sábado, 9 de julho de 2016

Tags: , , , ,

Vale a Pena Investir em Ações? FIQUE LONGE!



Vale a pena investir em ações? Vale a pena investir em ativos de renda variável no geral? O esforço gasto para estudar e selecionar empresas e fundos para investimento é compensado em um país que paga inflação + 6% na renda fixa?

investimento acoes

Recentemente recebi a seguinte pergunta de um leitor...


Respondi prontamente mas como não obtive feedback fiquei sem saber se ele gostou ou não da resposta. De qualquer forma, eu mesmo gostei muito da resposta (rs) e por isto estou criando este post para compartilhar com os leitores em geral.


Colocando em números, vou dar meu exemplo que é real. No fechamento do mercado ontem, o valor total das minhas carteiras de investimento (ações, FIIs e títulos do governo) obteve o maior valor em 4 anos. O gráfico abaixo apresente esta evolução (linha verde o valor total aportado nas corretoras e linha azul o valor atual).

grafico investimento bolsa

Depois de 34 meses amargando rentabilidade acumulada negativa, este já é o quarto mês seguido em que a rentabilidade está positiva. Porém, ainda estou bem longe da rentabilidade acumulada na poupança no mesmo período. Ou seja, se tivesse alocado todo o recurso em um título como Tesouro Selic ou mesmo em outros investimentos de renda fixa como LCI/LCA ou CDBs, o resultado estaria bem melhor.

Agora, analisando agora a parte cheia do copo, durante estes últimos 4 anos o que aprendi no mercado não tem preço. É praticamente uma faculdade. Melhorei bastante na minha forma de investir e também de especular, acerto muito mais do que erro. Os erros são normais, precisamos conviver com eles, mas para ter sucesso precisamos aprender com os erros e melhorar a cada dia.

Para quem está começando agora no mundo dos investimentos meu conselho é só um: FIQUE LONGE DA RENDA VARIÁVEL. A maioria das pessoas já começam colocando o dinheiro na roda da fortuna, na ânsia de obterem ganhos fáceis. Mas aquela velha frase já foi comprovada várias vezes: "não existe almoço grátis". Estude bastante por 1, 2, 3 anos... e neste período deixe seu dinheiro rendendo em um bom ativo de renda fixa.

Bom fds!

55 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Muito legal a explanação..Tenho 13 anos de luta no mercado de RV, muitos altos e baixos, e melhor conclusão que cheguei foi:SUBIU MUITO(MAIS DE 50% EM UM ANO OU 100% EM 3 ANOS) SAIA AOS POUCOS OU TOTALMENTE E VOLTE PARA RF.
    CAIU MUITO 35% OU MAIS NO IBOV DESDE O ULTIMO TOPO,(74000),COMECE A VOLTAR ALMENTANDO O APORTE CASO O MERCADO CAIA AINDA MAIS.
    Falo isso de forma geral, lógico que existem desempenhos individuais surpreendentes, mas assim fica MUITO mais fácil bater o mercado, já que nossa RF é muito boa.
    Só uma visão para tentar colaborar. abs e sucesso na sua empreitada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anom, em termos de bolsa brasileira, de 2009 para cá esta sua estratégia é válida, mas não funcionaria muito de 2002 a 2008. Cada momento da economia tem uma estratégia mais vencedora, mas é muito difícil acertar a melhor estratégia. Quem garante que a bolsa não vai subir agora até 80.000 pontos?! Se tem gente esperando cair agora pra comprar mais vai ficar vendo o bonde passar. E quem garante que não vamos buscar os 30.000? Quem estiver comprando agora apostando no impeachment vai se dar mal.

      O quis dizer com o post é que não há garantias, a frase de que no longo prazo você vai ganhar é uma FALÁCIA.

      E outra coisa muito importante, se você investe em ações aqui no Brasil no momento atual está simplesmente apostando na queda da taxa de juros, em outras palavras, na diminuição do risco-país, porque se juros caem ações sobem, está é uma máxima. Veja o caso dos E.U.A., porque lá a bolsa só sobe? Simplesmente porque as taxas estão abaixo dos meio por cento, então não tem pra onde o investidor correr.

      Abraço!

      Excluir
    2. Olá, acompanho seu blog e estou tentando aprender um pouco, onde acho aqui no Blog algo sobre os FIIs? tem um link? obrigado e parabéns pelo seu trabalho, enriquece a muitos com certeza

      Excluir
    3. Opa, de vez em qd posto algo sobre FIIs, pode consultar os posts antigos através deste link...

      https://blogdouo.blogspot.com.br/search/label/FIIs

      Excluir
  3. AUMENTANDO , desculpe

    ResponderExcluir
  4. Ou seja, bolsa é bom comprar só nas crises!O que o nobre UO falou é tb a mais pura verdade:"o aprendizado é o mais importante.Estou na bolsa há alguns anos,mas as ações que me deram o maior preju foram as que comprei quando não tinha nenhum aprendizado.Antes ficávamos numa tensão, tá caro ou tá barato?Hoje só basta olhar para a ação e já sabemos.
    Abraços!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, comprar nas crises é outra máxima do mercado, mas em janeiro último estávamos no olho do furacão e todo mundo com medinho de comprar ações. O problema das crises é que o emocional fala mais alto o que afasta o investidor comum do mercado. É fácil ver a crise depois que passou, mas enquanto ela está ocorrendo a visão fica turva.

      Excluir
    2. Quando eu vi a PETR4 a 4,4x... pensei muito em comprar, pois estava absurdamente barata (em janeiro né)... mas quem disse que comprei? Meu emocional falou muito mais alto (medo de cair para 2!)

      Hoje está 9,8x!

      Excluir
    3. Pobre Japa,

      Não é só emocional. A Petrobras tava num momento muito ruim, um pouco pior que o atual. 4,4x não era exatamente barato dado que havia (e ainda há) possibilidade da necessidade de aporte da União. Eu, por exemplo, vendi boa parte das ações quando chegaram a 5,00 e absorvi o prejuízo. Aloquei em coisa melhor que também conseguiu acompanhar bem a valorização da bolsa como um todo.
      Em janeiro era bem racional pensar que as ações poderiam cair pra 2. Jogaram a empresa no lixo, infelizmente.

      Excluir
    4. Só pra complementar o que disse no comentário acima, realmente considero que houve um erro de análise de risco de minha parte nessa oportunidade de janeiro, não foi completamente racional, pois poderia ter assumido o risco com base no que acreditava. Com o índice a 39000, acho que um fundo seria uns 28 ou 29k pontos. E eu até poderia absorver essa queda, já que a outra ponta de valorização razoável poderia ser os 55k pontos. Eu teria muito mais a ganhar do que a perder. Claro, comprei um pouco e fui comprando a 41k, 44k, etc.. Mas a gente fica na expectativa de oportunidades melhores com as quedas sem fim. Depois é fácil analisar/falar.

      Mas também é bom administrar a ganância. Como o Uó disse, não tem garantia nenhuma. A culpa é exclusivamente nossa.

      Entrei na bolsa em out/14 e já fiz uma meia dúzia de besteiras, contando as grandes e as pequenas. Mas vendo pouca coisa, é quase que um buy and hold. Atualmente a minha rentabilidade considerando todo esse período é de apenas 5%. Se colocasse em títulos do TD, teria rendido uns 20% ou mais. O aprendizado porém é muito interessante.
      E é preciso ter controle emocional também, para isso alocar apenas o dinheiro que você sabe que não necessitará no curto prazo ou em caso de emergência: às vezes a maré sobe, às vezes a maré desce.

      Excluir
    5. É compra de risco pura. Estando o ativo em queda livre ninguém saberá onde a queda vai terminar. Comprar Petro em 4 reais seria pegar a faca caindo. Tem gente que se dá bem com esta estratégia, tem gente que se dá mal. Tem colega da blogosfera gente que comprou a 14 reais pensando que estava fazendo o maior negócio do mundo, e aí?!

      Excluir
  5. É a parte do estudo é fundamental! A primeira que comprei foi desastre, cemig a 13 e eu vi a cotação bate 5!!! MAs dps vc começa a entender melhor e acerta uns valores de entrada em empresas/fiis bons ( entrei bbpo11 a 91 e itub a 23~24 e hj estão 110 e 26). Mas não quer dizer mt pq nao vou fechar posição, logo no próximo pregão podem cair td de novo haha. Essa escolha depende do seu apetite ao risco e de outros fatores, renda fixa é basicamente empréstimo/dívida e ações são pedaços de empresa que geram ou não lucro. A renda fixa vc tem q imobilizar dinheiro e salvo os cupons vc não recebe uma remuneração, já as empresas e fiis vc recebe lá aluguel e dividendos. Cabe a pessoa saber o apetite ao risco e saber se vai operar do jeito conservador ou tentar trades, BH , trade de valor e etc

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Até pouco tempo atrás a CEMIG era uma das maiores pagadoras de dividendos da bolsa e uma das queridinhas do mercado, foi só trocar o governo de Minas e algumas concessões perdidas que a coisa mudou. O mercado não é bobo, ele precifica tudo.

      Você comprou o passado, e na bolsa, passado não garante futuro. Não adianta só estudar o histórico, se fosse assim seria muito fácil, o presente e o futuro é que são o X da questão, poucos conseguem acertar.

      Excluir
    2. Falou em X até arrepio! Letra da desgraça em bolsa hehehe

      Excluir
    3. Tem mt gente que ganhou dinheiro com as X, eu mesmo ganhei. Mercado dá chance pra todos, basta saber aproveitar.

      Excluir
  6. Excelente resposta pro Unknow.

    Quem não sabe brincar, não desce pro play.
    Quando investimentos em ações, compramos risco.
    Quem está em ações e reclama de perdas, é pq não entendeu este conceito e o melhor mesmo é pedir o penico e sair para FII ou RF.

    Lambida do Poney !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A pergunta do Unknow está mais no sentido de "porque você está fazendo isto se não está dando certo?". Pergunta completamente válida, mas precisa-se considerar que quem compra risco precisa ter paciência, mas por outro lado não há garantias de que vai funcionar. Tipo... quem espera sempre alcança, ou quem espera sempre se cansa.

      Excluir
    2. Um problema aqui no BR como um todo, a meu ver, é o conceito de longo prazo e curto prazo. Realmente acho que estar comprado em ações no meio desse turbilhão trará ótimos ganhos no LP. Mas aqui 6 meses o povo já pensa que é LP. Ação é comprar e se segurar na cadeira algumas horas, se você confia na qualidade do ativo que comprou. Se não confia, tá aí LFT, tesouro IPCA e afins.

      Excluir
    3. Realmente este conceito varia, tem gente que considera LP o mês que vem, rs.

      Excluir
  7. Olá Uó!
    Estou acompanhando a bolsa já faz uns 5 anos e desde lá venho saindo. As vezes com lucro, as vezes com pancadas. Meu planejamento pessoal vem sendo alterado e assim ficando mais claro do que eu busco para um prazo de 5 a 10 anos. Por isto venho aportando mais em RF e Fiis.

    Ao passar do tempo já tive ações da Petro, Vale, Itaú, BRF e tranqueiras como OGX e por aí vai. Para meus investimentos pessoais, as ações não se encaixaram, pois prefiro ter um fluxo de caixa mensalmente e agora semestralmente e me sinto confortável nesta minha estratégia.

    Agora o outro lado da moeda é que eu tenho um Clube de Investimento e é 100% em ações, com um prazo de 5 anos. Na carteira do Clube temos Ambev, BB e Bradesco. Hoje cada um com seus 33% na carteira e tão logo estaremos entrando em mais outro banco, Itaú.

    Quero dizer que no Clube todos estamos consciente do risco que estamos correndo. É uma estratégia, pode dar certo como errado. Iremos completar 2 anos de bolsa e 2 anos no olho do furacão, completamente no fundo do poço e atolados na lama. Porém apostando em uma reversão do cenário. Pode acontecer amanhã? Daqui 1 ano? depois de 2018? Não sabemos. Sabemos apenas o risco que corremos e que poderemos nos darmos bem quando todos estiverem falando bem da RV!rs

    abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Existe esta crença de que se comprando boas empresas então no longo prazo você terá ganhos. Mas ninguém pode garantir de quanto este ganho será. Se será maior que a poupança, que o CDI, etc. Dado o risco que se correr em tese o ganho deveria ser no mínimo maior que a poupança, mas vai que o mundo entrar em uma recessão profunda, vc perde o emprego e precise resgatar todos os investimentos?! Então vai ter que vender no fundo do poço com rentabilidade até negativa. Bolsa é isto.

      Excluir
  8. Sua resposta foi muito sábia, Uó!

    Gosto muito dos ensinamentos dos traders (André Moraes, André Machado, Marcio Noronha, etc) e do pessoal da Análise Fundamentalista (Bastter, Empiricus), Mas nenhum deles vai conseguir te dar o conselho de ouro apropriado às suas pretensões.

    A análise técnica funciona, mas é a maior armadilha de otário que existe no mercado! É tão simples que qualquer um está habilitado a operar em uma semana olhando os gráficos e candles. Mas poucos analistas técnicos dizem que vc vai pagar uma baba ao girar grana (taxas e emolumentos) e tomar stops. Não a toa, umas das maiores fontes de remuneração das corretoras é o trader. A técnica funcionou para mim quando destinei apenas 0,5% do meu capital para swing trade, nem mais , nem menos!

    A análise fundamentalista a mesma coisa. O Bastter é um cara fantástico e aquela estratégia de buy&forget para longuíssimo prazo em empresas que dão lucros constantes funciona sempre! Claro, funciona sempre se vc tem uns 18 anos e uma conta corrente abarrotada para começar a investir. Não consigo imaginar um senhor de 60 anos precisando esperar 10 anos para começar a ver lucros em seus ativos, não rola! Mas, claro, ele tem que falar que essa estratégia é universal e funciona sob qualquer cenário (o que, obviamente, não é sempre verdade!).

    Talvez seguir o caminho estudando e aportar em tesouro SELIC seria a melhor opção, como vc mesmo disse. Mas acho que não dá para entrar nesse mundo dos investimentos sem sair um pouco chamuscado. Perder um pouco no início é normal, além disso, o iniciante é muito pretensioso e confiante!

    Por essas e outras é que não consigo culpar esse ou aquele analista, a culpa de não ganhar é sempre do dono da grana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu já fui muito mais crente em AT, hj acredito cada vez mais na aleatoriedade do mercado. AF com certeza é fundamental, sendo redundante. O Sr. de 60 anos não deveria aplicar em bolsa pois com 65 já vai ter que começar fazer resgates para bancar a aposentadoria. Mas uma pessoa de 25 anos pode se arriscar bem mais. O fator idade conta muito mesmo.

      Excluir
  9. Nem toda renda fixa é boa, nem toda renda variável é boa. Por isso é preciso avaliar as opções em cada tempo. A minha carteira que possui a maior rentabilidade é a de ações, de longe.

    ResponderExcluir
  10. Por isso que até hoje não quis arriscar e colocar o dinheiro em ações. Tenho plena consciência que eu não sei quase nada e que provavelmente faria alguma burrada cedo ou tarde. Não digo que nunca irei nesse caminho mas prefiro que seja uma coisa mais progressiva, que nem quando comecei a descobrir as outras opções da RF além da poupança.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Atitude sensata, não se arriscar só por arriscar.

      Excluir
  11. Já faz um tempo que cago e ando pra rentabilidade.
    Minha única métrica é renda passiva.

    Sempre que compro FIIs, minha renda aumenta.

    Sempre que compro uma ação de uma boa empresa, que dá lucro, passo a receber dividendos, e magicamente minha renda aumenta.

    Só compro TD com cupom semestral, atrelado ao IPCA, que todo semestre me paga juros, cada vez maiores...e adivinhem! Minha renda só aumenta.

    Rentabilidade é pra quem gosta de sofrer, rs
    Você fica a mercê do sobe e desce do mercado.

    Vamos pegar um exemplo que gosto muito, dos FIIs.
    Compro uma cota de um FII de 100 reais, que me dá 1 real por mês.

    Mês seguinte a cota desaba pra 80.
    Rentabilidade:
    "Ai meu deus, caiu 20%, vou morrer, estou perdendo pra poupança, vai levar anos pra reaver meu prejuízo."

    Renda:
    "Continua caindo 1 real na minha conta, independente do valor da cota. Mas caiu? Opa, vou conseguir comprar mais. Pronto, agora ganho mais com menos".

    Minha única 'torcida' é pra que os imóveis dos FIIs continuem bons, bem localizados...e que as empresas continuem dando lucros e sendo bem geridas.

    E quando uma ação ou FII fica ruim, calma, não ficam ruim de um dia pro outro, do mês pro outro e nem de um ano pro outro. Pra quem acompanha, dá tempo de sair se der problema.

    Rentabilidade = estresse

    Invisto justamento pelo motivo contrário, pra ter calma.

    Esse mês, a renda que vou receber, vai ser suficiente pra pagar minha conta de luz, água, internet e gasolina. Claro, é só um dado mental, não vou sacar e sim reinvestir.

    Mas pra mostrar que a independência financeira se conquista aos poucos, de mês em mês e não quando atingir um número mágico, como o milhão do pobreta.

    Quem tem milhões em boas ações que pagam ações e bons FIIs que pagam aluguel religiosamente, e recebe sei lá, 20 mil por mês, você acha mesmo que eles estão estressados por estarem 'perdendo' pra poupança?

    Essa é minha visão e dica, foquem na renda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que rentabilidade deve ser monitora sim. Não precisa ser todo dia, mas é o único parâmetro para saber se está fazendo as escolhas certas.

      Excluir
  12. Ola Uo.

    Tema polemico.

    Meu perfil e idade nao me animam em comprar acoes.

    Ja tive muitos erros e preferi sair mesmo, com pequena perda.

    Recomendo FIIs e renda fixa, com otimas taxas atualmente.

    Abraco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Idade?!, mas vc tá mt novo menino, rs

      Excluir
    2. Kkk me sinto meio velho, cheguei nos 30 Uo kkk. Abraco

      Excluir
    3. Kkk me sinto meio velho, cheguei nos 30 Uo kkk. Abraco

      Excluir
  13. Uó,

    Discordo totalmente da sua conclusão.

    O melhor investimento do mundo são as AÇÕES!

    E quem diz isso não sou eu, e sim os fatos, como Siegel provou de forma brilhante em seu livro.

    Renda fixa é perda fixa, ainda mais no país das bananas.

    Esse é o meu veredicto.

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Toda unanimidade é burra.
      Quem pensa com a unanimidade não precisa pensar."
      Nelson Rodrigues

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  14. Otimo post Uó. Eu nao consigo gostar de RF, mesmo com esses rendimentos ''bons'' atualmente. Acredito que muitos brasileiros sao preguiçosos e por isso nao se envolvem na RV, eu particularmente nao entendia nada de economia e nao me interessava até pouco tempo atrás.
    Tenho estudado muito nesse ultimo ano e acredito que vale muito a pena comprar o risco da RV, nao só pensando no retorno financeiro, mas também no de conhecimento. Atualmente tenho 25% do meu capital em açoes e 50% em FIIs. Tenho 22 anos, acho que posso correr um pouco de risco maior agora, pra depois quem sabe migrar pra RF, caso nao virarmos um estados unidos haha. Abraço e bom fds!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Continue os estudos Brendon. Vc vai longe, Com sua idade só conhecia a poupança, rs.

      Excluir
    2. Valeu professor, continue com as aulas ;)

      Excluir
  15. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  16. Post Polemico Uo, Eu atualmente estou 77% em RF diversificada e 23% em RV, sendo 20% em ações e 3% em FIIs, minha tendencia atual é de aumento da RV, sinceramente investimento com prazo (RF) só é bom para objetivos de curto prazo, para acumulo de patrimonio que é o que busco atualmente vejo RV como divisor de aguás. Mas tudo depende do estilo de vida da pessoa, se for um poupador consciente com estilo de vida frugal até poupança torna o cara milionario... Aquele negocio quer ficar milionario com a poupança em menos de 24 meses, deposita 50mil por mês :) abs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Composição conservadora. Se está alinhada com seu perfil então tá OK.
      Abraço!

      Excluir
  17. UÓ, boa resposta!
    Eu poupo desde que me conheço por gente e invisto há alguns anos. Entretanto, somente em jan/15 comecei a estruturar meus investimentos e tal. A partir daí parei de ter problemas. Acho que isso é importante, estar ciente dos riscos, traçar um planejamento e segui-lo.
    Neste ano resolvi voltar para as ações, usei 2015 para estudar mais. Defini a estratégia e o montante a aportar - não uso stop porque não foco no trade e sim no B&H. Vai dar certo? Não sei... mas sempre decido a compra de um papel imaginando a probabilidade do pior cenário e impacto dele no meu patrimônio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal, importante vc definir uma estratégia se segui-la. Eu mesmo só comecei a investir com mais embasamento tem pouco tempo, antes era um especulador nato, rs.

      Excluir
  18. Para cada ação que sobe acima do CDI em um período de 10 anos eu mostro 20 que ficaram abaixo. Os premios de risco no Brasil são negativos e há estudos que comprovam isso.
    Mas porque investir em ações no Brasil? R: Se vc escolher boas ações pode ganhar bem mais, mas isso será extremamente difícil.
    RF no Brasil é extremamente rentável, não dá para pegar livros dos USA e usar os conceitos por aqui, aqui a maior e mais rentável empresa é o governo e ele esmaga a concorrência.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Selecionar boas ações no Brasil realmente é tarefa pra poucos. Escolher um título de renda fixa é bem mais fácil.

      Excluir
    2. Então, tem que ser muito bom, por dois motivos:
      1: Dificilmente o investidor individual consegue bater o mercado devido aos mais diversos fatores.
      2: No Brasil acompanhar o mercado significa estar abaixo do CDI.
      Mesmo assim coragem a todos e vamos lá, em busca das boas ações no Brasil, todos dizem que o Brasil é imaturo em investimentos, o Brasil é o país do futuro né, cada vez menos acredito nisso.

      Excluir
  19. Uó, muitíssima boa noite! Eu sou o autor daquele post anterior e não imaginava que o assunto seria tão polêmico assim (rs rs rs).

    Pois bem, fique bem contente com a sua resposta, aliás, esse é um dos motivos que retorno no seu blog!

    Eu já comprei/vendi ações, mini-índice, mini-dollar em pouco mais de 1 ano... Mas no final não consegui descolar e nem me consolidar. Se eu era novato? Com certeza! Tive um curso rápido através da minha corretora e pouca leitura em internet e livro. Se eu tive evolução? Não acredito! Continuaria hoje em dia cometendo os mesmos erros. Se eu desisti do mercado de RV? Não, isso não! Apenas deixei a Bolsa de lado por causa da alta taxa que encontro na RF.

    A questão me intriga tanto que atualmente não consigo mais pensar em RV, a menos que a taxa de juro no Brasil mude. Creio que são poucos colegas que estão superando a marca de 20% a.a. (valor que consideraria justo para bater RV, uma vez que há demanda de tempo). Você tem essa lista atualizada?

    Sobre a questão de conhecimento em razão do tempo de experiência: acho válido sim mas precisa ter resultado no médio/longo prazo, concorda? Do contrário, realmente a afirmação é falsa e, além da falta de conhecimento, também perdeu dinheiro.

    Bom, são questões realmente bem pessoais, de ordem financeira e que dependem do risco a ser tomado pela pessoa!

    Boa sorte a cada um de vocês!

    Grande abs...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa,
      A lista das rentabilidades dos colegas estou atualizando e vou postar em breve.
      Sim, não basta ficar só estudando, o resultado tem que aparecer mais cedo ou mais tarde, no médio ou no longo.
      Obrigado e abraço!

      Excluir
  20. recebi não entendi porque um email com esse post e fiquei feliz da vida, achei que o blog tinha voltado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rs... olá Leo, tb não entendi este email... mas o blog está a todo vapor, no site novo, nada mudou, só o endereço.
      Abraço e obrigado!

      Excluir