados" no Google você encontrará estes artigos. Você irá se espantar com os artigos dado o nível de "bossalidade" dos mesmos. Mas tenha em mente que estamos no Brasil, e ninguém neste momento estará procurando por "quociente eleitoral" e sim por coisas, digamos, mais "leves" rs.

Bom, espero ter contribuído um pouquinho com os colegas blogueiros que desejam aumentar os acessos aos seus blogs. Mas não se iludam, não é garantia que irá funcionar, muitos artigos que criei tiveram menos de 100 page views, o importante é testar, testar e testar. Abraço a todos e que venha o segundo turno!!!

Bônus: Disparando push notification para o Abacus Liquid...

terça-feira, 2 de outubro de 2018

Consistência no Day-Trade (37 Pregões sem Perdas)

37 pregões sem loss no day-trade, melhor sequência em 48 meses... 



Atingir a consistência operacional é o objetivo de todo trader. Para isto, é necessário um bom controle emocional e uma técnica operacional adaptável às condições de mercado. Ter controle emocional é basicamente ter disciplina, isto é, seguir seu plano de trade. 

"É um erro considerar o mercado como seu inimigo, na verdade, o inimigo reside dentro da sua mente".

Já a técnica operacional adaptável, tem a ver com a variação dos setups de acordo com a volatilidade do mercado. Isto é, mercado mais volátil exige objetivos de gain e stops maiores ao passo que mercado consolidado exige objetivos de gain e stops menores.

O momento atual é de aumento de volatilidade. Com a aproximação das Eleições Gerais 2018, o mercado tende a ficar mais volátil. Tanto índice quando dólar passarão a apresentar movimentos mais amplos. Mas nada muito diferente do que ocorreu em alguns momentos do mês passado.

segunda-feira, 3 de setembro de 2018

Fechamento Viver de Blog Agosto/2018

Retomando a série Viver de Blog iniciada em abril (relembre aqui), hoje falarei como foi o desempenho dos sites no mês que passou.

Sites Macro


Abacus Liquid

Como pode ser visualizado na imagem abaixo, o site Abacus Liquid obteve um crescimento de 25,33% em relação ao mês de julho. Em agosto, o número de page views deste site foi de 550.985.


Como pode ser visualizado na imagem abaixo, o site Abacus Liquid obteve um crescimento de 160,74% em relação a agosto do ano passado.


Web Informado

Como pode ser visualizado na imagem abaixo, o site Web Informado obteve um crescimento de 13,78% em relação ao mês de julho. Em agosto, o número de page views deste site foi de 255.988.


Como pode ser visualizado na imagem abaixo, o site Web Informado obteve um crescimento de 196,36% em relação a agosto do ano passado.
 

Como podemos perceber, os sites "macro" tiveram um excelente crescimento quando comparamos os dados atuais com os dados do ano passado. Sei que, nos primeiros anos, a taxa de crescimento é elevada, e esta tende a diminuir com o passar do tempo. Contudo, estou satisfeito com os dados apresentados neste segundo ano de funcionamento dos sites pois demonstram uma alta taxa de crescimento no ano.

Sites de Nicho


Em maio, coloquei no ar 3 sites de nicho. Ao contrário dos sites "macro", que tratam de assuntos diversos, os sites de nicho são focados em temas específicos. Sabemos que os 6 primeiros meses são os mais difíceis para os novos sites, isto porque os buscadores não gostam muito de sites novos, mas com o tempo, a autoridade do site vai subindo, desde que você mantenha um ritmo de postagem adequado.

Como pode ser visto na imagem abaixo, o site de nicho 1 está com tráfego mais ou menos constante. Não identifiquei ainda um crescimento de acessos a ponto de dizer que este projeto é viável.


Como pode ser visto na imagem abaixo, o site de nicho 2 começou a apresentar um bom crescimento de tráfego nas últimas semanas, isto quer dizer que já está adquirindo boa autoridade nos buscadores e pode ser que o projeto dê certo.


Como pode ser visto na imagem abaixo, o site de nicho 3 até que esboçou um sinal de crescimento no terceiro mês, mas durou pouco a alegria, estou observando atentamente este projeto para determinar sua viabilidade.


Sei que a taxa de crescimento dos sites de nicho será menor que a dos sites macros, isto porque tenho agora que dividir o tempo entre 5 sites, ou seja, o volume de postagens será menor em cada site. Estou dedicando 3 horas (em média) por dia para as atividades relacionadas aos sites. Como se trata de uma atividade secundária, e considerando que sou um pai de família e tenho uma empresa para tocar, então acaba sobrando pouco tempo para me dedicar a esta atividade.

Faturamento


Considerando os valores provenientes do AdSense - que representam 90% das receitas - mais valores secundários de outras fontes, estou muito satisfeito com esta renda extra obtida. A rentabilidade/hora está na casa dos 30 dólares. Abaixo o gráfico de evolução do faturamento mensal...