quinta-feira, 22 de setembro de 2022

A Finansfera morreu?

Depois que eu "migrei" para o Twitter, fiquei pouco frequente por aqui no blog. Confesso que tenho saudades daqueles tempos, o ambiente aqui na finansfera é mais saudável do que o que existe hoje nas redes sociais. Claro que aqui também existiam as tretas, mas o pessoal era mais unido, eu acho.

Depois de alguns meses sem entrar aqui tomei um susto com o blogroll. Praticamente a maioria parou de postar. É um verdadeiro cemitério de blogs. Curioso que grande parte parou durante a pandemia. Parece que o Covid deu uma desanimada na galera. Espero que ninguém tenha morrido pelo menos.

Bom, passei aqui mesmo só para dar um alô. Espero que todos estejam bem. Fiquem com Deus!


Stifler Pobre
Há 4 meses

Mundo Soul
Há 5 meses

IFologia Pop
Há 5 meses

Tiozinho da ZL
Há 5 meses

Minha Renda Fixa
Há 5 meses

Livre do Chefe
Há 6 meses

Bed Stuy apresenta...
Há 6 meses

Investir para Viver
Há 7 meses

Galo Milhonário - Finanças, economia, investimentos
Há 7 meses

Blog do Calvin
Há 7 meses

Concursado Investidor
Há 7 meses

Sábado Nunca Mais
Há 7 meses

Elsewhere
Há 7 meses

Contabilidade & Métodos Quantitativos
Há 8 meses

Um Gordo Tetinha
Há 8 meses

Jovem Poupador
Há 8 meses

Foco no Milhão
Há 8 meses

Investidor Wannabe
Há 9 meses

Quantum Trader BR
Há 9 meses

Jovem Aportador
Há 9 meses

Lucrando na Bolsa
Há 10 meses

Investidor Internacional
Há 10 meses

Executivo Pobre
Há 10 meses

Sniper Investidor
Há 10 meses

Dinheiro, Investimento e Lazer
Há 11 meses

Gari Advogado
Há 11 meses

Finanças & Pensamentos
Há 11 meses

Executivo Investidor
Há 11 meses

Economicamente Incorreto
Há um ano

O Pobre Sofredor
Há um ano

Vira Lata Investidor
Há um ano

Ministro do Investimento
Há um ano

Investimentos 2016
Há um ano

HEAVY METAL Investidor
Há um ano

Pobre Japa
Há um ano

Milionário aos 40
Há um ano

Mestre dos Centavo$
Há um ano

Aposente aos 40 - Um guia para quem busca a indep. financeira / aposentadoria antecipada (FIRE)
Há um ano

Investidor Convicto
Há um ano

Investcenter
Há um ano

Investidor Troll
Há um ano

Jovem de Sucesso
Há um ano

Mr.Dividendos
Há um ano

Steynd B.
Há um ano

Jornada do Poupador
Há um ano

Goku Investidor
Há um ano

Tio Investidor
Há um ano

O Viajante Investidor
Há um ano

Trabalhador do Mercado Financeiro
Há um ano

O Engenheiro Investidor
Há um ano

PATO POBRE
Há um ano

Hank Investidor
Há um ano

Simplicidade
Há um ano

Maestro Investidor
Há um ano

O Aportador
Há um ano

Professor Investe
Há um ano

Simples&Próspero
Há um ano

IR Finanças
Há um ano

blog do corey
Há um ano

Pecúnia
Há um ano

∴ Funcionário Público Investidor ∴
Há 2 anos

Sequoia Investments
Há 2 anos

RK INVESTIMENTOS
Há 2 anos

Capitalista
Há 2 anos

Bastidores da Bolsa
Há 2 anos

Lawyer Investidor
Há 2 anos

Quero Viver de Dividendos
Há 2 anos

Investidor das Exatas
Há 2 anos

MÉDICO INVESTIDOR
Há 2 anos

Investidor Disciplinado
Há 2 anos

Punk de gravata
Há 2 anos

Zé Ninguém Investimentos S/A
Há 2 anos

Investidor de Risco
Há 2 anos

Viver de aluguel
Há 2 anos

CAPITALISMUS
Há 2 anos

Engenheiro pobretão
Há 2 anos

O Valor
Há 2 anos

Frugal Aportador
Há 2 anos

Antípoda
Há 2 anos

Almofadinha Amarrado
Há 2 anos

Joselito, Investimento Sem Noção
Há 2 anos

Enriquecimento Progressivo
Há 2 anos

Dividendos para uma vida toda
Há 2 anos

O Burguês Inglório
Há 2 anos

Resenha Virtual – Finanças Pessoais
Há 2 anos

Pobre Zen
Há 2 anos

Seu Madruga Investimentos
Há 2 anos

Meu 1° Milhão
Há 2 anos

Investor On The Run
Há 2 anos

Economista Visual
Há 2 anos

Investidor JR.
Há 2 anos

O Sonhador Econômico
Há 2 anos

50segundos
Há 2 anos

Janota Investidor
Há 2 anos

SrIF365 | INDEPENDÊNCIA FINANCEIRA | RENDA PASSIVA | BRASIL
Há 2 anos

Vida mais ou menos
Há 2 anos

Amigo Rico
Há 2 anos

Arquivos Virtuais
Há 2 anos

Poney Investidor
Há 2 anos

Zé Ruela Investidor
Há 2 anos

SENHOR BUFUNFA
Há 2 anos

Investidor de Cristo
Há 2 anos

Sovina
Há 2 anos

Blog do Holder
Há 2 anos

Agiota Amador
Há 2 anos

Plantonista Poupador
Há 2 anos

INVESTINDO NA IF... O BLOG DESCOMPLICADO
Há 2 anos

Sou poupador.
Há 2 anos

financionauta
Há 2 anos

Rodo Milhão
Há 2 anos

Viver de dividendos e rendimentos!
Há 2 anos

Mente Investidora
Há 2 anos

Carteira Jonas Schwingel
Há 2 anos

Aportador Indeciso
Há 2 anos

Investidor Americano - Investindo em REITs e Ações de Dividendos Crescentes
Há 3 anos

Prosperando
Há 3 anos

Investidor Casado
Há 3 anos

Pirata Rico
Há 3 anos

Nerd Investidor
Há 3 anos

Conhecimento Financeiro
Há 3 anos

Do Zero ao Milhão
Há 3 anos

Marujo Investidor
Há 3 anos

Lorde das Moedas
Há 3 anos

Doutor Muquirano
Há 3 anos

Messier 109
Há 3 anos

Viver de Aluguel de Temporada
Há 3 anos

Investidor Vaca
Há 3 anos

Samurai Financeiro
Há 3 anos

Geração 65
Há 3 anos

Retiring Early in Brazil
Há 3 anos

MoneyMike
Há 3 anos

Corrida dos Ratos - A FUGA
Há 3 anos

Vença por você
Há 3 anos

Rei do Norte
Há 3 anos

Apenas um Ser Lixo
Há 3 anos

Investidor Invisível - Jornada em busca da Liberdade
Há 3 anos

iO
Há 3 anos

Ativos for Change
Há 3 anos

Termos Reais
Há 3 anos

Frugalidade Hacker
Há 3 anos

Rico Classudo
Há 4 anos

Viver de FII
Há 4 anos

Investidor Viking
Há 4 anos

Maromba Investidor
Há 4 anos

Santo Poupador
Há 4 anos

Jogo do Milhão
Há 4 anos

O FILHO DO CHEFE
Há 4 anos

Investidor Livr3
Há 4 anos

Finansfera$
Há 4 anos

Mestre dos Dividendos
Há 4 anos

Aporte e Investimento para Independência Financeira
Há 4 anos

MASCADA BOA
Há 4 anos

Informaremos …
Há 4 anos

Boqueta de Porco
Há 4 anos

Apócrifo conta níquel
Há 4 anos

Investidor Programador
Há 4 anos

Carteira de Dividendos
Há 4 anos

A Dona da Grana
Há 4 anos

Ephodion
Há 4 anos

Investindo pouco, ganhando muito
Há 4 anos

Viver de Finanças
Há 4 anos

Enriquecendo
Há 4 anos

O lado esquerdo da bolsa
Há 4 anos

Investidor Fundamental
Há 4 anos

Nordestino Pirangueiro
Há 4 anos

Tornando um Investidor
Há 4 anos

Blog do Stone
Há 4 anos

HighLander das Financas
Há 4 anos

Blog do NoimoͶ
Há 4 anos

Discussão sobre Investimentos
Há 4 anos

Sr. Sirigueijo Investimentos
Há 4 anos

Aroldo Batista
Há 4 anos

Viver de Trade
Há 4 anos

Fisioterapeuta investidor
Há 4 anos

O Investidor Persistente
Há 4 anos

O Blog do Estagiário
Há 4 anos

Finanças Cotidianas
Há 4 anos

RW - TRADER
Há 4 anos

Nem Luxo... Nem Lixo!
Há 4 anos

Um brasileiro na Arábia
Há 4 anos

Economia dos Dividendos
Há 4 anos

Alemão Liber
Há 4 anos

Decidi Ficar Milionário
Há 4 anos

Baiano Liso
Há 4 anos

Cabeça de Bogle
Há 4 anos

Baiano Canguino
Há 4 anos

O Acadêmico Investidor
Há 4 anos

Pai Investidor
Há 4 anos

Civilista Emergente
Há 4 anos

Diário do Socrates
Há 4 anos

Blog do Shilits
Há 4 anos

Meus Melhores Investimentos
Há 4 anos

Menos É Mais
Há 4 anos

Pãodurismo 7
Há 4 anos

ZeroUm Fanfarrão
Há 4 anos

Blog da Tartaruga Poupadora
Há 5 anos

Mercado Insensato
Há 5 anos

Rabugento poupador
Há 5 anos

Brócolis Investimentos
Há 5 anos

o Riquinho
Há 5 anos

NooB Investidor
Há 5 anos

Investir & Viajar
Há 5 anos

di Finance
Há 5 anos

VC1KK
Há 5 anos

Guardião da Fortaleza
Há 5 anos

Piloto Pobre
Há 5 anos

5022 dias
Há 5 anos

INVESTIDOR DO MILHÃO
Há 5 anos

Coala Perdido
Há 5 anos

POUPANDO DINHEIRO DO ZERO
Há 5 anos

Investidor Educador
Há 5 anos

General Investidor
Há 5 anos

Lux T
Há 5 anos

Pobre Catarrento
Há 5 anos

Malba Tahan investidor
Há 5 anos

Acumular Ativos
Há 5 anos

Mulher Investidora - o retorno
Há 5 anos

Assessor do Pai Rico
Há 5 anos


terça-feira, 8 de março de 2022

Imposto de Renda 2022

Chegou o momento que todos esperavam. Já está disponível para download o programa do imposto de renda 2022. Porém, a declaração pré-preenchida para quem tem acesso prata ou ouro no eGov só estará disponível no dia 15. Confira esta e outras novidades no Manual do Imposto de Renda 2022.



sexta-feira, 21 de janeiro de 2022

Quem tem apenas uma renda não tem nenhuma!

Algo que não ensinam nas escolas: tenha pelo menos duas rendas! Ensinam apenas que você precisa estudar, se formar e arrumar um emprego. Normal, o sistema está formatado para alimentar a corrida dos ratos. Isso não irá mudar. Mas se você caiu aqui, talvez ainda tenha uma chance. Comece hoje seu projeto de renda extra, só assim você poderá deixar de ser um rato correndo dentro de uma gaiola atrás do queijo.

Qual projeto seria esse? Não tenho a mínima ideia. Mas uma coisa te falo: todo mundo tem pelo menos uma habilidade extraordinária. Descubra qual é a sua e depois basta colocar a mão na massa. Eu sempre pensei que a minha era desenvolvimento de sistemas. Acredito que ainda é, afinal é isso que faço desde 1993. Tenho uma empresa de T.I. em conjunto com outro sócio. Mas quis o destino me dar outra habilidade extraordinária. Graças a ela tenho hoje uma renda extra que em alguns meses chega ser superior ao que recebo com minha atividade principal.

Na próxima segunda receberei do Google um valor que posso chamar de excelente. Ainda mais considerando que é uma renda extra que - depois dos impostos - será toda investida em ações. Quem me acompanha desde 2015 sabe que não foi simples chegar nesse valor, teve todo um planejamento e alguns revezes no meio do caminho. E sei que terão outros. Por isso é uma renda extra e continuará sendo. Não me iludo pois sei que internet é terra de ninguém.

Excelente 2022 a todos!

sábado, 27 de fevereiro de 2021

Guia do Imposto de Renda 2021

Você já começou fazer a sua declaração de imposto de renda 2021? Tem alguma dúvida? Se tiver dificuldade em algum tema pode perguntar que tentarei responder. Mas antes, confira os tutoriais listados abaixo.


O prazo para prestar contas com o Leão começa no dia 1 de março e vai até o às 23h59 do dia 30 de abril. A obrigação de declarar, assim, atinge cada vez mais assalariados e autônomos, que, por mérito ou por negociação, conseguiram um reajuste salarial e terão que declarar, pois o valor de isenção permaneceu o mesmo de R$ 28.559,70 e, no caso de atividade rural, cuja receita bruta tenha excedido a quantia de R$ 142.798,50. Ainda estão obrigados a declarar, quem teve rendimentos não tributáveis acima de R$ 40 mil; ganho de capital na alienação de bens ou direitos; realizou operações na bolsa de valores; tem bens acima de R$ 300 mil; passou a residir no Brasil; e quem ganhou com imóveis e não comprou outro num prazo de seis meses também deve prestar contas.

Uma das novidades deste ano é que a pessoa física que tenha recebido auxílio emergencial em 2020, em qualquer valor, e outros rendimentos tributáveis em valor anual superior a R$ 22.847,76 está obrigada a declarar. Saiba aqui como declarar o auxílio emergencial no imposto de renda 2021. Confira também qual é o CNPJ do Auxílio Emergencial.

As restituições serão pagas em cinco lotes, assim como foi no ano passado. O primeiro lote será pago no fim de maio e o último será depositado em setembro:

1º lote: 31 de maio de 2021;
2º lote: 30 de junho de 2021;
3º lote: 30 de julho de 2021;
4º lote: 31 de agosto de 2021;
5º lote: 30 de setembro de 2021.

Tutoriais do Imposto de Renda 2021

> Como Baixar e Instalar o Programa do Imposto de Renda?
> Como Declarar Dinheiro em Espécie?
> Como Declarar Conta Corrente?
> Como Declarar Poupança?
> Como Declarar Salário?
> Como Declarar FGTS?
> Como Declarar PIS?
> Como Declarar Seguro-Desemprego?
> Como Declarar Rescisão de Trabalho?
> Como Declarar Despesas Médicas?
> Como Declarar Aluguel?
> Como Declarar Imóvel?
> Como Declarar Veículo?
> Como Declarar Divórcio?
> Como Declarar Gastos com Educação?
> Como Declarar Doação?
> Como Declarar Empréstimo?
> Como Declarar Consórcio?
> Como Declarar Previdência Privada?
> Como Declarar Dólar?
> Como Declarar BitCoin?
> Como Declarar Fundos de Investimento?
> Como Declarar Tesouro Direto?
> Como Declarar Ações?
> Como Declarar FIIs?
> Como Declarar Opções?
> Como Declarar BDR?
> Como Declarar CDB?
> Como Declarar LCI e LCA?
> Como Declarar Debêntures?
> Como Declarar COE?
> Como Declarar Imposto de Renda pela Primeira Vez?



quinta-feira, 4 de junho de 2020

Racismo Estrutural e Invisível no Brasil

Consulta rápida ao Wikipédia: Homo homini lupus é uma sentença latina que significa: o homem é o lobo do homem. Foi criada por Plauto (254-184) em sua obra Asinaria. Bem mais tarde foi popularizada por Thomas Hobbes, filósofo inglês do século XVIII.

A expressão “o homem é o lobo do homem” pode ter os mais diversos significados. Atrevo-me a dizer que o homem, no alto da sua “superioridade”, por motivos histórico-sociais, acaba por denegrir, ridicularizar, humilhar e tentar diminuir um indivíduo da própria raça.

Após a vitória do Santos diante do Grêmio na quinta-feira última, na Arena Grêmio, em duelo válido pelas oitavas de final da Copa do Brasil, o goleiro Aranha deixou o gramado acusando a torcida gaúcha de racismo. Segundo o jogador, torcedores do Grêmio xingaram de “preto fedido”.

As câmeras de televisão da ESPN Brasil registraram o momento em que os torcedores imitam macaco em coro das arquibancadas para provocar o jogador. O mais curioso é que pelas imagens da TV podemos ver, no grupo de torcedores, várias pessoas negras se manifestando. Além disso, as imagens mostram uma torcedora xingando o goleiro de macaco.

Horas depois, como não podia deixar de ser, a garota foi bombardeada nas mídias sociais com frases do tipo: "é uma vaca", "é uma branquela horrorosa", "é uma desgraçada" bla, bla, bla... e também os próprios gremistas foram vítimas de insultos como: "os homens do sul não gostam de aranha" e bla bla bla. Ou seja, insultos gerando insultos, discriminação racial gerando homofobia, uma verdadeira guerra entre pessoas.

Fatos Recentes

Não é de hoje que estamos vendo pelos noticiários estes lamentáveis episódios no futebol e também em outras esferas da sociedade. Recentemente, a jornalista potiguar Micheline Borges fez um comentário em sua página pessoal no Facebook sobre a aparência de médicos cubanos que chegaram ao Brasil. A postagem ganhou repercussão nacional e fez com que a jornalista apagasse o perfil nas redes sociais.


Para ela, a postagem não foi preconceituosa. Mas a opinião pública logo se espalhou pelas redes sociais. Muitos internautas reproduziram a postagem e fizeram comentários criticando a frase da jornalista, que mesmo assim continuou se defendeu na rede social durante algumas horas.

"Se eu chegar numa consulta e encontrar um médico com cara de acabado ou num escritório de advocacia e o advogado mal vestido vou embora", comparou, antes de encerrar a conta no Facebook.

Se você leitor é negro, tenho certeza que já foi vítima de algum tipo de discriminação racial na vida. Eu não sou negro, mas sou mestiço e tenho muitos parentes que são negros. E a pergunta que não quer calar é: quando este tipo de comportamento irá acabar?

Cada um terá sua resposta a esta pergunta, a minha é: “daqui décadas, séculos ou mesmo milênios quando a raça humana será extinta”. Meu pensamento pessimista vem da minha constatação de que o ser humano está em uma guerra permanente, invisível, velada e subestimada. Sou partidário do pensamento de Hobbes que desmonta o valor retórico da liberdade e da igualdade. Para ele, a igualdade leva à guerra de “todos contra todos”.

No lamentável episódio da partida de futebol, esporte este que vez ou outra transforma os estádios em campos de batalha, dentro e fora do gramado, a torcedora não admite que seu time apresentou menor desempenho no campo e parte para o ataque com a única arma que tem naquele momento: “seu grito inflamado”. Grito este que não é articulado pela razão e sim pela emoção, sendo esta o resultado de anos e anos de distorções sociais introjetadas na sua mente.

Conceituação

"Racismo" é um termo amplo utilizado para descrever variados tipos de crenças e atos que negam a igualdade fundamental de todos os seres humanos, em função da percepção de diferenças de "raça", ascendência, cor ou aparência.

A maioria das pessoas usa a idéia de raça, ou de aparência relacionada à raça, como maneira de identificar a si mesmos ou aos outros. Entretanto, a ciência nos ensina que existe apenas uma raça: a raça humana, ponto final!

A discriminação racial é o racismo em ação: Qualquer distinção, exclusão, restrição ou preferência baseada em raça, cor, ascendência ou origem nacional ou étnica que tenha como finalidade ou efeito anular ou impedir o reconhecimento, gozo ou exercício, em pé de igualdade, de direitos humanos e liberdades fundamentais nos campos político, econômico, social e cultural, entre outros, da vida pública.

História

O racismo, como o percebemos hoje, é algo relativamente recente na história na humanidade. Até por volta da Idade Média, os principais fatores de discriminação eram religiosos, políticos ou referentes à nacionalidade e à linguagem do indivíduo.

No século XV, quando os europeus desembarcaram na África, e principalmente com o início do tráfico negreiro, usaram a ciência a favor do colonialismo e desenvolveram teorias de superioridade evolutiva, baseadas em diferenças biológicas, que justificavam seus interesses de expansão e poder.

Estava criado o racismo etnocêntrico, fundamentado em doutrinas bíblicas, filosóficas e científicas que não resistiram à evolução dos tempos, mas que deixaram marcas indeléveis e profundas nas sociedades que as usaram para justificar a escravidão, como é o caso da sociedade brasileira.

O Racismo Invisível no Brasil

No final do século XIX, com a abolição da escravatura e ainda sob forte influência das teses de superioridade europeia, começa a ser colocado em prática um projeto de construção de uma nova nação brasileira, que deveria ser melhorada através do “embranquecimento” de seu povo.

Algumas décadas mais tarde, esta teoria lugar à da miscigenação, que acabou criando um dos mitos mais prejudiciais à luta contra o racismo: o mito da democracia racial. Foi ele que, durante décadas, impediu o Brasil de se tornar um país realmente democrático, com tratamento e oportunidade iguais para todos, ao negar reconhecimento a um problema que atinge mais da metade da nossa população.

Mas até hoje pessoas preferem dizer que não existe racismo no país (o pior cego é aquele que não quer ver). Telegramas entre diplomatas americanos e o governo dos Estados Unidos que o site Wikileaks vem vazando, dizem o contrário. Em um pacote de 25 telegramas da embaixada dos Estados Unidos em Brasília e do consulado em São Paulo redigidos entre 2004 e 2009, diplomatas americanos informaram ao seu governo que “Muitos (brasileiros) alegam que o racismo não existe, apesar das evidências esmagadoras do contrário“.


Provavelmente, os americanos, um dos povos mais racistas do mundo, fazem referência ao livro do diretor de jornalismo Ali Kamel: “Não somos racistas”. No livro, publicado em 2006 pela Nova Fronteira, o autor garante que não há discriminação racial no Brasil e que todos vivem em harmonia.

Escrito em plena batalha pela implantação das cotas nas universidades, o livro serviu como instrumento da direita para combater as políticas do governo Lula. Para o jornalista, o racismo não teria peso na cultura nacional e não contaria com o aval das instituições públicas e privadas. Nesse sentido, teorizava o autor, a implantação das cotas raciais teria um efeito inverso, negativo, estimulando o racismo. Eu particularmente tenho um outro ponto de vista para esta questão, mas seria assunto para outro post.

O Racismo no Inconsciente

Se hoje já se admite que o Brasil é um país racista, é preciso admitir também que nossos pensamentos e atitudes são condicionados por essa cultura e essa ideologia racista, pois crescemos introjetando e reproduzindo o que já está estabelecido socialmente.

Um estudo mostrou que as crianças são abertamente preconceituosas, e que essa característica perde força a partir da maturação das estruturas cognitivas que permitem que ela deixe de julgar as pessoas com quem se relaciona apenas pela aparência e passe a levar em conta conceitos como bondade ou amizade.

Mostrou também que o racismo, longe de desaparecer com a idade e a necessidade de socialização, caso não haja nenhuma iniciativa por parte de pais e/ou educadores, é introjetado e velado pelo aprendizado das normas sociais vigentes, passando a se manifestar de forma indireta e, em muitos casos, inconsciente.

Imperativos para o Crescimento Econômico

No mundo atual as forças globais emergentes concorrem para moldar o futuro. Algumas forças ameaçam dividir, empobrecer e criar "vencedores" e "perdedores", enquanto outras acenam com possibilidades de um futuro em que a inclusão torne-se uma necessidade econômica e prática para servir ao bem comum.


Não temos outra alternativa senão combater os efeitos negativos e tirar proveito dos aspectos positivos. Na economia global, a pobreza, a falta de saúde, o desemprego e a falta de acesso à escola para os indivíduos (negros e outros segregados em sua maioria) são obstáculos que atrasam a realização das metas do desenvolvimento nacional.

Estimativas recentes sugerem que Brasil, África do Sul e Estados Unidos poderiam ganhar um aumento conjunto de produtividade econômica equivalente ao Produto Interno Bruto (PIB) da 15a maior economia do mundo, se eliminassem a discriminação racial.

Cada uma das nações precisa dos talentos e habilidades dos negros e de outras pessoas menos favorecidas para poder competir efetivamente por investimentos e crescimento econômico no mercado global.

Fontes consultadas:

Artigo
Reportagem