sábado, 23 de julho de 2016

Tags: , ,

Mercado de Ações Hoje: O Poder de Atração da Bolsa!


Veja meu novo site Aqui 
Estive fora do mercado no dia de ontem por motivo de viagem a trabalho mas analisando agora a posição atual dos ativos de renda variável (ações e FIIs) noto que tivemos mais um pregão de alta na bolsa. Desde que comecei acompanhar mais de perto meus investimentos em meados de 2012, não me lembro de ter tido um mês como este. É só alta, e alta e mais alta. Cada dia que passa fico mais rico. Opa!

Engraçado que a bolsa já subiu mais de 50% desde o último fundo formado em janeiro e o que mais tenho escutado por aí é: "tá na hora de comprar?" Interessante que em janeiro último a frase que se ouvia era outra: "desisto desta bolsa brasileira, o negócio agora é comprar dólar e depois mudar para o Canadá!"

O fato é que estamos vivendo um momento de euforia nos mercados e nem vou entrar em detalhe nos motivos. O que quero pontuar é que de tempos em tempos os mercados cometem certos exageros, tanto para cima quanto para baixo, mas nunca saberemos o quão exagerado será o movimento atual.

Alerta: cuidado com notícias sensacionalistas...

o poder de atração da bolsa
Revista Exame de 25/08/2010

Depois desta reportagem a bolsa subiu 5.000 pontos para depois cair 35.000. Ops!

gráfico do IBOV 2016
IBOV no gráfico semanal

Então está na hora de parar de comprar e começar a vender? Nem me atreverei a responder esta pergunta, mas tenho certeza que muitos por aí já estão com o dedinho coçando. Eu mesmo inventei de vender o índice para "proteger" a carteira e já estou me arrependendo. A única coisa que falo é que cada um deve seguir sua estratégia. Se a ideia inicial era investimento de longo prazo então esqueça as cotações. Se era trade então se contente com o lucro estipulado e coloque no bolso.

Ainda continuo comprando ações e FIIs, com certeza está mais difícil comprar a preços camaradas como em janeiro, mas gosto de dizer que todo dia tem promoção no mercado, basta garimpar um pouco. Mas se você é daqueles que investe em um grupo fixo de ativos para um tempo indeterminado então esta estratégia de stock picking pouco importa. Eu, por outro lado, prefiro adotar uma estratégia mais ativa.

As compras que realizei neste mês foram:

FRAS3 (+13%)
BEEF3 (+7%)
TUPY3 (+20%)
SLCE3 (+10%)

Entre parenteses estão as altas destes ativos até o fechamento de ontem. Não me animo muito, em temos de mercado altista "qualquer coisa que você compra sobre". Já ouvi esta frase dezenas de vezes da boca de investidores que estavam na bolsa entre 2002 e 2008. Vou vender agora? Não. Vou comprar mais? Também não. Comprei no ponto que queria e só compraria mais caso a cotação caísse pelo menos 15% desde a primeira entrada.

Confesso que estou tendo dificuldades em lidar com este mercado altista, meu cérebro se acostumou com meses e meses de queda a fio, rs. Precisando "pensar fora da caixa", mudar o "mindset", focar no "macro" em detrimento do "micro", respeitar o "estado de direito"... não, não é golpe! Agora olhe para o centro desta figura por 10 minutos em em seguida coma uma gelatina sabor abacaxi.


31 comentários:

  1. Tá osso mesmo lidar com esse mercado altista. Vi TUPY3 bem interessante esses dias depois do estudo que fiz. Não tinha dinheiro na corretora no dia =(. Depois disso foi só alta sobre alta (uns 25% em poucos dias). É garimpo mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anom!
      A Tupy ofereceu mesmo um ótima oportunidade de compra, estava de olho neste ativo há semanas, acho que entrei em um bom momento.
      Grande abraço!

      Excluir
  2. Minha carteira foguetou...nunca vi isso em um período tão curto.
    Continuo sem vender e comprando pouco.

    Abraço

    ResponderExcluir
  3. E aí D'uó, tudo beleza?
    Me tire uma dúvida, vou receber 2 milhões de reais devido a venda de um terreno dos meus pais, pretendo tirar um milhão de reais para colocar em renda fixa, tenho a ideia de ficar recebendo um “salário” por mês.
    Lembrando que eu ainda sou novo, estagiário, não ganho uma quantia decente e nem certa todo mês.
    Onde você acha melhor eu investir, LCI, LCA, Tesouro Direto?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. soh pode ser troll querendo tirar o blog do ar.....

      Excluir
    2. Olá Anom!
      A sugestão que tenho é pegar parte deste dinheiro e contratar uma boa assessoria financeira certificada.
      Grande abraço!

      Excluir
  4. Marcelo sem noção24 de julho de 2016 06:35

    Não estou querendo reclamar dos rendimentos excepcionais (óbvio né?), mas chega uma hora que vc pensa e agora? aportar onde se tudo subiu? já ando pensando na RF de novo....difícil esse momento pra mim. A vontade é deixar o "cascalho" na conta da corretora ahhahahah

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anom!
      Tb estou com um dinheirinho parado nas corretoras à espera de oportunidades, sempre aparecem.
      Grande abraço!

      Excluir
    2. Até que o Marcelo tem uma boa noção sim ..

      Excluir
  5. Uó, voltei a comprar ações em janeiro e fui comprando mais forte em fevereiro e março. Agora estou jogando em RF, tenho uma quantia especulada para possível queda dos juros, e estou com meus targets de venda. Semana passada 1/3 de meus BBAS foram vendidos quando o preço foi a 20,94 (como disse no meu blog), agora tenho ordem lançada de cemig que ainda não vingou....
    Mas meu foco continua sendo nos aportes, e é isso que todos têm que entender.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande colega S. Guarda,
      Em termos de aporte você é o rei da blogsfera.
      Grande abraço!

      Excluir
  6. Não sou vidente, e sei que o mercado precifica tudo antecipadamente. Mas, o mundo está sendo inundado de moeda, com algumas economias com juro negativo e o nosso em níveis altíssimos.O segundo ponto é que além da concretização do impedimento, as coisas já estão melhorando e se o Temer consegui(o que tudo indica)implantar as reformas em pauta, acredito que a bolsa seguirá altista.Faz tempo que tô querendo reduzir minha exposição na renda variável.Vou esperar mais uns 20% de valorização do bovespa.
    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande Acionista,
      Se a ideia é reduzir a exposição na renda variável então o ponto pode estar próximo, ainda bem que não fez isto em janeiro, rs.
      Grande abraço!

      Excluir
  7. Uo,

    Eu lembro 1 período em que só se falava de bolsa, JN todo dia falava de bolsa, houve 50 revistas novas pra tratar de bolsa.... 2008 ... o topo histórico do ibov. ..

    Eu li bastante essas semanas sobre EUA, sobre Brasil ... etc.. sinceramente.. não sei o que esperar parar o ibov. Eu sigo com uma ponta de, cuidado que tá esticado, mas também olhando que em relação ao resto do mundo, estamos bem longe e teríamos espaço pra subir.

    Vamos acompanhar .. mas eu realmente .. to meio perdido ... vide a minha performance em 2016 rs... no pain .. no gain.. mas esse ano, só pain ...

    Abs,
    Rodolfo Oshiro




    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tô igual você!
      Temos o TINA Problem nos afetando.

      Não sei se essa alta absurda vai virar uma alta insana.

      No fim, prefiro perder meu lucro de papel à vender nesse momento.

      Excluir
    2. Realmente pessoal, o futuro a Deus pertence, mas em se tratando de bolsa nem Ele sabe o que vai ocorrer, rs.
      Grande abraço!

      Excluir
  8. Em relação a isto, estou com os 2 pés atrás. Pretendo voltar para a bolsa, mas só para meados de 2017 e olhe lá. É muito animador ver esta alta, talvez estejamos passando por novas perspectivas, novos ares, porém é sempre melhor entrar com calma e deixar de lado um pensamento muito otimista em relação a bolsa.

    Estou montando minha carteira teórica. Aguardarei os balanços e espero ter paciência para 6, 8 meses de observação.

    Enquanto isto, irei olhar profundamente esta imagem e comer gelatina sabor abacaxi!kkk

    abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkk, escolha um sabor diet pra não engordar.
      Grade abraço!

      Excluir
  9. Ganância e desespero, as forças que fizeram essa conta maluca da BM&F Bovespa ir para o vinagre.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. LdL
      Esta conta da BM$F pode até estar certa, só que ele erraram no prazo, rs.
      Grande abraço!

      Excluir
  10. Uó,

    "Se a ideia inicial era investimento de longo prazo então esqueça as cotações"

    Surpresa ver isso escrito por você.

    A turma critica o bastter, mas a resposta a todas esta dúvida está na alocação de ativos. Neste momento um modelo de alocação diz pra maneirar as compras na RV e focar na RF, pós fixada (pois a pré também subiu muito).

    Com relação a RV especificamente, a alocação vai dizendo qual subiu menos e indica compra para balancear a carteira com os percentuais desejados.

    Sei lá, pode não ser o melhor método do mundo, mas não acho que seja tão ruim como alguns dizem por aí.

    Estou nessa há pelo menos 3 anos e estou bem satisfeito.

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande E.I.
      Não fique surpreso, eu respeito todas as estratégias, apesar de me agradar nada comprar uma Cielo da visa por 37 reais. Qd este ativo chegou nos 28 reais eu gritei aqui no blog "CIELO de Compra!"
      http://blogdouo.blogspot.com.br/2016/02/cielo-deu-compra.html
      E naquela ocasião o que mais se via por aí é que a Cielo não esta mais "aquela empresa". pessoa já tava ficando descrente na empresa.
      Mas para a minha estratégia de comprar promoção eu vi aquele preço como uma ótima oportunidade, mas agora não compro mais.
      Para o B&H tradicional o preço não importa, então ele vai comprar a 28 ou a 37 com o mesmo sabor. Eu respeito.
      Sobre o método de alocação de ativos, com percentuais pré-estabelecidos, nada mais é do que "considerar as cotações sem olhar para o preço". Se a RV subiu muito na proporção da carteira então vc irá diminuir os aportes nela, ou seja, indiretamente vc está considerando as cotações dos papéis.
      O Bastter prega que cotação não importa, mas o TSDB dele nada mais é do que um escalonamento de aportes baseado em proporções. Enfim. Cada um segue a estratégia que lhe deixa mais confortável.
      Grande abraço!

      Excluir
    2. Uó,

      "Sobre o método de alocação de ativos, com percentuais pré-estabelecidos, nada mais é do que "considerar as cotações sem olhar para o preço". Se a RV subiu muito na proporção da carteira então vc irá diminuir os aportes nela, ou seja, indiretamente vc está considerando as cotações dos papéis.
      O Bastter prega que cotação não importa, mas o TSDB dele nada mais é do que um escalonamento de aportes baseado em proporções. Enfim. Cada um segue a estratégia que lhe deixa mais confortável."

      É exatamente isso, você tem toda razão. Este é o objetivo e as pessoas não entendem. O que você vê como "ruim" no método eu vejo justamente o ponto positivo.

      Não há nada de incoerente no bastter neste ponto. O que ele prega sobre "preço não importa" é justamente para que o investidor não tome decisões baseadas em avaliação do preço/cotação. O maior problema para o investidor que avalia preços é avaliar de forma errada (convenhamos há uma grande chance de um investidor sardinha estar errado) achando que está barato ou caro e fazer grandes apostas baseado muitas vezes em sua intuição.

      Focar no aporte e colocar a carteira com investimentos em ativos de valor no piloto automático honestamente me parece uma boa estratégia. Eu estou fazendo isso e vou te dizer que é bem difícil manter a disciplina, mas acho que esta subida recente da bolsa mostrou que a estratégia tem algum fundamento, mas tem que seguir a risca por um prazo razoável sem alteração.

      Abraços

      Excluir
    3. E.I.

      Eu não disse que é ruim, pelo contrário, este método é simples e facilita as coisas para muita gente, só quis pontuar que este mantra de que "cotação não importa" pode ser visto sob ângulos diferentes, e que dependendo do método de alocação, a cotação está importando sim, mesmo a pessoa dizendo que preço não importa para ela.

      Não disse que o Bastter é incoerente, só disse que o método dele leve em consideração as cotações sim, ou seja "preço importa", todavia, ele está coberto de razão em orientar as pessoas a não ficarem grudadas em HomeBroker pois isto não é muito saudável,rs.

      Colocar a carteira em "piloto automático" é uma estratégia a se considerar, só tomar cuidado para o avião não sair da rota, rs.

      Abraço!

      Excluir
    4. É essa de ficar direto no HB realmente é furada ....

      Excluir
    5. rs, pior que eu fico todo dia...

      Excluir
  11. E, era mais fácil quando todo mês caia pois ai você aportava onde tinha caído mais.
    Agora, realmente, e mais difícil escolher onde investir.
    Resolvi direcionar novos aportes nas debentures incentivadas, pois cachorro mordido de cobra tem medo de linguiça.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rs, esta cobra mordeu muita gente por aí...

      Excluir