sexta-feira, 13 de maio de 2016

Tags: , , ,

Impeachment de Dilma Rousseff: É Golpe ou Não?


Veja meu novo site Aqui 

Primeiramente peço desculpas ao leitor por um post tão longo. Sempre procuro escrever pouco para não cansar o leitor, sei da avalanche de informações que nos chegam diariamente e prezo pela forma sucinta de falar (minha esposa até reclama que sou sucinto por demais, rs). Mas este assunto tão intrincado careceu de maior atenção. Não é objetivo meu com este blog tentar explicar nada, quem sou eu para ser dono da verdade. Quem me acompanha sabe que poucas vezes coloco aqui uma posição particular em relação a um determinado tema, gosto de manter o blog com um caráter mais informativo do que “posicional”. Tenho a intenção também de narrar fatos do cotidiano atual que se tornarão fatos históricos para quem lerá daqui uns anos. Imagino meus filhos e netos lendo este diário, afinal quem será você depois de morrer? Será apenas uma lembrança. Mas se escrever livros, fazer filmes e em menor escala escrever posts ou fazer vídeos caseiros será eternizado na memória das próximas gerações. Vamos aos fatos…

Como todo cidadão sabe (ou deveria saber), um Presidente da República poderá ser afastado se cometer crime comum ou crime de responsabilidade. Ou seja, será responsabilizado por infrações penais ou político-administrativas de acordo com regras estabelecidas na Constituição Federal.


Com o julgamento por crime de responsabilidade o objetivo não é punir o infrator, se fosse desta forma o mesmo seria preso, mas sim defender o patrimônio publico e a própria Constituição Federal de possíveis violações, em outras palavras, evitar rupturas nas instituições.

Cabe aqui um comentário particular: nos discursos proferidos por Dilma Rousseff e pelos grupos de apoio o tom é de vitimização. Há uma clara tendência a elevar a pessoa da Presidente a um patamar de estanqueidade. São proferidas frases como: ela nunca roubou, ela nunca matou, ela resistiu à ditadura e foi torturada em prol de um país melhor, etc. Não colocarei tais virtudes em descrédito, mas como já disse um pensador: “uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa”. O Presidente pode ser um santo e não ter cometido nenhum crime comum na vida, mas se cometeu algum crime de responsabilidade, um único que seja, segundo a Constituição o mesmo poderá ser julgado. Veja que disse aqui “poderá” e não “será”. Para o “poderá” se transformar em “será” algumas circunstâncias político-econômicas serão levadas em consideração pela nação.

Retornando ao embasamento constitucional, no processo de responsabilização o Presidente possui imunidades formais, podendo ser processado por crime comum ou de responsabilidade somente após a admissibilidade da Câmara dos Deputados com 2/3 de votos dos membros. Ele também tem privilégios em relação à prisão, somente sendo preso por infração comum após sentença condenatória (Art. 86, §3º).

A Constituição Federal prevê prerrogativa de foro para o Presidente pois, somente o Supremo Tribunal Federal pode processá-lo e julgá-lo por crimes comuns (Art. 102, I, b) e somente o Senado poderá processa-lo pelos crimes de responsabilidade (Art. 52, I).

O Art. 85 da Constituição tem um rol exemplificativo dos crimes de responsabilidade, sendo eles atentar contra:

I – a existência da União;
II – o livre exercício do Poder Legislativo, do Poder Judiciário, do Ministério Público e dos Poderes constitucionais das unidades da Federação;
III – o exercício dos direitos políticos, individuais e sociais;
IV – a segurança interna do País;
V – a probidade na administração;
VI – a lei orçamentária;
VII – o cumprimento das leis e das decisões judiciais.

O Art. 52 da Constituição Federal prevê a condenação por crimes de responsabilidade que é: perda do cargo e inabilitação, por oito anos, para exercício da função pública. Esta inabilitação é de todos os cargos públicos, sejam por concursos públicos, cargos de confiança ou mandatos eletivos.

A Lei nº 1.079, de 10 de abril de 1950, que regulamenta o processo de impedimento (impeachment), especifica os crimes de responsabilidade listados pela Constituição e disciplina o rito de julgamento. Em outras palavras, o impeachment somente pode ser aplicado se o Presidente da República tiver cometido um dos crimes listado na lei e, importante, no curso do mandato atual. A Constituição é expressa e muito clara ao estabelecer isso. O impeachment não é aplicável em outros casos, como impopularidade ou falta de base parlamentar.

Alguns doutrinadores entendem que o impeachment é de natureza política, outros, como Pontes de Miranda, afirmam que sua natureza é penal e ainda há os que afirmam ser de natureza mista. Eu fico com a terceira opção, acredito ser um processo predominantemente político com um certo embasamento jurídico. E como bem diz um comentarista de futebol, a “lei é clara”: se cometido crime de natureza comum o Presidente será julgado pelo Supremo Tribunal Federal. Se cometido crime de natureza política será julgado pelo Senado. E isto faz todo sentido pois se o crime é político então o tribunal deve ser político.

"Tem o impeachment, atualmente, características predominantemente politicas, pois objetiva resultados políticos, e instaurado sob considerações de ordem política e também, julgado segundo critérios políticos, embora adstrito a procedimento jurídico, no qual o acusado tem a mais ampla defesa, com base no contraditório; não deve ser esquecida, no entanto, uma faceta administrativa do instituto, já que funciona como defesa da pessoa jurídica de Direito Público politico contra o improbus administrator"
CRETELLA JUNIOR. J. 1.000 perguntas e respostas de direito constitucional. 1999, p. 106.

"Se fosse unicamente politico, não existiria uma Lei (1.079/50) disciplinando o procedimento, mas sim, um ato resolutivo das Câmaras Julgadoras, ordenando a tramitação do impeachment, e ademais, na fase de julgamento pelo Senado, tem a dirigi-lo o Presidente do Supremo Tribunal Federal, e finalmente, além da destituição do cargo, o acusado fica suspenso do exercício de qualquer função pública por determinado prazo (pena esta insculpida no Código Penal)."
ALMEIDA. A. A nação e o impeachment, 1992, p.427.

O Crime

A grande questão que gira em torno deste processo de impeachment é se houve crime ou não. Os governistas afirmam que o processo é de golpe uma vez que forças oposicionistas se aglutinam no sentido de cassar o mandato “sem motivo aparente” de um Presidente eleito democraticamente.

É fato que o inciso VI (da lei orçamentária) do Art. 85 da Constituição foi desrespeitado (e não sou eu quem está falando, é quem entende do assunto), mas a tese da defesa é que o crime existe mas não é grave, em palavras da própria base governista: “procura-se aplicar um tratamento de quimioterapia a um arranhão no cotovelo”, “tenta-se aplicar uma pena de morte a uma simples infração de trânsito”.

Isto me remete a um caso que ocorreu com um casal conhecido: estando a esposa grávida e prestes a ter o bebê, o marido pega o carro e se dirige à maternidade escolhida. Como a bolsa já se rompeu e a saída da criança é eminente, o pai dirige em alta velocidade para chegar o quanto antes ao hospital. Neste processo comete algumas infrações de trânsito ao longo da rota. Tudo acabou correndo bem no parto mas as multas de trânsito chegaram na residência do casal pouco tempo depois. E como não poderia ser diferente, o Departamento de Trânsito prontamente cancelou todas as infrações ao saber do motivo.

Este é um caso real que exemplifica um não cumprimento da lei por motivo muito maior. Dito isto, vem a pergunta: qual foi o motivo muito maior por trás do descumprimento da lei por parte do governo atual? Uma boa intenção? Liberar recursos para os programas populares e para os programas de crédito educacionais? Hum… tem um ditado que gosto muito e sempre repito: “de boas intenções o inferno está cheio”.

A questão é complexa, admito, mas o rito de impeachment foi sabiamente delineado na lei. Pode-se ter um crime juridicamente constituído e o mesmo ser inocentado politicamente. Por isto existem duas câmaras. A Câmara dos Deputados pode autorizar, mas o Senado pode inocentar. Mas vejamos o caso de impeachment do Collor: O processo não teve base jurídica, foi um processo predominantemente político. O presidente foi impedido de suas funções pelo Senado, mesmo tendo renunciado antes.

Não estou aqui para defender o político, mas é importante registrar que o mesmo foi inocentado no processo de corrupção julgado pelo Supremo. Mas naquele impeachment o resultado não poderia ser diferente, o clamor da população era grande, a situação do país era caótica, e para complicar o Presidente estava isolado politicamente.

Mas pera aí, não se deve caçar um Presidente por impopularidade, Dilma não pode ser injustiçada por causa da “crise mundial” que faz o PIB de “todos” os países ir para o campo negativo. Não se pode chamar de corrupto um Governo que fortaleceu as instituições e deu plenos poderes para a Polícia Federal investigar os crimes contra o patrimônio público. Só que não… Não se caça um Presidente impopular, mas um Presidente impopular que cometeu um “deslize” orçamentário com a maior das “boas intenções” estará em maus lençóis. OK, você está certo, mas governadores e prefeitos vêm cometendo estes equívocos orçamentários há anos, eu é que vou pagar o pato? Que sirva de exemplo então!


Esta boa intenção não me convence. Me apoio no parecer do procurador do Ministério Público junto ao Tribunal de Contas da União – Júlio Marcelo de Oliveira. De acordo com seu relatório, o governo optou deliberadamente por acumular débitos com os bancos públicos para utilizar o dinheiro que deveria ser repassado a eles pelo pagamento de programas sociais na ampliação dos gastos públicos em ano eleitoral, beneficiando Dilma Rousseff na disputa presidencial.

“O Brasil foi vítima de um estelionato eleitoral, porque o governo apresentou um desempenho, uma performance resultante de meios ilícitos de ação e não poderia utilizar R$ 40 bilhões dos bancos públicos para realização de despesas primárias no nível extraordinário em 2014”, disse o procurador.


Oliveira rebateu a argumentação apresentada pelo advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo, de que não houve dolo por parte da presidenta da República ao praticar as irregularidades porque ela estaria amparada por pareceres técnicos que indicavam a legalidade de seus atos.

“O dolo é a vontade livre e consciente de praticar a conduta. Ele não se confunde com má-fé. Dolo é a vontade livre e consciente de praticar a conduta e um resultado almejado. Quando a presidente assina um decreto, ela o assina com vontade livre e consciente. Não há nada coagindo-a, nada enganando, nada ludibriando. Quando a presidente usa o seu governo para obter operações de crédito junto às instituições financeiras federais, a presidente está agindo com vontade livre e consciente de obter, e obteve, o resultado pretendido, que era financiar as despesas primárias do Governo Federal para expandir o gasto público além da sua capacidade, especialmente no ano eleitoral e assim tirar os benefícios que disso resultava”, disse o procurador, que compôs a equipe técnica que produziu parecer pela rejeição das contas presidenciais em 2014.

Júlio Marcelo Oliveira destacou também que a “maquiagem fiscal” e a “fraude” na execução do orçamento foram particularmente significativas no ano da última eleição presidencial, em 2014. Segundo ele, o governo ignorou dados fiscais e editou decreto fraudulento de contingenciamento do Orçamento. O procurador explicou que, levando em conta real situação do país, o governo precisava ter bloqueado mais recursos, mas teria gastado dinheiro para garantir a reeleição da presidente.

Segundo o procurador Júlio de Oliveira, o plano do governo foi muito bem arquitetado. Passou por fraude, contingenciamento, recalculo de meta fiscal, e a já falada utilização dos bancos públicos como fonte de recursos para realização de despesas para as quais não havia recursos de fato disponíveis. Mas o mais agravante foi a omissão por parte do Banco Central das dívidas contraídas. Em 2013 este arcabouço não foi detectado pelos mecanismos de fiscalização mas em 2014 o T.C.U. autorizou o início de uma auditoria que constatou a magnitude do problema.

As Pedaladas

Segundo a jornalista Míriam Leitão, está em pauta a tese de de que Dilma tenha cometido pelo menos três crimes, segundo o pedido de impeachment elaborado pelo fundador do PT Hélio Bicudo, ao lado dos advogados Janaína Paschoal e Miguel Reale Júnior.

O mais evidente deles foi ter usado entes públicos para financiar o governo, nas chamadas “pedaladas fiscais”. Essa suspeita ficou mais forte em dezembro de 2015, portanto, no atual mandato, quando o Tesouro Nacional anunciou o pagamento R$ 55 bilhões de dívidas (não R$ 72 bilhões, como publicado anteriormente) em atraso com bancos e outros órgãos públicos, como Caixa Econômica, Banco do Brasil e BNDES. Um pouco antes, em outubro do mesmo ano, o Tribunal de Contas da União já havia rejeitado em decisão unânime as contas do governo, tendo como base justamente as pedaladas.

Esse tipo de crime de responsabilidade é descrito tanto na Constituição, no artigo 167, quanto na Lei 1079, artigo 10º, a chamada de Lei do Impeachment. É proibido que instituições financeiras públicas concedam empréstimos ou transfiram recursos ao Tesouro Nacional. E a Constituição diz que esse tipo de conduta é passível de impeachment a ser julgado pelo Congresso.

Fonte 1
Fonte 2
Fonte 3
Fonte 4
Fonte 5
Fonte 6

Para concluir, devo responder a pergunta que deu título ao post: Não, definitivamente não é golpe. Mas como disse no início deste post, é minha humilde opinião e não a verdade absoluta. Para entender mais sobre todo este processo indico a entrevista do procurador Júlio de Oliveira ao programa Roda Viva. Tirem suas próprias conclusões.


83 comentários:

  1. Excelente post, Uó!! Concordo em gênero, número e grau. Parabéns!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. UB, excepcional seu resumo e como a oposição é péssima de argumentos, o Júlio Marcelo nos brindou com uma aula de combate ao crime institucional disfarçado de governo. Nota 10 seu post!

      Excluir
  2. Respostas
    1. Golpe é o que o PT prometeu em campanha política e não cumpriu. Ou seja, está tirando daquele que mais precisa neste momento :)

      Excluir
    2. GÊ, digamos que o país está dividido quanto a esta resposta. Que dizer, dividido estava na época das eleições, agora não está mais. Não há consenso nem unanimidade, mas uma coisa lhe garanto, Dilma não estaria sofrendo este processo se o que tivesse sido prometido estivesse em curso. E mais, não estaria sofrendo este processo se não estivesse escondido o buraco nos dois últimos anos do primeiro governo dela. Foi feito uma maquiagem para a campanha de reeleição não naufragar, isto é inquestionável, mas a conta chegou agora e temos que pagar. O PT só não contava que este processo ganharia fôlego, nem eu mesmo acreditava, mas contra fatos não há argumentos, o crime existiu sim, agora, se é golpe ou não talvez os livros de História dirão.

      Excluir
    3. I.I., uma hora a conta ia chegar, foi dado um cheque sem fundo, agora o Governo de transição vai rebolar.
      Não estamos na situação de uma Venezuela da vida em que a população mata na fila do açougue pra conseguir 100 grama de Carne Moída, mas a situação não está das melhores, irresponsabilidade fiscal é um dos piores crimes que podem ser cometidos por governantes. Porque se camufla uma situação perigosa que com o passar do tempo se torna mais perigosa ainda, é uma bomba relógio.

      Excluir
    4. Nasceu ontem, foi alienada pelo professor esquerdista, leu um artigo na Carta Capital e já acha que sabe de algo.

      Excluir
    5. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    6. Golpe quem dá é a tia comunista que enche a cabecinha dos esquerdopatas de Chê Assassino Guevara e Fidel Castro. Crime é crime, Quem defende bandido, é o quê???
      Lula na cadeia e comunistinhas de volta pra sala de aula para aprender história e leis.

      Excluir
  3. Temer é um homem sério, super leal e honesto.

    As empreiteiras vão parar de subornar políticos, como faziam desde a construção de Brasília.

    A Primeira Dama é bela recatada e do lar, ela nunca tirou fotos pelada no telefone.

    O céu está mais azul. Infelizmente a Bovespa caiu hoje.

    Mas Papai Noel também vai entregar pressentes a todas crianças boas do mundo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A desonestidade de Dilma não torna Temer honesto, infelizmente é outro legado dela que teremos que aturar. Lula teve sabedoria em escolher um bom vice, até Collor escolheu um vice melhor. Graças ao governo de coalizão que o PT arquitetou agora estamos nas mãos do PMDB novamente. Fazê o quê.

      Excluir
    2. Anônimo, você é retardado ou só ganha bolsa do PT?

      Excluir
    3. A dupla moralidade dos petistas é tão velha quanto a canalhice de Dilma terrorista e Lula ladrão. Bandido bom é bandido preso. Começou a faxina, o lixo começou a reclamar da vassoura...
      Um ladrão não justifica o outro. Petralhada está agitada a caminho do esgoto... KKKKKK

      Excluir
  4. Melhor resumo de toda internet!!! Parabéns!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Henrique! Tentei resumir mas acabou ficando longo, rs

      Excluir
  5. Respostas
    1. Fundamente melhor sua resposta com argumentos, o espaço está aberto e sem moderação.

      Excluir
  6. Uó, não estou vendo pulos de felicidade por causa do nosso novo Presidente. Será o povo ingrato?

    Muitos deputados já estão cobrando cargos por conta dos votos no Impeachment. Não estou vendo muita melhora no curto prazo.

    Trocamos 6 por meia dúzia. Políticos sempre armaram por aqui.As empresas não vão pagar mais dividendos por conta da primeira Dama gostosa. Quem não comprar bons ativos vai se ferrar, simples.

    Os políticos nunca fizeram nada de muito bom no país, civis, militares, da Direita ou da Esquerda.

    Como diz o Bastter, é para se dedicar ao trabalho e aportar mais forte.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Existe uma grande diferença entre Dilma (mais precisamente Lula e PT) e Michel Temer (PMDB) sim. O modo de pensamento enraizado no PT é muito mais danoso para o país no longo prazo que o do PMDB e outros partidos políticos. O simples fato do PT apoiar o governo da Venezuela ja mostra a completa diferença do "modus operandi" entre um politico corrupto que quer enriquecimento pessoal e um politico que quer implantar seu modo distorcido de visão de mundo.

      Excluir
    2. O PT é um partido totalitário, criminoso, que sempre apoiou as piores coisas possíveis. Só não conta para a população. Gasta milhões em publicidade e sites de notícias comprados para tentar passar uma imagem boa para a população. Mas a realidade é que por baixo dos panos, na surdina, apoia Cuba, Venezuela, governos ditatoriais da África e do Oriente Média. Dá dinheiro para MST e assim por diante.

      Excluir
    3. Anônimo,

      Perfeito!

      O PT é um câncer, a pior coisa que existe na face da terra, e deve ser sumariamente eliminado junto com todos os seus integrantes.

      Abraços!

      Excluir
    4. Anom, pulos de alegria só daqui um tempo se confirmadas as expectativas. E este tempo pode durar décadas, rs

      Excluir
    5. Henrique, pode até não melhorar muito, mas dificilmente este governo provisório será pior.

      Excluir
    6. Anom, só o fato do PT querer se perpetuar no poder já é algo perigoso, mas os outros partidos também não são santos.

      Excluir
    7. I.L. todos os partidos têm lá seus "cânceres", esta saber qual deles vai comer menos a carne do país.

      Excluir
    8. Nada de "seis por meia dúzia". O Governo atual é o melhor cenário possível. Já no primeiro dia demostrou reponsabilidade ao mostrar a realidade e propor diminuir os gastos públicos. Golpe foi o que o PT fez na eleição, enganou vários otários, e engana alguns poucos até hoje...

      Excluir
  7. Com Dilma ou sem Dilma, o negócio é continuar trabalhando, aportando mesmo.

    Discretamente torci pelo afastamento da Dilma, tenho que dizer que sinto um pouco de dó dela, mas realmente ela enganou toda a nação ao ganhar as eleições com a economia de um jeito, e logo após assumir deixar a verdade da economia vir a tona.

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. VDC,

      Dó?

      Você está brincando, não é?

      Essa senhora, além de ter QUEBRADO o país, é uma bandida de marca maior. Ao contrário do que afirmou o boca mole do FHC, ela não tem absolutamente NADA de honrada, muito pelo contrário.

      Abraços!

      Excluir
    2. Pois é IL, é um sentimento até estranho, mas eu senti sim um pouco de dó dela ... Vai saber o motivo né?

      De qualquer forma, eu sou favorável ao impeachment mesmo, ela não conseguiria aprovar mais nada na câmara e o país continuaria sofrendo e piorando até 2018.

      Abraço

      Excluir
    3. Isto mesmo Viver, só trabalho sério e honesto vai salvar esta nação.

      Excluir
    4. Eu tenho dó é de mim. Dilma vai continuar recebendo o salário dela até sem trabalhar. eu que não trabalho pra ver o que acontece. Trabalhando já tá dificil imagina sem trabalhar...

      Excluir
    5. Uo,

      Depois que vi as regalias a do passou completamente rsrs

      Excluir
  8. Só de ter o Meirelles já vale a pena.

    Não é golpe : é necessidade, questão de sobrevivencia!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meirelles tem coragem pra segurar esta batata quente, vamos torcer por melhoras.

      Excluir
  9. Uo

    Excelente texto : melhor que todos os que foram publicados nos mais importantes veículos de imprensa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Seu Guarda! Foi mesmo uma compilação de tudo que eu li e vi.

      Excluir
  10. O maior crime do PT foi o desvio de dinheiro para Cuba, por meio do Mais Escravos e por meio das construções milionários de Infraestrutura em outros países. Claro, financiar e apoiar grupos para-militares criminosos como o MST e MTST também é algo que merecia o impeachment.

    Enfim, CRIME E PT são sinônimos.

    ResponderExcluir
  11. Uorrem,

    Golpe é tudo o que essa organização criminosa disfarçada de partido fez pelo seu projeto de poder.

    De toda forma, não basta apenas tirar eles do governo. TODOS os integrantes dessa quadrilha devem ser presos, especialmente o chefe dela, o maior bandido da história desse país.

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Temos golpes de todos os tipo. Há quem diga que o impeachment foi um contra-golpe, rs

      Excluir
  12. Não sejamos inocentes: Dilma não caiu por causa das denúncias de corrupção. Se fosse assim, Lula e FHC também deveriam ter caído. Ocorre que o brasileiro é tolerante com a política do "rouba mas faz". Ou seja, enquanto a economia está de vento em popa, as denúncias de corrupção são varridas para debaixo do tapete. A partir do momento em que começa a faltar $$$ e emprego, a credibilidade do presidente começa a ser questionada e tudo o que é preciso é de uma desculpa para derrubá-lo. Foi assim com Collor. Teria ele conseguido conter a hiperinflação e jamais teria sido derrubado por causa da sua Fiat Elba adquirida com recursos ilícitos.

    Em suma, o processo de impeachment é de cunho misto. Utiliza-se um desvio de conduta ou crime como mote para retirar do poder um presidente incompetente e incapaz na área econômica, já que apenas a inaptidão para governar não é capaz de gerar um rito de impedimento.

    Não foi golpe. Mas as pedaladas foram apenas a desculpa para retirar do poder uma presidente intragável e totalmente incapaz de de governar e dialogar com o Congresso. Achei justo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro que não foi por denúncia de corrupção, o motivo foi ter desrespeitado a constituição. Mas isto tb não é motivo forte para queda de um presidente. Serviu apenas como pretexto. Na medida em que tudo vai mal, a oposição só precisa de um pretexto para desencadear o processo. Um governo fraco e isolado cai facilmente como foi demonstrado se o mesmo der um motivo qualquer que seja amparado por lei para se desencadear um processo de impedimento.

      De qualquer forma as pedaladas são grave sim, ainda mais quando acobertadas pelo B.C. Esconder a sujeira debaixo do tapete é torpe. Como bem disse o procurador, um criem de irresponsabilidade é severamente mais grave do que um ato isolado de corrupção de um presidente. Porque a população pagará por isto durante décadas.

      Excluir
    2. Caro Troll,

      Foi um pacote de crimes:
      1- Morte de Celso Daniel
      2- Fraudes fiscais
      3- Fraudes nas urnas
      4- Enriquecimento ilícito de Lula, Dilma e seus parentes e amigos
      5- Aparelhamento do estado com pelegos do PT que pagam 10% de dízimo ao partido. Muitos, nem vão trabalhar e recebem salário mesmo assim
      6- Destruição da Petrobrás e da economia do Brasil
      7- Desvio de bilhões de reais via BNDES e empreiteiras / João Santana como caixa nas Offshores e financiamento das campanhas de políticos bananeiros bolivarianas na América "Latrina" via Foro de São Paulo
      9- Destruição de nossos postos de trabalho e endividamento estratosférico da população sem educação financeira, com crédito farto e sem controle
      10- Desvio de bilhões de reais para Cuba, via falso programa médico de ajuda popular. Trouxeram escravos, que não são médicos, enquanto a 12.000,00 por cabeça era desviado para Fidel e contas escondidas do PT

      Excluir

    3. 12- Ataque às instituições brasileiras, como polícias, Justiça, Ministério Público e Forças Armadas, tentando implantar o marxismo aqui
      13- Tentativa de obstruir a justiça comprando o silêncio de Cerveró através do ex-senador Delcídio Amaral, com ordem direta de Lula e Dilma
      14- Superfaturamenro bilionário das obras da Comperj, Abreu e Lima, estádios da Copa e de todas as obras públicas tocadas no Brasil
      15- Destruição do respeito entre os brasileiros, instigando ódio e divisão de classes sociais, sexo, etnia e tudo que pudessem inventar
      16- Compra de artistas corruptos com milhões da Lei Rouanet
      17- Destruição das companhias de energia elétrica, com tentativa de baixar a energia por "decreto" às vésperas de eleições presidenciais
      18- Desinvestimento em nossos portos, atrasando nossa fraca economia em décadas - mas, Cuba tem um porto novinhos de águas profundas pago pelo BNDES
      19- Comissão da "Meia Verdade", onde não se falou dos mais de 160 assassinatos cometidos pela esquerda comunista armada terrorista a qual pertencia Dilma e Zé Dirceu
      20- Estelionato eleitoral, com inúmeras falsas promessas ao povo, inclusive que a energia não subiria e subiu no dia seguinte a eleição de Dilma
      21- Uso dos bancos estatais como bancos privados do PT, inclusive para comprar lixo como o bando Pan-Americano de Silvio Santos que tinha mais de 2 bilhões de prejuízo escondidos
      22- Assassinato por Lula e Dilma da língua portuguesa e tentativa de destruir o ensino da lógica, com frases desconexas e que uniam a mandioca ao Olimpo...
      23- Explosão do número de cargos comissionados, mais de 100.000, enquanto faltam procuradores no TCU, faltam hospitais, escolas e verba para órgãos como a Polícia Federal
      24- Dólares na cueca, compra de Pasadena, obras inacabadas da Copa do Mundo e do PAC (programa de atraso do crescimento...), propina a vários senadores e deputados do PT...
      25- Explosão dos gastos com cartão corporativo, inclusive para comprar tapioca e coisas muito mais caras e que não cabem no devido uso de tal cartão
      26- A amante de Lula, Rosemery Noronha, viajando como rainha nos aviões da FAB e mandando e desmandando no governo brasileiro
      27- Lula comprando votos num quarto de hotel em Brasília, como um traficante na boca de fumo decidindo com seus comparsas como dividir a venda das drogas pela cidade. Iria ser ministro da Casa Civil e Dilma antes já havia transferido os recursos do PAC para ele torrar nesta maratona de propinas e tramóias... Na Segunda, devolveram as "verbas" para o Ministério do Planejamento. Canalhice arquitetada na NOSSA CARA.

      Eu poderia ficar aqui um bom tempo descrevendo mais crimes da maior quadrilha da história do Brasil, da facção criminosa chamada PT e seus braços (MST, MTST, CUT, PSOL, PC do B), mas estão sendo varridos para a Agata do lixo da história - local de onde nunca deveriam ter saído. Quem defende corruptos é corrupto igual, eu não tenho corrupto de estimação.

      Como Al Capone caiu por crime de sonegação fiscal, mesmo tendo cometido dezenas de crimes como homicídios, mandos de morte, roubo, tráfico, extorsão e ameaça (entre outros), o PT caiu por um de seus inúmeros crimes. Isso nos basta, estes FDP destruíram nosso país em todos os sentidos: moral, econômico e institucional.
      O PT ensinou que o crime compensa, está difícil acreditar que vão pagar por isso... VIVA SÉRGIO MORO! VIVA A LAVA JATO! VIVA O MPF! VIVA A POLÍCIA FEDERAL! VIVA O POVO LIVRE BRASILEIRO!

      Excluir
    4. Faltou o 11

      11- Destruição da diplomacia brasileira, viramos um anão diplomático, desrespeitando velhos aliados como Israel para apoiar estrumes como Cuba e Irã

      Excluir
    5. Anderson Schimmith15 de maio de 2016 11:06

      HEAVY METAL matou a pau, muito melhor que o Reale, o Bicudo e a Janaína.
      Se o impeachment tivesse um argumento desse naipe não haveria margem nenhuma de defesa ou pós-suposição de "golpe".
      Como qualquer cidadão brasileiro o próprio HM poderia ter protocolado um melhor que os juristas.

      Excluir
    6. Anderson,

      Obrigado! O PT não caiu por um crime, caiu por dezenas deles. Somente bandidos e canalhas defendem o PT. Não existem inocentes nesta guerra - por enquanto política. O lixo a ser varrido levará anos, temos que pisar no pescoço destes ratos sem piedade. O choro é livre! CHORA! PETRALHADA DOS INFERNOS! Acabou a moleza, vocês terão que fazer algo terrível: trabalhar.

      Excluir
    7. Sugestão a todos petistas que tem cargo comissionado:

      DEMISSÃO EM MASSA! PEÇAM JÁ! Nada de "trabalhar" para governo golpista! Sejam livres e coerentes com o que falam! Adeus, golpistas, "nós, vermelhos, nos demitimos!!!"
      E façam a alegria de todos que trabalham de verdade.

      Excluir
  13. #tchau-querida

    Já vai tarde

    O choro é livre

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pior que ela pode voltar, até Collor voltou. Brasileiro tem memória curta.

      Excluir
  14. Grande Uo...

    Pensei que ia por #nãovaitergolpe .. hahahah . brincadeira ...
    E essas coisas só pra começar né .. vamos ver .se vão passar um pente fino... se Sérgio Moro vai conseguir revirar esse governo aí ... e não vão achar coisas muito piores do que estão acusando hoje ...

    Também não tenho a inocência de achar que haverá um novo governo e ninguém roubará nada ... mas ..estamos caminhando a passos largos para virar a Venezuela ..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Moro não está tocando isto sozinho, tem muita gente por trás, inclusive politicos e imprensa. Vamos ver se vai continuar agora.

      Excluir
  15. Embora não tenha votado nela e tinha verdadeiro ódio do governo dela, não posso negar que foi golpe! Tanto que Temer também pedalou, assim como vários governadores e apenas ela foi deposta, não importava o crime queriam apear ela do poder, tanto que os motivos nunca importaram. Foi golpe, o mundo inteiro está falando isso, nos afastamos do Estado de Direito e assumimos o que somos, Republica das Bananas.
    Não tapemos o sol com a peneira, temos que e assumir nossas escolhas, o aprendizado é isso

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se não tivesse um motivo constitucional seria sim um golpe. Mas teve...

      Excluir
  16. Uó, tenho uma posição política bastante radical, entendo que dinheiro que move o mundo e quem não sabe ganhá-lo que se exploda, sou contra o Estado, deve existir o Estafo mínimo, cada qual que pague por sua educação, sua saúde e sua segurança. Nada de imposto, apenas pequenas taxas para o poder executivo, legislativo e judiciário, para remunerar os seus poucos servidores, que deveriam receber salários moderados.
    Aposentadoria cada um faça a sua, não conseguiu, trabalha até morrer.
    Pena de morte para os pedintes, quem não consegue se sustentar que morra.
    Acho que iríamos por a seleção natural de Darwin em funcionamento.
    Alegra-me ver que estamos indo nesse caminho com a derrubada da Dilmanta, teremos fim do bolsa família, minha casa minha vida e mais um monte de porcarias.
    Vejo que a reforma da previdência também será nesse sentido que prego, 65 para homens e mulheres, mais um tempo, acho que conseguiremos acabar com esse câncer chamado aposentadoria.
    Salario mínimo também tem que acabar, deve ser livre negociação a remuneração entre patrão e empregado, com sua desvinculação da inflação e PIB ele irá perder seu poder de compra e em alguns anos deixará de ser referencia,
    Finalmente com acabar com essa CLT obsoleta e tb gostei da terceirização da atividade fim, os empresários, dentre os quais me incluo, poderão economizar bastante com mão de obra nas empresas, iremos ganhar eficiência.
    Acho que temos que seguir o Laissez-faire, o capitalismo puro e que se autoregula.
    Fico feliz que muitos aqui concordam comigo em acabar com o assistencialismo do Estado, mas devemos avançar, acabar com que esses comunistas do PT criaram é pouco.
    O que precisamos é baixar os juros para alavancar os investimentos e o consumo, creio que também deve ser fomentada o espirito empreendedor e ter cuidado e atenção com os empresários que geram riqueza e empregos.

    Empresário Liberal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente a CLT precisa de uma reforma, mas esta será a última das últimas. As pessoas não precisam de CLT para viver bem, eu mesmo nunca tive carteira assinada, e olha que já tenho 41 anos.

      Excluir
  17. Assino embaixo. PT foi a pior desgraça que este país poderia ter passado.

    ResponderExcluir
  18. Infelizmente não foi golpe. Mas se tivesse sido ia ser até mais gostoso!!
    Ela mereceu cair, fez por merecer. Só ganhou a leição de 2014 por causa das pedaladas que deu. Fora a história que as urnas eletrônicas foram fraudadas.( o Moro tem essa denuncia e com provas - lembram q o Aécio tava na frente e em 1 minuto a Dilma disparou 4% na frente).
    Já se perguntaram porque os USA não usam urna eletrônica? Inventores do iphone, facebook, yahoo, internet.... por que será que lá o voto é no papel????? Somos tão avançados assim?

    Apesar de ter feito muita m... e merecer ter saído. Quem tirou Dilma foram os grandes banqueiros e empresários que usaram seus deputados para o ato. Deram a chance para a Anta, mas a mesma é tão incompetente que não viram outra opção senão tirá-la para tirar o país da MAIOR CRISE DA SUA HISTÓRIA.

    Juro que eu quaria que fosse golpe, seria mais Gostoso,mas não foi.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas na época do voto de papel tb tinha muita fraude, não sei o que é pior.

      Excluir
  19. Ahh, e esperem pelas prisões. O Moro vai comer pelas beiradas. Primeiro os mortos Petralhas, depois vai avancando, avancando.... Pra ele nao tem partido. Mas o cara é muito inteligente, não vai atropelar as coisas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O MORO mandou abafar a lista com o nome de AECIM na Odebrecht e de outros malandros. Quando a prisão do Aécio vai ser decretada?

      Excluir
    2. Como eu disse o Moro vai comer pelas beiradas. Primeiro vai prender os petralhas que estão no limbo, depois avança pros que tem poder intermediário e por último quem tá mandando atualmente. Ele foi treinado pra isso, não dará tiro errado.
      O cara é muito inteligente. Alías, o impeachment ganhou um impulso estrondoso depois que ele divulgou as conversas do teu cumpanheiro presidente. Jogada de mestre! .:

      Excluir
    3. Moro não está agindo sozinho, sempre existem forças ocultas, rs

      Excluir
  20. Uó para tirarem qualquer dúvida, assistam o depoimento do procurador Júlio Marcelo Oliveira, tanto no Senado como no Roda Viva. Ele mitou, só sendo muito burro ou cego para acreditar em golpe.

    É claro por ser político o julgamento, o cenário econômico estando bom ela não cairia, mas pelo que cometeu, nem Deus sendo brasileiro a econômica estaria boa.

    ResponderExcluir
  21. Foi golpe ao estilo de repúblicas bananeiras como Paraguai e Honduras.

    ResponderExcluir
  22. O Temer será o salvador da VEJA e da GLOBO, agora essas duas vão faturar uma senhora grana de publicidade estatal.

    O poder pertence à grande mídia, às empreiteiras como foi demonstrado.

    Tiramos uma corrupta "bloivariana", vamos colocar um "super sério e honesto como PAPAI NOEL" neoliberal.

    O Brasil sempre teve canalhice e malandragem no poder.

    TROCAMOS SIM 6 por meia dúzia. Saíram malandros da esquerda, entraram os espertinhos da direita. Mas a corrupção nunca vai acabar se pegarmos só os ratos do PT e protegermos os ratos do PSDB, merenda roubada, dinheiro de Furnas, vício no pó.

    Para os investidores, é aportar forte e pensar na IF. Pois quem tem grana é o dono do poder.

    A maioria dos investidores aqui ainda tem uns 10 anos de aportes pra poder se considerar independente financeiramente. Torçamos para esse tempo passar rápido. Nisso podemos influir certamente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo, se você tem as provas eu te ajudo a prender todos eles. Não tenho corrupto de estimação. Você pode denunciar anônimo mesmo no Ministério Público Federal. Faça um favor ao Brasil! Vamos prender todos eles!

      Excluir
    2. Se correr o bicho pega, se ficar o bicho come, rs

      Excluir
  23. Quer uma receita de como acabar com a corrupção?
    É só não investigar os corruptos: Ao barrar investigação, Gilmar suspende até depoimento de Aécio

    http://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/ao-barrar-investigacao-gilmar-suspende-ate-depoimento-de-aecio/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aécio é o politico mais ficha limpa do Brasil, governou Minas durante anos e ninguem achou nada de errado, pelo menos não saiu na imprensa, rs...

      Excluir
  24. Não tenho orgulho de ter presidente informante da CIA. Os americanos nem precisam grampear nada, nosso Vice Presidente na época entregava tudo de bandeja.

    http://www1.folha.uol.com.br/poder/2016/05/1771016-wikileaks-diz-que-michel-temer-atuou-como-informante-dos-eua.shtml

    As PF não deveria investigar os espiões que agem contra o Brasil???

    Só falta termos um presidente, que seja ex-governador, amigo de senador traficante com helicóptero cheio de pó e viciado que constroi pista de pousos para voos suspeitos do Paraguai na fazenda do tio. República da cocaína.

    O Lula pelo menos bebia cachaça.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você deve ter orgulho da mulher sapiens... Do cachaceiro de Atibaia... Do tesoureiro presidiário... Do espião cubano cadeieiro Zé Dirceu... Você defende bostas acusando com outros bostas. Que todos sejam jogados no esgoto, inclusive quem defende bandidos. CHOREM! O Mimimi é grátis...

      Excluir
    2. Hum... E.U.A. podem estar por trás deste golpe, rs

      Excluir
    3. É o choro tá grande.

      Estes que defendem a quadrilha petralha trabalhavam no min da Cultura cujo unico objetivo era propagandear a bandalheira. Provavelmente tiveram seus nomes no DOU (exonerados), perderam o bolsa internet. hehe

      Excluir
  25. Fala Uó!

    Não houve golpe e acho patético que o PT se apoie num argumento tão raso para defender seu governo. Em nenhum momento houve sequer a tentativa de rebater as acusações, apenas pareciam papagaios repetindo as mesmas coisas.

    Depois passa lá no meu blog, recém criado:

    http://trabalhadordomercadofinanceiro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir