Por que o Dólar Parou de Cair? Swap Cambial Reverso.

watch_later segunda-feira, 11 de julho de 2016
comment 8 Comments




Continuando a série sobre a moeda norte americana, hoje iremos analisar o principal motivo pelo qual a cotação da moeda interrompeu (a princípio temporariamente) seu movimento de queda. Os outros artigos desta série podem ser lidos nos links abaixo:

Está na Hora de Comprar Dólar?!
O Dólar Cairá Mais?

Depois do dólar fechar o mês de junho com a maior perda mensal em 13 anos, o Banco Central voltou a intervir no câmbio. Em apenas uma semana, o órgão realizou cinco leilões de swap cambial reverso. Veja no gráfico abaixo o comportamento dos preços do dólar futuro em relação aos swaps realizados nos últimos dias (setas em azul).

gráfico dólar futuro

Durante sua primeira entrevista coletiva, Goldfajn repetiu que a instituição pretendia reduzir sua exposição de swaps cambiais. De acordo com ele, o BC pode utilizar todas as ferramentas disponíveis, mas sempre com "parcimônia" e sem interferir no regime de câmbio flutuante.

Com as intervenções no pregão de hoje e nos pregões da semana passada, ficou claro que o BC não deixará o câmbio totalmente flutuante. Pode-se dizer que a instituição está tentando manter a moeda na casa dos R$ 3,30 (conclusão minha).

Swap Cambial

Em finanças, swap (em português, "permuta") é uma operação em que há troca de posições quanto ao risco e à rentabilidade, entre investidores. O contrato de troca pode ter como objeto moedas, commodities ou ativos financeiros.

As swaps mais comuns no mercado brasileiro são:

- Swap de taxa de juros: troca da taxa de juros prefixados por juros pós-fixados (conforme a variação dos CDIs, por exemplo, que é um ativo financeiro corrigido pela taxa diária de juros) ou o inverso, para quem quer evitar o risco de uma futura alta nos juros.
- Swap cambial: troca de taxa de variação cambial (variação do preço do dólar americano) por taxa de juros pós-fixados.

Também conhecida como hedge (cobertura de risco) cambial, a swap cambial é uma operação de câmbio em que há simultaneamente a compra e a venda de moedas. Os valores iniciais, ou seja, o tamanho do contrato, os indicadores e a data de vencimento são livremente pactuados entre as partes.

As operações de swap cambial realizadas pelo Banco Central do Brasil (BCB) consistem na compra ou venda de um contrato padronizado de derivativo negociado na BM&FBovespa, denominado “Contrato de Swap Cambial com Ajuste Periódico Baseado em Operações Compromissadas de Um Dia (SCS)”.

Por convenção de mercado, a operação de compra de swap cambial pelo BCB é chamada de swap cambial tradicional, e a operação de venda desses contratos é denominada swap cambial reverso.

Swap Reverso


Fonte: Exame

Swap Tradicional

Fonte: Exame

Fonte 1
Fonte 2
Fonte 3
avatar

Olá Uo,

Muito interessante o texto.

Ouvimos falar muito destes famosos Swaps, entendemos a teoria no geral, mas foi bom ter mais detalhes.

As empresas que são muito expostos a variações cambiais, será que compram muitos destes contratos?

Abraço

delete 11 de julho de 2016 13:35
avatar

O valor do câmbio nunca está bom para os interventores governamentais.

Acredito que a se confirmar o impeachment, o dólar deva cair mais.

Os próximos dois anos talvez serão uma ótima oportunidade para aumentar patrimônio no exterior.

Abçs!

delete 11 de julho de 2016 21:48
avatar

Uo,

Vi alguns comentários de economistas que na verdade no governo Dilma foi vendido muito swap ... e que agora estão oferecendo swap reverso, aproveitando a oportunidade para "destravar" essas operações...

Agora... espero que o governo seja menso intervencionista .. pq o Estado só anda fazendo merda em tudo que mete a mão ..

delete 12 de julho de 2016 14:28
avatar
Uorrem Bife person

As empresas que têm dívidas ou receitas atreladas a dólar com certeza usam derivativos para se proteger.
Abraço!

delete 12 de julho de 2016 16:13
avatar
Uorrem Bife person

As opiniões sobre o ponto de equilíbrio do dólar sempre divergem, não sei se a queda em definitivo de Dilma vai alterar mt a situação, acho que o futuro agora está mesmo na conclusão do ajuste fiscal.

delete 12 de julho de 2016 16:15
avatar
Uorrem Bife person

Sim, o governos tentou segurar a subida da moeda desta forma, mas não conseguiu impedir dela ir parar nos 4,4, quero só saber se ele vai conseguir segurar a queda. No fundo ele consegue só amenizar o movimento, mas segurar mesmo não consegue.

delete 12 de julho de 2016 16:16
avatar
O que fazer?

Caros,
Eu tenho lido bastante sobre investimentos, porem continuo perdido.
Tenho cerca de 300 mil reias (que estao em dolares - morei alguns anos no exterior e ralando muito consegui juntar esta grana - e eu preciso trocar antes que o dolar se desvalorize mais ainda, pois ja'perdi quase 100 mil pq nao troquei tempos atras)...
Eu gostaria de investir este dinheiro da maneira mais inteligente possivel pois estou sem trabalhar e preciso de uma renda.
Poderia me ajudar com dicas?
Muito obrigado.

delete 12 de julho de 2016 22:41
avatar
Uorrem Bife person

Amigo, infelizmente não tenho habilitação ou certificação para aconselhamento financeiro, sugiro procurar um profissional habilitado, de qq forma nunca é bom deixar todos os ovos na mesma cesta como vc deixou, mesmo que pareçam ser ovos de ouros, podem ser transformar em ovos podres, nem ativo está livro de risco.

Hoje o investimento mais seguro que temos (porém de baixa rentabilidade) considero ser o Tesouro Selic.

Abraço!

delete 13 de julho de 2016 07:06



sentiment_satisfied Emoticon