terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Tags: , ,

Mudanças no FIES: O Impacto no Setor Educacional da Bolsa Brasileira


Podemos dizer que o mercado é cruel ou podemos dizer que é justo, tudo depende do ponto de vista de quem faz a análise.

Para quem comprou alguma ação de empresa do setor educacional (Estácio, Kroton, Ser Educacional ou Anima) nas semanas que antecederam o natal, o mercado está sendo bem cruel neste início de ano.

Porém, para quem namorava mas não tinha ainda entrado no setor ou desejava fazer novos aportes, o cenário atual pode ser encarado como uma justa e saudável correção dos preços que estavam muito distantes das médias móveis.


As cotações de todos os papéis do setor estão sendo fortemente pressionadas pelos vendedores. Por enquanto é um movimento especulativo em função das mudanças no FIES (Fundo de Financiamento Estudantil) divulgadas na semana passada. Porém, tais mudanças poderão afetar as receitas futuras destas empresas o que tem afugentado os investidores que estavam posicionados. Lógico que os operadores profissionais aproveitam do pânico dos investidores entrando fortemente em operações vendidas o que contribui para uma queda ainda mais aguda.

Segundo as novas regras do Ministério da Educação, os estudantes precisarão tirar no mínimo 450 pontos no ENEM (1000 é a pontuação máxima) para terem acesso ao benefício do FIES, e não poderão zerar a prova de redação. Além disto, os candidatos não poderão mais receber o benefício simultâneo do financiamento com recursos do FIES e da bolsa PROUNI.

O MEC também mexeu em uma regra dando ao Governo mais tempo para repassar às empresas privadas os recursos do FIES - uma medida que deve pressionar o capital de giro das empresas.  O repasse hoje se dá a cada 30 dias, e agora será feito a cada 45 dias.

Alguns analistas apontam que a nova regra pode diminuir de 30 a 40% o número de benefícios concedidos. Ainda é cedo para se avaliar o impacto destas mudanças nos lucros da empresas, mas um quadro de aperto das despesas do governo que se desenha para este mandato pode acabar com a festa deste setor que vem subindo fortemente desde 2011 graças à política de incentivo praticada no mandato anterior da Dilma.

Hoje "reaportei" na ANIM3 conforme já tinha planejado. Tinha zerado minha posição em dezembro em função de uma grande alta que o papel sofreu. Agora estou novamente posicionado e sem previsão de novas vendas. Na verdade não irei vender nenhum papel neste ano que não esteja entre os 10 que eu listei neste post. O objetivo desta conduta é estabilizar as carteiras de investimento que foram sacolejadas pra todo lado em 2014.

O gráfico abaixo mostra claramente que a cotação do papel encontra-se agora abaixo da média móvel. Geralmente é nesta região que eu procuro comprar. Nada garante que uma queda maior possa ocorrer, e é por este motivo que eu faço apenas uma entrada parcial em um primeiro momento, antes de entrar na água fria sempre é bom colocar o dedinho do pé primeiramente, rs.


25 comentários:

  1. Sensacional Uó !

    Fazendo uso do chavão batido: Enquanto uns choram, outros vendem lenço !

    Para quem quer sair, já tá perdendo o bonde, agora para quem entrar, ótima oportunidade.
    Ainda acho que poderemos ter mais queda nos próximos dias. Ainda não caiu tudo o que tem para cair. Dá para emagrecer mais com certeza ! Elas estavam bem inchadadas...hehehe

    Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza Poni, tem mais gordura pra queimar aí. Ainda posso fazer mais um aporte este mês, mas só se cair mais 20%. Vamos aguardar.
      Fora esta especulação precisamos monitorar os resultados trimestrais de 2015 e comparar com os de 2014 para ver se o setor realmente perdeu atratividade, por enquanto é só efeito especulativo mesmo.

      Excluir
  2. Uó hoje a Kroton chegou a cair 10%, vou pesquisar sobre o segmento de Educação mercados pessimistas e notícias ruins, estou sentindo cheiro de boas oportunidades.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isto aí surfista, estude e veja se vale a pena comprar uma destas quatro conforme seus objetivos.

      Excluir
  3. Eu estava mto otimista com a estc3! Julguei q a valorizacao passada do papel era justa, devido ao igual crescimento dos lucros no periodo. Mas acho q o mercado conspira contra mim, com essa ja sao duas q desabam logo apos eu comprar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Preocupa não Ceará, também estou posicionado na Estácio, negativo em uns 3.000 até o momento, mercado de renda variável é assim mesmo, já estou acostumado com isto. Por isto sempre é bom você aportar parcialmente, põe o dedinho, depois o pé, depois a perna, depois o corpo todo. Se você entra de uma vez acaba tomando um caldo, rs.

      Excluir
    2. É...tá meio ruim o negócio! Esperar o 1t15 pra tomar alguma ação...

      Excluir
    3. Só um trimestre não diz muita coisa.

      Excluir
  4. Estou comprado em ESTC desde novembro, a idéia era um buy'n hold tranquilo ... "ô suadeira danada!" ... Só vendo em 2018 conforme planejado... até lá, considerando crescimento médio de 20% a.a da empresa (realista), esse preço se ajusta ... abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esta suadeira não seria uma oportunidade de comprar mais? O problema é se vc estiver sem dinheiro, aí não adiantou nada,. abraço

      Excluir
    2. Esperando nosso amigo encontrar um fundo, embora PM não me agrade muito, nesse caso pode ser interessante.

      Abs

      Excluir
    3. Canal de alta LP respeitado ontem e hoje... vms ver se esse 18,xx é o novo fundo... Primeiro BH que faço e passando calor... mania de trader ficar olhando preço... dificil largar o habito e olhar só para balanço...

      E aí Bife, o que espera do segmento? Matem essa média de 40% a.a., reduz a 10% ou perde o crescimento?

      Abs

      Excluir
    4. Espero nada via Henrique, temos que aguardar os próximos números.

      Excluir
  5. Há pouco tempo atrás você disse que era a vez do setor de educação. E agora? continua assim tão otimista?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Trolletinha, rs

      Como aprendi lá no Prófis, "há ... atrás" não existe. Ou é "há muito tempo" ou "muito tempo atrás", rs

      Uorrem, você também era fã de educacionais? Assim como o investidor livre, aquele inocente que diz que Kroton é a melhor empresa do mundo? Rs.

      Criticar o Prófis é fácil, quero ver agora falar alguma coisa. Kkkk

      Excluir
    2. Anônimo covarde ! Fica frequentando alguns blogs e tentando se esconder mas estamos na sua cola. Vamos te fazer uma visita ao estilo I40. Otário

      Excluir
    3. Claro que o otimismo diminui um pouco, quem se mantém cegamente otimista em algo é 'tapado'. Mas mantenho minha posição até ver os próximos 4 balanços. Por enquanto são projeções pessimistas, se concretizarem em números então o pessimismo torna-se uma realidade.

      Até esta resolução o setor de educação era o único que sofria intervenções do governo de forma favorável, os incentivos foram muitos, mas pode ser que eu realmente peguei o bonde no ponto final. Faz parte do aprendizado.

      Virá do setor de Petróleo um fluxo de dinheiro para a educação considerável, porém tem gente falando que os esforços deste segundo mandato de Dilma será para a área de educação básica tipo creche e ensino fundamental, sendo assim os incentivos para os cursos superiores podem realmente diminuir significativamente.

      Outras medidas podem ser tomadas pelo governo aí a coisa azeda de verdade. Dizem que o governo não está satisfeito com os aumentos de mensalidades acima da inflação destas escolas. Então agora é hora de ficar com um olho no peixe e o outro no gato.

      Excluir
    4. Valeu pela aula de português anom, rs.

      Excluir
  6. Fala d'Uo!

    Estava pensando em dobrar posição em SEER nesse começo de ano. Ainda bem que não fiz isso na primeira semana hahahha
    Vou dar uma segurada e ver como o setor ficará.
    Mas ainda penso em aumentar posição, ainda me parece ter fôlego para crescer bem nos próximos anos.

    Por que ANIM3 é sua preferida no setor?

    Dá uma olhada lá na minha carteira (:
    http://poetainvestidor.blogspot.com.br/2015/01/fechamento-2014.html

    Abç

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que a Ser vai caminhar junto com a ANIMA em termos de cotação, mas eu conheço de perto algumas faculdades do grupos ANIMA, só isto mesmo.

      Excluir
  7. A atual base de alunos que contam com o FIES praticamente não é alterada, mas com certeza esta medida pode impactar no curto prazo a entrada de novos alunos nas universidades particulares...

    Basicamente o que vai ocorrer é que quem pode pagar as altas mensalidades vai tomar o lugar daqueles que contam com a ajuda do governo para estudar em universidades particulares... Esta medida prejudica os mais pobres, mas no longo prazo as universidades particulares devem continuar crescendo...

    Agora convenhamos... se 30% dos beneficiários do FIES tiraram menos de 45% nas notas do ENEM, esta medida foi até boa... essa turma não devia estar na universidade...

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Do ponto de vista prático para o país é uma boa medida, já do ponto de vista do investidor... rs

      Excluir
  8. Uó,

    Não acho que essas medidas vão tirar o fôlego das empresas educacionais. Até um chimpanzé adestrado consegue tirar 450 pontos no ENEM e não zerar a redação. O Sr. Mercado, como sempre, está sendo extremamente injusto com elas. Essa sim parece-me ser uma "oportunidade" para quem quer entrar no segmento.

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não dá para 'achar' nada, rs. Temos que aguardar os próximos balanços d qq forma. Mas que isto está servindo para trazer os preços para as médias eu tenho certeza.

      Excluir