segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Gastos com Automóvel (2015)



O automóvel é o sonho de quase todo brasileiro. A sensação de independência, prosperidade e status social associada à posse de um veículo não encontra paralelo em nenhum lugar do mundo. Em muitos casos, se tornou uma verdadeira obsessão. Fabricantes, concessionáriss e intermediários têm perfeito conhecimento desta paixão e a incentivam de todas as maneiras. Por outro lado, um automóvel é também um bem de família necessário e uma ferramenta de trabalho importante.

Mas quanto custa manter um automóvel?

As principais despesas associadas a um carro são: seguro, IPVA, DPVAT, manutenção e combustível. Além destas destas despesas recorrentes deve ser considerado também a depreciação que varia de modelo para modelo. O portal R7 realizou algumas simulações com veículos nacionais, veja abaixo...


Quanto gastei nos últimos 3 anos?

Na tabela abaixo apresento as despesas que tive com um automóvel nos 3 últimos anos. Vale lembrar que em abril deste ano realizei a troca do modelo popular ano 2001 para um modelo ano 2015 (relembre aqui).


Neste ano que passou tive um aumento nos impostos, taxas e seguro já que o veículo é novo. Porém, os gastos com manutenção foram menores (a maior parte dos gastos ainda foi com o veículo antigo). Reduzi também os gastos com estacionamento, limpeza, gasolina e óleo. Já a depreciação do novo veículo está em torno de 3.000, cerca de 7% entre abril e dezembro deste 2015. O gasto médio mensal foi de 523. Se formos considerar a depreciação, o gasto médio mensal foi então de 773.

43 comentários:

  1. Uó, eu considero que o maior gasto com automóvel não foi considerado: o custo da oportunidade. Com esses juros nas alturas, ele é muito significativo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, mas se for considerar que vendi ações para comprar o carro então foi um bom negócio já que após a venda elas caíram em torno de 15%, rs. Esta 'oportunidade' é relativa dependendo da classe de investimento, mas com certeza não recomendo automóvel para quem é solteiro e não tem filhos. eu mesmo só comecei a andar de carro com 35 anos de idade, antes só andava de ônibus e táxi.

      Excluir
    2. Não existe custo de oportunidade, já que carro não é investimento.

      El Rei Troll

      Excluir
    3. Uó essa depreciação do R7 de 10% ao ano é muito mentirosa, vender um carro no preço de tabela é muito difícil.
      Tem um site legal para fazer simulações http://www.carromonstro.com.br/

      Excluir
    4. Realmente Calhorda, geralmente o que se pratica no mercado é algo em torno de 20% sobre o preço da FIPE. Então a depreciação é maior ainda.

      Excluir
  2. Olá UO. Carro é importante, ainda mais pra quem é solteiro e sem filhos, se não, não arruma nem uma gatinha rs.

    O que me impressiona é que você reduziu drasticamente o consumo de combustível de 2013 pra cá, e olha que a gasolina subiu demais.

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. haha, se vc não tiver um ap próprio ou alugado realmente irá precisar de um carro para namorar.
      depois que o filho nasceu estamos ficando mais dentro de casa e rodando pouco.
      abraço!

      Excluir
  3. Com um custo mensal alto assim, 2016 será mais um ano de ônibus e táxi para mim.

    Te adicionei no blog roll, se possível faça o mesmo.

    Abraço e feliz 2016!

    ResponderExcluir
  4. Que isso Uó, ta andando pouco e nem lavando o carro!! Vai virar carro de colecionador, pelo jeito deve ficar mais na garagem do que na rua hehehe
    Se eu te mostrar meus gastos com carro voce vai chorar....ando uns 1300-1500 km por mês com o Civic...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lavei o carro no apena uma vez em 2015. Em 2016 pretendo lavar tb apenas uma vez, rs.
      Eu só rodo no carro nos fins de semana, mas a esposa vai trabalhar com ele, mas o trabalho dela fica a menos de 5km de casa, rs.

      Excluir
    2. Coitado do carro Uó, lave pelo menos uma vez a cada 3 meses...(lavagem com enceramento). Vai conservar bem mais a pintura. Algumas economias não valem muito a pena no longo prazo.

      Excluir
    3. É, devo dar uma geral neste início de ano. Mas estou pensando mais no meio ambiente, uso desnecessário de água.

      Excluir
    4. Hail caríssimo,
      Entendo sua preocupação com o uso racional da água do planeta. Mui nobre de sua parte sacrificar um bem pessoal caro em prol de um recurso que beneficia a todos indistintamente. Porém, a lavagem do veículo faz parte da manutenção do mesmo. Se você morasse em região litorânea, seu carro novo já teria sinais de corrosão por maresia devido à falta de lavagem. Se além de não lavar, você também não cuida do interior, então você está transformando o habitáculo num ambiente extremamente hostil e propício à proliferação de fungos, o que pode até causar problemas respiratórios nos ocupantes. Aí já é uma questão de saúde mesmo...

      Recomendo pesquisar sobre lavagem a seco e realizar no mínimo uma vez por mês. Abraço!

      Excluir
    5. Por dentro eu limpo, e deixo os vidros sempre limpos. Já a lataria não me preocupo muito pois não moro no litoral. Quando está muito sujo a lataria mando lavar geral.

      Excluir
  5. Acho que o carro pode esperar mais um ano para ser trocado! rsrs... Tempos difíceis!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aproveitar aí as promoções do setor, rs.

      Excluir
  6. só não entendi como gastou tanto com manutenção no carro novo: meus gastos a cada 10.000 km rodados é em torno de 150,00, óleo e filtros que em geral são da Metal Leve ou Tecfil. Inclusive compro por 15,00 o mesmo filtro de combustível fabricado pela Metal Leve para Ford vendido da CSS por 45,00 rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Conforme falei no post, os gastos foram ainda com o carro antigo. Com o novo gastei em 2015 só 150 reais da troca de óleo/filtro.
      Continue comprando Metal Leve, sou sócio, rs.

      Excluir
  7. Já faz 3 anos que não possuo carro. Lógico que as vezes tenho vontade, quando quero fazer aquele bate e volta para a praia, ou no final de ano viajar. Mas só irei comprar quando eu tiver um filho. Talvez daqui 2 anos. Por enquanto, no meu dia a dia, chego mais rápido no trabalho pelo transporte público, fora que faço questão de fazer uma caminhada diária de 20 a 30 min. Em SP, enfrentar o trânsito diariamente é perder 1/2 ano de vida!rs

    Abs!

    ResponderExcluir
  8. Fala Uó,

    Acabei de colocar as minhas rentabilidades lá no blog.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  9. É meu caro .... carro principalmente no nosso país é muito caro pra comprar e pra manter ... porém .. como o transporte público também é uma porcaria ... a segurança também .. não cogito hoje ficar sem carro ...

    ResponderExcluir
  10. Por que que em 2014 o preço do automóvel era 44000? Vc não trocou de carro em 2015?

    Em 2014 ainda era o Corsa velho, não?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ficou confuso né? Só coloquei o valor de 44.000 na coluna de 2014 para demonstrar a desvalorização que tive com o caro novo em 2015.

      Excluir
  11. Fala Uo

    Gastou pouco com o carro. Roda pouco como eu!!!

    ResponderExcluir
  12. Rodo uma média de 8.000 / ano

    GdM

    ResponderExcluir
  13. Nobilíssimo, o desembolso médio mensal com um veículo que custa até 60 mil reais fica na casa dos 1.000 reais, fora a depreciação e parcelas. Eu aumentaria para 1.500 reais por conta da inflação e alta dos combustíveis. É realmente um novo membro da família.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Filho gastador. Eu já estou fazendo as contas aqui, estava acostumado pagar IPVA em janeiro de 300 reais agora vai ser uma cacetada de 1.600. É de chorar, rs.

      Excluir
  14. Belo controlole financeiro...
    Uma dúvida, como vc faz para ter um custo de manutenção baixo ? Isso comparando comigo!!!

    Abs

    ResponderExcluir
  15. Por essas e outras que não penso em carro tão cedo...

    Seria de uma ajuda ímpar, como você mesmo já escreveu várias vezes ai nos comentários devido às crianças. Mas são usos tão pontuais que acho que ficar no táxi ainda sai mais em conta.

    R$ 500 por mês deve pagar meu uso com transporte diário pro trabalho + qualquer uso esporádico fácil. E isso nem considerei o desembolso com o carro em si.

    Mas o ganho na qualidade de vida, principalmente em não depender de taxista, deve ser ótimo também! hahahah

    Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro que o "transporte diário" é por transporte público e não táxi. Senão teria que acrescentar um zero ali naquele número.

      Excluir
    2. se puder evitar o carro melhor, mas no meu caso, que tenho pais morando em outra cidade, fica difícil visitá-los frequentemente tendo filhos e indo de ônibus.

      Excluir
  16. Muito bom.

    Também consegui dar uma reduzida nesse passivao chamado carro. Acho que esse ano ainda vou reduzir ainda mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa,
      Faça isto, é um gasto muito pesado. Se puder ter apenas um veículo é melhor.

      Excluir
  17. Muito legal esse post. Troquei de carro no final de 2014 e as despesas ficaram de acordo com o comentário do Troll (Média mensal de R$925 em 2015, passando para cerca de R$1180 quando considerada a depreciação). Se pelo lado financeiro o carro é um grande gerador de passivos, é importante também considerar que, dependendo do local onde se vive, o veículo confere flexibilidade e qualidade de vida. Se nos grandes centros há maior oferta de outras modalidades de transporte, não se pode afirmar o mesmo para as demais localidades.

    Nem pra tanto lá e nem tanto pra cá: consumo racional otimiza também o recurso "carro".

    Gostei da sua ideia e pretendo utilizá-la no meu blog. Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre bom acompanhar a evolução dos nossos gastos. Eu planilho tudo, até chicletes, rs.
      Grade abraço!

      Excluir
    2. Fala Uó! Aproveitamos esse seu comentário "planilho tudo, até chicletes" lá na nossa última postagem, onde falamos também sobre nosso fechamento de 2015 . Se quiser dar uma conferida, está convidado. A propósito, adicionamos sua página em nossa lista. Comentários são bem vindos, até pq pretendemos participar do ranking no futuro. Abraço!

      Excluir