quinta-feira, 31 de março de 2016

Tags: , , ,

Suporte que se Torna Resistência


Veja meu novo site Aqui 

Na análise gráfica, um fundo prévio torna-se uma resistência. É o que estamos presenciando no momento atual do mercado. Veja o gráfico do WINFUT abaixo...


Os fundos de 2013 e 2015 estão exatamente no ponto de resistência atual. Se rompido, temos objetivo em 57.000 pela LTB e 61.000 pela MM de 200. Mas temos boas chances de ir buscar os 46.000 que é a MM de 20. Tudo vai depender do desenrolar do cenário político e do desempenho das commodities no mercado internacional.

No dia de hoje venderei mais um ativo da carteira que se valorizou 100% nas últimas semanas. Neste caso GGBR4. O preço tocou uma importante resistência no gráfico semanal e está fora das bandas. Não estou vendendo tudo. Já tinha vendido 1/3 quando atingiu 4,4 e agora venderei mais 1/3. O restante venderei só se chegar nos 10 reais.


Outro ativo que estou pensando em vender hoje é a OGXP3. Acho que sou o último da blogosfera que ainda mantém este papel encarteirado. Se você não lembra o motivo deste ativo estar presente na minha carteira então relembre aqui. Naquela ocasião, após finalizar o trade, imaginava que o ativo poderia chegar a 0,02 centavos ou a 1 real. Acabou dando a primeira opção para minha tristeza. Quando chegou a 0,08 comprei mais um pouco pois ainda não acreditava que ia virar pó (ledo engano).

Se eu conseguir vender acima de 0,10 ainda terei um bom lucro. Surge então o dilema clássico: você segura com muita força um ativo que está caindo, mas um ativo que está subindo você não consegue segurar muito. Porém estamos falando aqui de um ativo que triplicou de preço em dois dias, aí a história muda, vejam que gráfico sinistro...

Continue lendo

quarta-feira, 30 de março de 2016

Tags: , ,

A Melhor Forma de Não Entrar na Bolsa


Veja meu novo site Aqui 

Ontem o papel OGXP3 realizou aquele típico movimento de ação "micada". Em poucos minutos a cotação subiu de 0,03 para 0,07 (relembre aqui). E isto já foi suficiente para atrair pessoas em busca do dinheiro fácil. Quem nunca comprou uma ação sequer na vida se viu numa vontade incontrolável de comprar, veja abaixo uma conversa extraída de um fórum famoso da internet.


Não se sabe ainda o que está por trás deste movimento de alta repentino, talvez um short squeeze. O volume foi bem acima da média como pode ser visto abaixo. Hoje o papel já abriu sendo cotado a 0,08 depois de um leilão de quase 1 hora, e poderemos ter mais um dia de alta expressiva.


Conheço este papel de longa data, já fiz trades com ele no passado e tenho uma posição residual em carteira. Mas minha sugestão é que fiquem longe deste tipo de especulação, principalmente para os iniciantes em bolsa de valores.

Em renda variável todo cuidado é pouco, proteja seu patrimônio!
Continue lendo

terça-feira, 29 de março de 2016

Tags: , , ,

Ação Valoriza Mais de 100% no Dia!


Mercado continua eufórico com a saída do PMDB da base aliada e a possível queda do PT (relembre aqui). Até a famigerada OGX ressurgiu das cinzas chegando a valorizar mais de 100% no dia. Deste jeito vou bater o CDI, hahaha

Continue lendo

segunda-feira, 28 de março de 2016

Tags: , ,

PMDB - Uma Ponte para o Futuro?!



O diretório nacional do PMDB deve confirmar nesta terça-feira (29), em uma reunião na Câmara dos Deputados, o desembarque já esperado do governo da presidente Dilma Rousseff. Se confirmado o rompimento do partido com o governo, a sessão do Congresso marcada para o mesmo dia para analisar vetos presidenciais poderá servir como prova de fogo para o Palácio do Planalto.

Segundo apuração do portal G1, 11 diretórios estaduais sinalizavam que seus integrantes votarão a favor do desembarque do PMDB do governo Dilma Rousseff na reunião de terça-feira. Somente um diretório, o do Maranhão, defendeu a manutenção da aliança, enquanto outros 11 afirmaram que ainda não tinham posicionamento definido.

A eventual saída do PMDB, maior partido aliado, também preocupa o governo devido à possibilidade de um “efeito dominó” entre outros partidos da base aliada, com reflexos na comissão especial do impeachment, que analisa o pedido de afastamento da petista.

Mercado


O IBOV intensificou ganhos nesta tarde com investidores já adiantando a saída do PMDB da base aliada. Os papéis das estatais tiveram forte alta liderados pelo Petrobras que operou deslocada dos preços do petróleo no mercado internacional.

Por outro lado, as ações das educacionais afundaram neste primeiro pregão da semana. Isto é explicado pelo fato do programa do PMDB "Ponte para o Futuro" prever amplo corte de políticas sociais com possível impacto no FIES.

Fonte 1
Fonte 2
Continue lendo

quinta-feira, 24 de março de 2016

Tags: , ,

Manhattan Connection: Jazz de Minas para o Mundo!



Desde a década de 60, com o movimento Clube da Esquina, Minas Gerais conquistou um lugar de destaque na música brasileira. Este movimento marcou toda uma geração e até hoje é cultuado por pessoas de todas as idades. Teve início quando  jovens músicos começaram a se encontrar na cena musical da capital mineira. O som produzido fundia as inovações trazidas pela Bossa Nova a elementos do jazz, do rock’n’roll, de música folclórica dos negros mineiros e alguns recursos de música erudita e música hispânica.


Inicialmente representado por Milton Nascimento, Wagner Tiso, Fernando Brant, Márcio Borges, Nivaldo Ornelas, Toninho Horta e Paulo Braga, a turma mineira foi agregando uma constelação de instrumentistas e compositores. Nos anos 70, esses artistas tornaram-se referência de qualidade na MPB pelo alto nível de performance e disseminaram suas inovações e influência a diversos cantos do país e do mundo.


Hoje o cenário musical mudou e os expoentes da nova geração de músicos mineiros está fortemente representado pelas bandas de pop-rock Pato Fú, Jota Quest e Skank. A última, na minha humilde opinião, a melhor banda brasileira da atualidade. Estas bandas costumam lotar ginásios e estádios pelo país a fora com um som dançante e inteligente.

Manhattan Connection

Após 23 anos utilizando a mesma vinheta, o programa Manhattan Connection ganhou um novo tema e com DNA mineiro. Com uma pegada de jazz bem marcante, The Manhattan Connection' s theme ganhou a interpretação da cantora Lívia Tucci e a participação dos músicos Bruno Vellozo (baixo), Felipe Villas Boas (guitarra) e Fernando Delgado (bateria). A composição é de Rodrigo Guimarães co-autor ao lado do pianista José Namen. É Minas Gerais mais uma vez exportando música de alta qualidade.


Desejo uma boa páscoa a todos os leitores.

Abraço d'Uó!
Continue lendo

quarta-feira, 23 de março de 2016

Tags: , , ,

Enquanto isso na sala da justiça...


As atenções estão todas voltadas para o IBOV mas discretamente o IFIX sobe dia a dia. Desde o pânico formado no final de dezembro com uma medida provisória proposta pelo senador Romero Jucá que definia a tributação sobre as distribuições mensais do fundos, as cotas caíram vertiginosamente. Naquele momento, os mais afoitos colocaram esta modalidade de investimento em julgamento e muitos acabaram desmontando suas posições no desespero. Isto gerou um efeito manada no mercado fazendo com que os preços de cotas despencassem.


Como pode ser visto no gráfico do IFIX acima, com a mesma força que as cotações caíram em dezembro e janeiro, agora estão subindo. Além do fato da media provisória ter sido abandonada (pelo menos por hora), temos duas novas variáveis no mercado que são o otimismo em relação à queda do PT e a diminuição do prêmio pago pelo governo nos títulos do tesouro. Na medida em que as taxas do tesouro ficam menos atrativas, as ainda boas rentabilidades proporcionadas pelos FIIs tornam novamente um chamariz para o investidor. A título de ilustração, veja abaixo o comportamento do título IPCA 2035 até ontem.


Investidores que compraram títulos nos dois últimos topos de taxas estão agora dando pulos de alegria pois já acumulam valorização bruta de mais de 20%. Quem ficou atento ao movimento da curva de juros já iniciou as compras logo que as taxas romperam o nível de 7%. Eu mesmo comecei a alertar aqui no blog o movimento de subida das taxas com este post. Na verdade já tinha feito uma "viagem na maionese" aplicando análise técnica no gráfico das taxas "prevendo" o rompimento de um triângulo que levaria as taxas a patamares de 7% (relembre aqui). Depois disto fui anunciando rompimento atrás de rompimento que culminou com uma taxa de 7,82% em 23 de janeiro deste ano (relembre aqui).

Se você não pegou as taxas de 7,5% ou 7,8% não vejo porque ficar desanimado. Uma taxa de 6,5% ainda é muito atrativa para o investidor. País nenhum no mundo paga taxas tão altas como o Brasil. Se mesmo assim tem o desejo de comprar novamente acima dos 7% então uma boa estratégia é continuar comprando mensalmente e guardar um pouco do dinheiro para um aporte dobrado caso a taxa volte a subir. A pergunta de 1 milhão de dólares é: "vai subir novamente?". Ninguém sabe, mas temos um cenário econômico e político propício para isto. Então talvez vale uma aposta. Se o dólar voltar a subir novamente os juros futuros sobem de carona.

No momento sigo aportando em LFTs para formação de caixa e em FIIs para formação de fluxo de caixa. Fiquem atentos, toda semana uma nova janela de investimentos se forma no mercado, o importante mesmo é ter dinheiro disponível para aproveitar as oportunidades. Assim falou o Batman... e fique na sua Superman.... rs

Continue lendo

sábado, 19 de março de 2016

Tags: , , , ,

Estudos Sobre Carteiras de Investimento de Ações


Boa noite a todos!

Tenho visto alguns colegas eufóricos com a valorização das suas carteiras de ações neste mês de março. Porém, o gráfico abaixo apresenta a triste realidade, estamos exatamente no mesmo nível de 31/07/2015. Em outras palavras, estamos no mesmo nível de quase um ano atrás e ainda perdendo para a poupança.


Mas esta é uma conclusão muito simplista da coisa e apenas uma visão de curtíssimo prazo. Em um horizonte de investimento de 20, 30, 40 anos, um período de 8 meses não quer dizer absolutamente nada. Por curiosidade, resolvi fazer um estudo rápido a respeito das minhas carteiras de investimento neste período. Tabelei, como pode ser visto na figura a seguir, as três carteiras teóricas que tenho hoje em monitoramento. Vamos chamá-las de carteira azul, carteira verde e carteira cinza.


Realizei a coleta das cotações dos papéis em 4 momentos distintos: 31/07/2015, 20/01/2016 (fundo do IBOV no período), 18/03/2016 (fechamento de ontem) e a menor cotação do papel no período.

Com as cotações registradas, calculei a variação percentual até ontem (18/03/2016). Calculei também a variação de cada papel no dia que o IBOV marcou o fundo (20/01/2016). E com a menor cotação de cada papel neste período calculei a maior queda respectiva.

Observação: para simplificação não considerei os dividendos do período, então as variações percentuais de cada ativo estão abaixo da real.

De posse das variações individuais de cada papel, calculei também as variações por carteira até o fechamento de ontem e no dia do fundo do IBOV.

Uma surpresa que tive foi que a carteira cinza, que a princípio seria a carteira mais fraca, se mostrou como sendo a carteira de melhor desempenho no período. Performou com +5,85% de valorização contra -0,08% do IBOV. No dia do fundo do índice, esta carteira apresentava queda de -9,07% contra -27,21% do IBOV.

Observação: quando digo "mais fraca" entenda como algo subjetivo, não usei nenhum critério matemático ou fundamentalista para dividir os ativos em carteiras, apenas fiz uma balanceamento entre setores e distribuí os ativos segundo uma preferência particular.

A carteira verde, que a princípio seria a carteira de preferência intermediária, apresentou o pior desempenho. Performou -12,29% até o fechamento de ontem. No dia do fundo do IBOV apresentava queda de -23,92%.

A carteira azul, que a princípio é a carteira prioritária de aportes, apresentou desempenho médio. Performou -8,79% até ontem e -20,90% no fundo do IBOV.

O gráfico a seguir apresenta a variação de cada ativo em relação ao IBOV no período. Até o dia de ontem, as maiores variações eram de LEVE3 (+24,69%), CTIP3 (+15,06%), LAME3 (+6,87%), SULA11 (6,78%) e TBLE3 (5,68%). Em outras palavras, a LEVE3, por exemplo, valorizou 24,69% acima do IBOV. Vale destacar que o desempenho da LEVE3 neste período é no mínimo surpreendente se considerando a atual crise no setor automobilístico. Já o bom desempenho da CTIP3 não foi surpresa.

Por outro lado, as maiores desvalorizações em relação ao IBOV até ontem são de VLID3 (-25,76%), PSSA3 (-25,32%), BRFS3 (-23,62%), WEGE3 (-22,08%) e CIEL3 (-17,9%). Neste momento o leitor pode estar intrigado sobre estes fracos desempenhos perante o IBOV dado que são todas empresas com ótimos fundamentos. Porém, todos estes ativos apresentavam em julho do ano passado uma valorização extremamente alta, e a partir de agosto foi iniciado um movimento corretivo no mercado de uma forma geral. E o Sr. Mercado foi impiedoso com estes ativos, como eram os que estavam mais sobrevalorizados, sofreram então as maiores correções. Uma hora ou outra a normalidade aparece, o preço desconta tudo.


O gráfico a seguir apresenta a variação de cada ativo em relação ao IBOV no dia do fundo do período (20/01/2016). Naquele dia, muitos ativos não estavam deslocados do índice: LEVE3, CTIP3, SULA11, LINX3, SNSL3, dentre outros. Enquanto o IBOV caia -27,07%, estes ativos apresentavam quedas relativamente pequenas. Porém, naquele momento apenas dois ativos estavam no campo positivo: CTIP3 e LEVE3.


Apresento a seguir, a título de curiosidade, as maiores quedas no período. Os ativos que sofreram mais foram PSSA3, CIEL3, BRFS3, ALUP11, BBSE3, VLID3, WEGE3 e MDIA3. Não obstante, os mesmos ativos que apresentavam valorizações monstruosas até o mês de julho do ano passado: quem vendeu... vendeu, quem não vendeu... não vende mais, rs.


É meu amigo, o mercado se mostra como aquele cara malvado que oferece doce para a criança e depois tira da boca dela. Mas repito, estamos aqui falando de curto prazo, não me surpreenderia ver altas valorizações novamente nos próximos meses, mas excessos sempre teremos, tanto na alta quando na baixa. Há quem diga que preço não importa, dependendo da estratégia de aporte pode realmente fazer pouca diferença, mas estes excessos não deveriam passar desapercebidos, sempre é bom comprar "aos baldes" no desespero dos que estão dentro e vender um "tiquim" na euforia dos que estão de fora.

Bom final de semana!
Continue lendo

quinta-feira, 17 de março de 2016

Tags: ,

Reviravolta na Posse do Ministro Lula


Veja meu novo site Aqui 

Surpreendentemente o mercado financeiro acordo eufórico no dia de hoje. O clima de oba-oba já tinha começado ontem com o pronunciamento do FED a respeito da manutenção da taxa de juros mas ganhou força com o cenário político. O IBOV cravou nesta quinta uma das maiores alta dos últimos tempos graças a uma decisão liminar de um juiz federal contra a posse do ex-presidente Lula como ministro da Casa Civil. A notícia foi divulgada na mídia hora do almoço mas, dado o grande gap de alta formada na abertura do mercado no início da manhã, imagino que grandes players do mercado já 'suspeitavam' de tal ordem (somos os últimos a saber). Fontes informam que a prisão preventiva do ex-presidente já estava sendo preparada desde o início da semana o que gerou a correria no planalto para empossar o político. A cada hora um novo áudio de escutas telefônicas vem a tona na mídia e ouvimos atônitos um palavriado nunca antes publicado neste país. Políticos ofendendo municípios pobres, mandando juiz de m. tomar no c... e por aí vai. Segue um resumo do dia...


Com tanta euforia no mercado, a maior parte dos meus ativos apresentou alta no dia de hoje (veja lista abaixo). A maior valorização foi de BBAS3 com alta de 14%. A maior desvalorização foi TOTS3 com queda de -4%. A Totvs descolou do cenário de alta devido à divulgação de resultados do quarto trimestre de 2015. O mercado não gostou dos números e o papel chegou a cair mais de 10% no dia. Aproveitei este efeito manada para realizar nela o último aporte do mês (veja aqui)


Não operei day-trade hoje e nem ontem. Esta alta volatilidade do mercado tem me afastado das operações. No momento estou objetivando preservar o capital acumulado e não me expor ao risco. Veja abaixo como o índice se comportou no dia...

Continue lendo
Tags: , , ,

Totvs deu Compra!


TSDU mandou comprar então não posso titubear. Ainda dei bobeira prestando da euforia do mercado e não vi o gap. Consegui pegar só a 29,05. Preciso criar um sistema de alarmes via SMS para este meu TSDU.

Continue lendo

terça-feira, 15 de março de 2016

Tags: , , , , ,

Como é a Preparação de Um Trader para Operar no Mercado?


Veja meu novo site Aqui 

Antes de mais nada, preciso deixar claro que não "sou" Trader, muito menos "estou" Trader, estou sim em um processo de formação, de avaliação e de observação. Mas nem por isto preciso agir como um amador, preciso sim de métodos de preparação técnica e psicológica durante esta etapa.

E uma das atividades mais importantes para um Trader é a preparação pré-pregão. Para o operador de contratos de índice e dólar o mercado abre às 9 horas, uma hora antes da abertura do mercado de ações e FIIs. E é de suma importância que às 9 horas o operador já esteja à par do cenário macro atual.


O meu processo de preparação começa logo quando acordo, após assistir aos principais noticiários do dia anterior nos sites das emissoras, e também consultar as principais manchetes dos portais de notícias como esta da figura acima, abro o meu Twitter para obter as últimas notícias do mercado.


Gosto muito do Twiter pois ele filtra para mim as principais notícias dos últimos minutos. Como as chamadas são bem resumidas também fica fácil selecionar as mais importantes.

Após a leitura das principais notícias, consulto então o calendário econômico do dia. Esta é uma etapa importante pois eventos com 3 tourinhos costumam chacoalhar o mercado, e nestes momento não é bom estar com posições em aberto. Os eventos nos E.U.A. costumam ser os mais influentes no nosso mercado, por isto fico de olho na agenda americana.


Em seguida consulto as cotações do mercado futuro do Dow e do Brent conforme gráficos abaixo. O viés destas cotações está muito ligado ao nosso desempenho aqui, serve como termômetro. Na maior parte das vezes, quando o Dow e/ou o Brent estão negativos, abrirmos aqui também no negativo. Não é regra, mas serve como referência. Hoje o Dow está com -0,5%, podemos esperar aí um gap de baixa de 500 a 1.000 pontos na nossa abertura (chute).



Boas operações a todos!
Continue lendo

segunda-feira, 14 de março de 2016

Tags: , ,

Reinvestimento de Proventos (Março/2016)


Os dias 14, 15 e 16 são os mais esperados aqui nas carteiras de investimento d'Uó pois são nestes dias que caem 95% das distribuições de FIIs. É neste momento que realizado o reinvestimento dos proventos recebidos nas últimas 4 semanas. Isto inclui tanto as distribuições dos FIIs quanto os proventos das ações (dividendos, JSCP e aluguéis BTC).

Para realizar o reinvestimento, consulto a minha lista de ativos em monitoração e escolho aqueles que estão mais próximos do valor desejado de aporte. Digamos que este é meu TSDU, parafraseando um grande figurão dos investimentos, rs. Infelizmente, a bolsa subiu demais nos últimos dias, até os FIIs deram uma estilingada, e terei que comprar caro.

Mas não  importa, a metodologia estabelece que todos os proventos devem ser reinvestidos, independente se bolsa subiu ou não. Vamos às escolhas do mês...

Ações

As ações escolhidas para este mês foram VLID3 e WEGE3.


FIIs

Os FIIs escolhidos para este mês foram AGCX11 e FIIP11B.


Não realizei compras a mercado hoje, lancei ordens que podem ou não serem executadas ao longo do no dia. Amanhã entrará mais distribuições de FIIs e assim poderei refazer as ordens não executadas. De qualquer forma, quero estar com estas compras finalizadas no máximo até quarta-feira.

Em relação a novos aportes neste mês, se a bolsa não iniciar um processo corretivo não irei fazer nenhum, deixarei todo o dinheiro no banco por hora.

E você leitor, qual conduta tomará neste mês?
Continue lendo

domingo, 13 de março de 2016

Tags: , ,

Investimentos Além da Poupança


O personagem da série Blogueiros Notáveis deste mês é o colega Além da Poupança. Este é sem dúvida um dos blogueiros que mais contribuem com a blogosfera financeira (talvez o que mais contribuiu até hoje). Através do seu blog, ele fornece conteúdos ricos em informações para o pequeno investidor. Os assuntos vão desde simulações de investimentos até comentários detalhados de livros. Vamos conhecer um pouco mais este blogueiro (por ele mesmo)...

Minha história em investimentos começou quando criança. Sempre tive curiosidade sobre aplicações. Não sei se é por causa da convivência com uma família que sempre estava sobrevivendo no limite do cartão de crédito e que estava acostumada a pegar empréstimos, ou se porque eu sempre fui bom em matemática. Mas desde criança, sabia que ao se colocar dinheiro na poupança este dinheiro rendia, e sabia os conceitos dos juros compostos. Não sabia que o termo era “juros compostos”, mas sabia que havia a possibilidade de se ter uma grande quantidade de dinheiro, do qual parte da renda eu poderia viver, enquanto a outra parte eu poderia reaplicar.

Não venho de família abastada. Pelo contrário. Era raridade eu ter algum dinheiro comigo. Aprendi desde cedo a gastar sabiamente o dinheiro que eu ganhava. Gastava pouco com doces e coisas do gênero, e quando eu gastava, fazia o dinheiro durar por um bom tempo.

Com o tempo fui crescendo, até conseguir o meu primeiro emprego. Ganhava um salário mínimo, e sempre precisava pegar nem que sejam 30 ou 40 reais do cheque especial. Sabia que era completamente prejudicial, mas infelizmente meus gastos, por mais que fossem controlados, passavam um pouco o salário. Com isso aprendi uma coisa: é fácil cair na armadilha das dívidas. Eu que era muito controlado, solteiro, escapava por um triz todo mês, imagina quem tem uma família para sustentar, sem uma madura consciência financeira.

Diante dessa berlinda, precisei tomar providências. Estudei arduamente sozinho, e passei em um concurso público. O salário aumentou consideravelmente, e de aperto passei para a situação de fartura. Conseguia guardar todo mês cerca de 40% do minha remuneração, que depositava religiosamente todo mês na minha poupança. Isso se passava no início de 2008.

Nunca confiei em bancos. Por consequência, sempre desconfiei do que os bancos ofereciam. Relutava quando ouvia sobre CDB, CDI, Previdência privada e Título de Capitalização. E meus olhos estavam atados ao meu sonho de criança: ter um montante grande o suficiente na poupança no qual os juros me sustentassem.

Entrava e acabava mês, estava fervoroso na minha estratégia, até que aconteceu um fato que mudou completamente meu modo de pensar.

Um figurão de onde eu trabalhava fez uma palestra sobre investimento, mais especificamente à ações, com uma pitada de Tesouro Direto. Ele apresentou gráficos históricos de diversas ações, falou sobre Bluechips, linhas de tendência, e outros métodos gráficos. Comentou brevemente também que o Tesouro Direto é um investimento interessante. Houve um estalo na minha cabeça. Descobri que havia outra formas de ganhar dinheiro sem contratar serviços bancários. Aprendi que havia algo Além da Poupança.

Após a palestra, fiquei maravilhado com a possibilidade de obter ganhos mais rápidos. Peguei o nome do livro que o palestrante utilizava, comprei e devorei cada linha. Consegui programas que auxiliavam na Análise Técnica. Ao mesmo tempo em que estudava, observava dia a dia o que acontecia com a bolsa de valores, que estava no auge da crise de 2008, praticamente no fundo. Depois de algumas simulações, fiquei confiante e me aventurei na compra e venda de ações.

Fiquei na compra e venda de 2008 até meados de 2010, época que estava para ser transferido para outro estado, além de estar enamorado com minha atual esposa. Comparei minha performance com a do índice da bolsa. Enquanto o iBovespa estava recuperado, meus investimentos em ações estavam estacionados. Após um ano e meio, eu estava no zero a zero.

Demorei a perceber que tinha alguma coisa errada. Aproveitei minha mudança para outro estado e me desliguei da bolsa. Muitos desistiriam ao saber que até a poupança ganhou de seu investimento pessoal em ações. Mas como sou muito persistente, resolvi estudar outras formas de investimento.

Fiquei durante o fim de 2010 navegando por diversos blogs na internet à procura de um sistema simples, porém que traga retornos respeitáveis. Testei muitos sistemas diferentes, fiz diversas simulações, e finalmente encontrei um do qual me identifiquei.

Resolvi investigar melhor o sistema de Investimento Gradual em ações. Como eu achava estressante acompanhar frequentemente as cotações da bolsa, esse sistema me garantiria liberdade e tranquilidade para investir. O requisito é o investimento em boas empresas, que possuem uma margem de segurança adequada. Precisei aprender a selecionar as empresas que entrariam para minha carteira. Nunca me baseei pelo que os analistas de corretoras recomendavam. Sou de fazer minhas próprias análises, colhendo os frutos ou assumindo a responsabilidade dos meus erros. E não adiantou, precisei estudar contabilidade para entender o significado dos balanços empresariais.

De um livro básico de contabilidade, passei a livros de análise fundamentalista, de biografias de investidores, de investimentos em small caps e de operações com opções. O que começou com um simples livro, se transformou em uma coletânea de algumas dezenas deles.

Hoje tenho 25 anos, casado, e não tenho filhos (continua casado e já tem um filho). Como precisei ser transferido, estou morando de aluguel, o que exige de mim um controle de gastos maior do que antes. Meu objetivo é comprar uma casa própria, mas sem pressa. Ao contrário do que muito brasileiro acha, não vejo o aluguel como um dinheiro jogado fora. Por isso, invisto em ações e caso apareça uma boa oportunidade de comprar um imóvel, faço a transação. Enquanto não aparece, vou seguindo religiosamente minha estratégia.


Agora que vocês já conhecem um pouco mais deste blogueiro notável, destaco abaixo seus melhores posts segundo minha opinião...

Último Post: Livro e sorteio – Como ficar rico comprando imóveis em leilões

Planilha de Controle: Planilha de acompanhamento de rendimentos mensais

Opinião

O que aprendi após cinco anos de mercado de ações
Meu método de precificação – Teoria e prática
As ações deveriam render mais que outras classes de investimento?
O caso Mesbla e suas lições
Qual a importância do pequeno investidor para o mercado de ações e para as empresas?
Seja um pitecofóbico. Fuja dos micos da bolsa!
Empresas boas x Empresas ruins
Não tenha medo do mercado de ações
Aportes mensais te ajudam a perder para o mercado
Cuidado com as dicas quentes
O número mágico da independência financeira

Simulações

Simulação de modalidades de aportes – CIEL3
Simulação de aportes dobrados - BBAS3
Simulação de compras periódicas – BBDC4
Simulação de compras periódicas – CMIG4
TD x FII - Uma breve simulação de compra

Análise de Fundamentos

Análise e opiniões - Alpargatas e Grendene - Conclusão
Análise e opiniões - BRFS3 e MDIA3 - Mais gráficos e conclusão

Análise de Livros

Livro - O Tao de Warren Buffett
Livro - Warren Buffett e a Análise de Balanços
Livro - Os Segredos de George Soros & Warren Buffett
Livro – O jeito Warren Buffet de investir
Livro – Pai Rico Pai Pobre
Livro – O jeito Peter Lynch de investir
Livro – Investindo em ações no longo prazo

Conceitos Básicos

Ações preferenciais – Origem e esclarecimentos
Quiz do mercado de ações - Respostas
Saiba mais sobre o mercado fracionário
Dividendos. Um fim, não necessariamente um meio
Informações sobre o Tesouro Direto
Entenda a variação dos títulos
Calculando de forma correta seus investimentos - Parte 1
Calculando de forma correta seus investimentos - Parte 2
Continue lendo

quinta-feira, 10 de março de 2016

Tags: , , ,

Como Dobrei meu Capital na Bolsa em 9 Meses...


Veja meu novo site Aqui 

Ontem meu grande colega Viver de Dividendos reclamou do título sensacionalista do último post. Disse que fazia de propósito, estilo Infomoney, e lá vai mais um, rs...

Então, hoje aconteceu algo interessante, notei que o saldo da minha conta na Walpires está em 6.026 reais, sendo que o aporte realizado na mesma no ano passado foi de 3.000 reais redondos.


A conta foi aberta em meados de junho de 2015, e passados 9 meses depois, o capital alocado dobrou. Isto foi uma conjuntura dos resultados consistentes em day-trade de derivativos e também de investimentos precisos em títulos do governo, um misto de eficiência operacional e timing de mercado. Não, não, desculpem pessoal, não foi nada disto, estou zoando com estas frases de impacto. rs.

Bom, o que quero passar que é sim possível tirar uns trocados do mercado operando alavancado com mini-contratos. E se você utilizar dos resultados para fazer bons investimentos, comprando renda fixa por exemplo, as chances de dobrar o capital em menos de um ano são muito boas. 3.000 reais para alguns não é nada, tem gente que ganha isto em dois dias de trabalho, mas não se apegue a valores absolutos, o que importa é a relativização da coisa, se é que me entendem.

Boas operações (e investimentos) a todos!
Continue lendo

quarta-feira, 9 de março de 2016

Tags:

Recorde de Acessos no Blog!


Ontem, com o post Será que é Hoje o Dia de Vender Ações da Vale?, o blog atingiu o recorde de acessos diários: 1.940 acessos! A venda se mostrou acertada, lucro bom é lucro no bolso.

Continue lendo

terça-feira, 8 de março de 2016

Tags: , , , ,

Será que é Hoje o Dia de Vender Ações da Vale?


No post de ontem o colega Calhorda questionou se chegou a hora de vender Vale. Perguntas como esta são complicadas de responder, primeiro porque não sou analista financeiro habilitado a dar este tipo de resposta, segundo porque cada um tem um objetivo diferente em uma posição montada no mercado acionário.

Respondendo por mim mesmo, irei hoje desmontar metade da minha posição. Meu planejamento inicial era de me posicionar para o longo prazo, até por isto tinha disponibilizado os papéis para aluguel, nem de longe esperava uma valorização de 70% em tão pouco tempo. Mas não posso deixar um lucro destes passar em branco, vou aproveitar que o tomador dos papéis fez a devolução e irei vender hoje na abertura do mercado.

Do ponto de vista gráfico, o preço rompeu ontem a MM de 200 mostrando uma força não vista nos últimos meses.


Abaixo o gráfico de preço do minério de ferro atualizado. É fácil ver que a cotação da Vale segue de perto a cotação da commodity.

Continue lendo

segunda-feira, 7 de março de 2016

Tags: , , ,

Preço do Minério de Ferro Hoje (+18% de Alta!)


E a semana já começa quente...


Foi bom não ter desmontado a posição em Vale na semana passada, vamos ver como abre hoje.
Continue lendo

domingo, 6 de março de 2016

Tags: , , ,

Fechamento Mensal (Fevereiro/2016)


A semana foi tão movimentada e corrida que só hoje tive tempo de consolidar o fechamento do mês passado e gerar as tabelas e gráficos. Nesta semana a bolsa subiu 18% - maior elevação percentual desde outubro de 2008. No mês a valorização de está em 14,7% e no ano em 13,23%. As ações tiveram forte alta nos últimos dias, reagindo ao noticiário da operação Lava Jato e tendo como pano de fundo alta dos preços do petróleo e minério no mercado internacional. Vamos aos números de fevereiro.

Rentabilidades

Rentabilidade geral positiva no mês de +3,38%. Negativa no ano em -3,79%.


Rentabilidade nas ações positiva no mês de +3,78%. Negativa no ano em -2,55%.


Rentabilidade nos FIIs positiva no mês de +2,70%. Negativa no ano em -4,82%.


Em relação aos colegas de blog, estou quase no final da tabela. A alta exposição em FIIs está sendo responsável por esta colocação. A rentabilidade média dos colegas em fevereiro está em -0,66%.


Proventos Mensais

O yield dos FIIs em fevereiro foi de 0,99% contra 1,09% em janeiro. O yield das ações em fevereiro foi de 0,38% contra 0,06% em janeiro. O yield médio do mês ficou em 0,71% em fevereiro contra 0,65% em janeiro.


Alocação de Ativos

A carteira continua com elevada concentração em renda variável (ações e FIIs) e exposição mínima na renda fixa (conta corrente, poupança e tesouro direto). Está tranquilo, está favorável.

Continue lendo

sábado, 5 de março de 2016

Tags: , ,

NTN-B Principal (Tesouro IPCA) - Gráfico de Taxas Histórico


Veja meu novo site Aqui 

Quando cantei aqui no blog a excelente taxa de 7,82% para o Tesouro IPCA em janeiro último, não imaginava que teríamos tamanha queda em tão pouco tempo. Considero isto uma aberração de mercado, não é algo normal. Mas esta semana ocorreu tanta aberração nos mercados que esta passou desapercebida. Tivemos um evento principal nesta semana que começou a formar um gatilho para esta queda. Foi a manutenção da SELIC no valor de 14,25% pelo COPOM. Sim, o mercado já espera, mas a confirmação sempre é necessária. Não sou nenhum conhecedor de política monetária, mas um colega que leio frequentemente postou nesta semana um excelente artigo que explica ipsis litteris o motivo pelo qual as taxas estão caindo desde a reunião do COPOM de janeiro, mesmo que o afrouxamento da política monetária não iniciou de fato. Veja o artigo completo do Finanças Inteligentes aqui.

Abaixo o gráfico atualizado da NTN-B Principal 2035, a queda da taxa é sem dúvida a maior dos últimos dois anos, e foi apenas em um dia, algo deveras anormal. Veremos as cenas dos próximos capítulos, a conduta agora é bumbum na parede, compras estão suspensas por tempo indeterminado.

Continue lendo

sexta-feira, 4 de março de 2016

Tags: , ,

Ex-Presidente Lula é Conduzido à Polícia Federal


Lula esconde o rosto ao ser conduzido coercitivamente para prestar esclarecimentos

Conforme anunciado aqui no blog hoje pela manhã (relembre), o mercado vive mais um dia de euforia por conta do noticiário doméstico. Fiz questão de tirar uma foto dos 78 ativos que tenho em carteira com as respectivas valorizações neste dia histórico.


Acabei vendendo pouca coisa pela manhã, o HB travou e tive que ligar para a corretora para vender pela mesa. Desmontei as posições de GGBR4, PCAR4, RAPT4, CMIG3 e DTEX3 montadas neste ano. Não vendi tudo é claro, sempre deixo pelo menos metade em carteira, vai que esta bolsa maluca sobe mais 20% não é mesmo? Infelizmente não consegui vender VALE5, minha posição está com valorização de 70% no momento, porém o papel foi alugado por algum maluco que está operando vendido desde os 9 reais, vai entender.
Continue lendo
Tags: , , , , ,

Euforia na Bolsa!


Se tem uma coisa que as sardinhas gostam é bolsa subindo. Basta aparecer no Jornal Nacional a notícia de que o IBOV subiu 5% que no dia seguinte o sujeito nem almoça, irá aproveitar o horário livre do almoço no trabalho para abrir o HB da corretora e ir às compras de Petrobras, Vale e outras 'blue chips'...

Estamos assistindo um senhor repique de mercado, o IBOV está dando tiros vigorosos para cima. Quem participou do pregão ontem ficou de boca aberta. Como opero no intra-day, consigo ter uma visão bem clara de quando há euforia ou depressão na bolsa, e ontem fui um dos dias mais eufóricos que já vi na bolsa. Este clima de otimismo já vinha de alguns dias mas ontem, com as notícias da delação premiada do Senador Delcídio, a coisa ficou realmente descontrolada.

O povo tem memória curta, mas fazendo uma pequena regressão, coisa de dois meses atrás, o clima era completamente oposto. Além do cenário econômico e político deteriorado, tínhamos também uma tensão econômica vindo da China e outra tensão vindo dos países produtores de petróleo. Estávamos no meio do que os analistas apelidaram de "A Tempestade Perfeita".

Mas e agora, o que mudou? Dois meses depois a tempestade passou e a crise se dissipou? A oferta-demanda mundial do petróleo se equilibrou? A China vai voltar a consumir toneladas de minério? O PT vai cair e um outro partido vai endireitar o país?

Sinto muito lhes dizer amigos, mas nada mudou. Sim, a Policia Federal está neste exato momento na porta da casa do Ex-Presidente (veja aqui) e poderemos ter mais um dia irracional nos mercados. Faz parte, o mercado vive de expectativas, mas eu não cairei nesta, não mesmo.

Bom, antes da euforia, nestes últimos dois meses, quando estava todo mundo vendendo, apavorado com a Tempestade Perfeita, eu simplesmente vendi o que tinha e o que não tinha de renda fixa pra comprar ações. Lambi as LFTs e até reserva de emergência que estava na poupança eu catei. Pelo gráfico de alocação abaixo dá para perceber este movimento. Na verdade eu já vinha queimando a minha renda fixa desde julho do ano passado, em janeiro e fevereiro foi a raspa do tacho.


Abaixo a lista das últimas compras efetuadas com as respectivas valorizações...




Os FIIs não andaram, nem esperava que andassem, pelo contrário, não gosto de ver FIIs aumentarem de preço, isto reduz minhas possibilidades de obter high yield com minhas compras periódicas. Mas as ações andaram bem, na verdade não andaram, elas dispararam. E sinceramente eu não acho isto nem um pouco saudável. E para completar, estou precisando comprar mais FIIs neste mês para acertar um desvio na curva de I.F. apresentado no fechamento de fevereiro, sendo assim irei desmontar algumas destas posições em ações feitas em janeiro e fevereiro sem pensar duas vezes.
Continue lendo

quinta-feira, 3 de março de 2016

Tags: , ,

Como Consultar On-Line o Informe de Rendimento de Ações


Veja meu novo site Aqui 

Quem gosta de entregar a declaração de imposto de renda logo nos primeiros dias já deve estar de cabelo em pé por não ter recebido ainda os informes de rendimentos. Eu por exemplo não recebi nenhum até o momento. Pode ser um atraso dos correios ou das próprias instituições financeiras. A multa aplicada pela Receita Federal é de cerca de 43 reais para cada documento em atraso, mesmo com um valor tão alto de punição, os atrasos são frequentes. É a ineficiência das instituições brasileiras como de costume.

Porém, estamos em plena era digital e devemos questionar a real necessidade de receber aquela papelada na nossa residência. Além dos altos custos com correspondência, papel e impressora, temos que pensar também no meio ambiente. E dito isso, a melhor forma é mesmo a consulta on-line das informações. Irei então orientar o leitor a consultar os seus proventos e posições acionárias através dos sites das três principais escrituradoras do mercado (Itaú, Bradesco e Bando do Brasil).

Para quem não sabe, escrituração é o serviço de guarda de suas ações. O escriturador é a instituição contratada pela empresa que tem ações negociadas em bolsa para realizar a guarda, atualização, coordenação de eventos corporativos, pagamento de dividendos e juros sobre capital próprio, além de também realizar o atendimento a acionistas.

Observação: Tenho conta nos três bancos listados e por isto foi fácil conseguir os informes através dos home bankings. Para quem não tem conta no banco, não sei informar o procedimento, sugiro ligar para o banco para conhecer os passos.

Itaú






Bradesco


  



Banco do Brasil


O Banco do Brasil também faz a escrituração de alguns FIIs como pode ser visto na figura acima. O desafio agora é obter os informes dos demais FIIs, alguém aí tem uma dica?
Continue lendo